CoberturasSeguro Viagem

Seguro viagem cobre guerra? Entenda o risco excluído na proteção

Com a Guerra na Ucrânia e o medo dela estourar por toda a Europa, muita gente tem se perguntado se o seguro viagem cobre guerra. Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber antes de viajar para uma zona em conflito.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para sua viagem. Em parceria com o Seguros Promo, garantia do melhor preço.

Seguro viagem cobre guerra?

A resposta é não. A nossa equipe leu diversas apólices de seguro viagem de diferentes seguradoras e não encontramos nenhuma que ofereça proteção para guerra.

Na apólice da Chubb Seguro Viagem, uma das maiores seguradoras do mundo e que também garante a proteção de várias outras seguradoras menores, como a Universal Assistance, Affinity Seguro Viagem, etc, entende-se como guerra:

“Conflito armado entre nações, invasão, ato de inimigo estrangeiro, guerra civil ou tomada de poder organizada ou força militar”.

Segundo um artigo da seguradora Mafre, a exclusão da proteção em caso de guerra está ligada a nossa história. Com a Segunda Guerra Mundial, as seguradoras inglesas, que na época dominavam o mercado, excluíram a proteção da apólice considerando que as seguradoras não poderiam se responsabilizar pela destruição causada por uma guerra. E com o passar do tempo, essa cláusula passou a fazer parte de todo seguro viagem.

O que são riscos excluídos?

Por definição da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) na Circular nº 291, de 13 de maio de 2005, os riscos excluídos “são potenciais eventos danosos, elencados no contrato, mas NÃO contemplados pelo seguro”. Em outras palavras, são eventos que, caso aconteçam e causem danos ao segurado, não haverá cobertura ou indenização por parte da seguradora, como é o caso de uma guerra.

O artigo da seguradora Mafre, também ressalta que após o atentado as torres gêmeas do World Trade Center em 11 de setembro de 2001, os ataques terroristas também passaram a ser excluídos das apólices dos seguros, salvo algumas exceções.

Veja os riscos excluídos por algumas das melhores seguradoras de seguro viagem:

SeguradoraRisco excluído
Chubb Seguro ViagemGuerra ou qualquer ato de Guerra, quer essa Guerra seja, ou não, declarada”.
Assist Card“Invasão, hostilidade, atos ou operações de guerra, declarada ou não, de guerra química ou bacteriológica, de guerra civil, de guerrilha, de revolução, agitação, motim, revolta, sedição, golpe militar ou usurpação de poder, sublevação ou outras perturbações da ordem pública e delas decorrentes”;

“Danos e perdas causados direta ou indiretamente por terrorismo, ou ato terrorista, cabendo à seguradora comprovar com documento hábil, acompanhada de laudo circunstanciado que caracterize a natureza do atentado, independentemente de seu propósito, e desde que este tenha sido devidamente reconhecido”.

Affinity Seguro Viagem;

GTA Seguro Viagem;

Universal Assistance

“Atos ou operação de guerra, declarada ou não, guerra química ou bacteriológica, guerra civil, de guerrilha, revolução, agitação, motim, revolta, sedição, sublevação ou outras perturbações da ordem pública e delas decorrentes, salvo se o segurado estiver comprovadamente prestando serviço militar ou se seus atos forem justificados por gestos de humanidade em auxilio de terceiros”;

Ato terrorista, cabendo à seguradora comprovar com documentação hábil, acompanhada de laudo circunstanciado que caracterize a natureza do atentado, independentemente de seu propósito, e desde que este tenha sido devidamente reconhecido como atentatório à ordem pública pela autoridade competente”;

ITA Travel“Atos ou operações de guerra, declarada ou não, de guerra química ou bacteriológica, de guerra civil, de guerrilha, de revolução, agitação, motim, rebelião, revolta, sedição, sublevação ou outras perturbações da ordem pública ou delas decorrentes, greves, tumultos, motins, ‘lockout’, exceto quando da prestação de serviço militar ou de atos de humanidade de auxílio a outrem”;

“Salvamento em mar, montanhas e zonas desabitadas ou ainda em países em estados de guerra declarada ou instabilidade política notória, que acarrete risco à vida e à saúde de sua população e de estrangeiros que ingressem no país”.

Como pode verificar, algumas seguradoras apresentam inclusive a mesma definição nas suas apólices de seguro viagem.

Como saber se um país está excluído da cobertura?

Você já sabe que a resposta para a pergunta se seguro viagem cobre guerra é não. Mas será que dá para saber quais os países estão excluídos da cobertura?

Realizamos uma cotação através do Seguros Promo para o Oriente Médio, onde alguns países são considerados como zonas de conflito, assim como para a Europa, onde temos hoje, a Ucrânia em guerra com a Rússia. Ao ler as apólices, não encontramos nenhuma que apresente a relação dos países que estão cobertos.

Portanto, essa tarefa de saber se o país está ou não excluído da cobertura cabe a você. Por isso, ler as notícias internacionais para se manter atualizado do que acontece nos outros países também é importante antes de viajar.

Se informar do que acontece no mundo vai te ajudar a entender se o país de destino da viagem está inserido em uma zona de conflito ou se há alguma possibilidade de estourar alguma guerra durante a sua viagem. Acompanhamos muitas notícias de pessoas que estavam viajando pela Ucrânia e Rússia e acabaram ficando presos por lá.

Fila de refugiados ucrânianos
Manter-se informado sobre o país de destino é importante para entender se existe alguma instabilidade política.

A outra forma de saber qual país está excluído da cobertura é entrando em contato diretamente com a seguradora contratada. Alguns comparadores de seguro viagem ou sites oficiais de seguradoras, oferecem a cotação apenas por região e não para o país em si, e como na apólice não tem a relação dos países, o melhor a fazer é entrar em contato com a seguradora.

Um exemplo: na seguradora SulAmérica, a cotação pode ser feita para o país em si e não para a região. Ao simular uma cotação, não encontramos a Síria. Já na cotação realizada no Seguros Promo para o Oriente Médio, onde a Síria está inserida, as seguradoras encontradas não fazem nenhuma referência de exclusão do país em suas apólices.

Por esse motivo, dependendo do país de destino da viagem, recomendamos que entre em contato com a própria seguradora antes de contratar o seguro viagem.

Em quais situações o seguro viagem cobre zonas de conflitos?

Em nenhum caso, o seguro viagem não cobre guerra e nem mesmo situações que possam acontecer em países que vivem em conflitos civis e/ou bélicos. No máximo, a seguradora pode se responsabilizar pelo seu retorno, caso o plano contratado tenha cobertura para interrupção da viagem, mas isso não é uma regra. Vai depender mais da boa vontade do atendimento.

Muitas pessoas que frequentam zonas de conflito por conta do trabalho, como cobertura jornalística, ações humanitárias, mediação política, entre outros, costumam estar protegidos por um bom seguro de vida, assumindo o risco de morte que correm por estarem nessas zonas.

Tenho viagem marcada para a Europa, preciso me preocupar com a guerra da Ucrânia?

É um fato que a guerra na Ucrânia está deixando a Europa abalada e muitos estão com medo de estourar uma Terceira Guerra Mundial. Porém, neste momento, não é uma preocupação que deve ter.

Claro, também vai depender dos países em que você vai visitar. O leste europeu, por exemplo, não está no seu melhor momento para turismo, uma vez que os países estão sendo fortemente impactados pela guerra da Ucrânia e recebendo muitos refugiados.

Já os outros países europeus estão abalados financeiramente. Com as sanções à Rússia, a inflação já é visível, basta ver o aumento dos preços dos combustíveis e grãos como o milho e o trigo. Porém, o turismo continua e as fronteiras estão abertas. O que você precisa fazer, como já citamos acima, é se manter informado sobre a Guerra na Ucrânia para ter uma visão mais clara e crítica do que pode acontecer no continente.

Você já sabe que a resposta é negativa para a pergunta se o seguro viagem cobre guerra. No entanto, 26 países europeus que fazem parte do Tratado Schengen exigem a obrigatoriedade do seguro viagem Europa e ele deve ter uma cobertura mínima de 30 mil euros para as despesas médicas e hospitalares.

Apesar do risco de uma guerra estourar no velho continente e de saber que a guerra estará excluída da proteção, você como viajante deve saber que outros imprevistos podem acontecer e é o seguro viagem que vai garantir uma assistência e proteção.

Dicas para viajar resguardado

Independente se o seguro viagem cobre guerra ou não, veja três dicas para viajar resguardado:

  • Contrate um seguro viagem com cobertura para interrupção e cancelamento de viagem;
  • Outra cobertura importante no seguro viagem para casos de guerra e terrorismo, é a transmissão de mensagem urgente para os parentes;
  • Procure conhecer o país de destino e os seus vizinhos para entender se vivenciam alguma instabilidade política que possa causar um conflito maior enquanto estiver em viagem.
Faça agora a cotação do Seguro Viagem

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Recomendação Seguro Viagem Pro

Seguro viagem cobre guerra? Não. Porém, é ele que garante a sua proteção em casos de imprevisto com a viagem: atraso de voo, extravio de bagagem, urgências e emergências médicas e hospitalares, reembolso com despesas farmacêuticas, proteção em caso de complicações com a Covid-19 ou reembolso em caso de quarentena, assistência jurídica no exterior em caso de acidente de trânsito e tantas outras.

Claro, a assistência e cobertura oferecida depende do plano contratado. Passar por um contratempo no exterior não é legal, principalmente, se o país de destino tem outra língua como nativa. Ao precisar acionar seguro viagem, você terá um atendimento personalizado e receberá todas as instruções em português ou no seu idioma nativo.

Sabendo da importância do seguro viagem, a nossa recomendação é que nunca escolha viajar sem essa proteção. Não sabemos o que pode acontecer durante a estadia no exterior. Portanto, faça uma cotação no nosso comparador de seguro viagem, reserve um tempo para analisar e comparar as coberturas. Você pode fazer isso simultaneamente para facilitar a escolha do seguro.

Se ao comparar os planos ficar com dúvida em qual contratar, veja o nosso ranking de melhor seguro viagem de 2022. Tenho certeza que um deles será perfeito para a sua viagem!

Ganhe desconto no seguro viagem

Ainda em tempo, ao contratar o seguro viagem pelo nosso comparador ou pelo Seguros Promo, você pode ganhar até 10% de desconto. Para isso, basta inserir o cupom SVP5 e na hora recebe 5% de desconto. Para dobrar o desconto é só escolher como forma de pagamento PIX ou boleto bancário. Aproveite e boa viagem!

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Dicas para sua viagem:
  • Quer internet no celular em todos os lugares?

    Com o chip internacional da America Chip, você se mantém conectado em todos os momentos da viagem, com internet ilimitada e cobertura em mais de 200 países.

  • Ainda não reservou os passeios para seu destino?

    Na Get Your Guide você reserva todos os passeios com antecedência. Compra ingressos, contrata tours e experiências locais sem se preocupar.

Compartilhe

Lívia Tostes

Lívia Tostes é jornalista e vive em Portugal desde 2018. A sua maior motivação é conhecer novas culturas através de viagens. Atualmente, 17 países e 47 cidades fazem parte do seu diário de viajante. Durante as aventuras de explorar o mundo, já precisou acionar o seguro viagem muitas vezes e das quais teve boas e más experiências. Contudo, uma coisa é certa para ela: mesmo tendo uma má experiência, é o seguro viagem que lhe oferece o suporte necessário para a resolução de imprevistos quando se está longe de casa. Independente do destino, ela nunca viaja sem ele.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo