CoberturasSeguro Viagem

Seguro Viagem Internacional: guia completo para contratar

Imprevistos podem acontecer a qualquer momento e em qualquer lugar. Ao planejar uma viagem ao exterior, é importante garantir o seu seguro viagem internacional, ele é essencial para amparar você em caso de emergências. Mas você sabe que seguro é esse? O que ele cobre? Quanto custa? É obrigatório? Vamos mostrar tudo neste artigo, veja abaixo.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

O que é um seguro viagem internacional?

O seguro viagem internacional é um serviço que garante a sua proteção contra possíveis imprevistos que possam surgir durante a viagem ao exterior.

Ele cobre os gastos com emergências médicas, odontológicas e farmacêuticas que você possa precisar. Ou seja, se você ficar doente, precisar de exames médicos, remédios, internamentos, cirurgias e até mesmo em caso de falecimento, o seguro viagem internacional irá atuar como um plano de saúde e garantir que você não seja pego desprevenido.

Além da cobertura relacionada à saúde, o seguro viagem internacional também pode oferecer assistência em casos de extravio de bagagens, perda de documentos, atrasos e cancelamentos de voos. E mais: dependendo do plano, ainda realiza cobertura de eventuais despesas jurídicas.

Como funciona um seguro viagem internacional?

Primeiro, você deve contratar um seguro viagem. Para isso, recomendamos o nosso comparador de seguro viagem.

Ao contratar um seguro viagem internacional você terá acesso à cobertura presente no contrato. E, caso necessite utilizá-lo, basta entrar em contato com uma central de atendimento 24 horas para ajudá-lo com o seu imprevisto. O contato normalmente é feito via telefone e algumas seguradoras já oferecem aplicativos de seguro viagem para acionar o suporte.

O seguro pode funcionar tanto por prestação de serviço, no qual você apresenta o seu seguro em uma rede conveniada sem precisar pagar nada a mais, ou por reembolso, em que você paga o valor da despesa emergencial e é reembolsado pela seguradora.

É obrigatório contratar um seguro viagem internacional?

Para alguns países sim, é obrigatório.

Nos 26 países da Europa que integram o Tratado de Schengen é obrigatório ter um seguro de viagem com cobertura mínima de 30 mil euros. São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Listenstaine, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça.

Apesar de não ser obrigatório para o Reino Unido e a Irlanda, o seguro viagem Europa é altamente recomendado para esses países, pois o turista não pode utilizar o serviço de saúde pública gratuitamente.

Fora da Europa, os países que exigem o seguro de viagem dos turistas são: Cuba, Venezuela e Equador.

seguro internacional Europa

Se o país que eu vou visitar não exige o seguro, eu não preciso comprar?

Você não é obrigado, mas é altamente recomendável que compre.

Nunca se sabe o que pode acontecer durante uma viagem internacional e um tratamento médico emergencial no exterior pode custar muito caro. Imagine se você torce um pé ou contrai uma infecção alimentar em um país estrangeiro? Além de atrapalhar a sua viagem, você terá que se comunicar com uma assistência médica em língua estrangeira e desembolsar uma quantia alta para ser atendido.

Se você tiver um seguro, irá ligar para assistência, ser aconselhado em português sobre o que fazer, onde ser atendido, quais documentos precisa para ser reembolsado (se for o caso) e dependendo do seguro pode até mesmo receber a visita de um médico no hotel onde está hospedado.

Mas será que vale a pena?

Bom, se você decidir arriscar, saiba que o custo médio de uma internação nos Estados Unidos, por exemplo, é de 2.271 dólares por dia. Os gastos com um braço quebrado podem chegar a 15 mil dólares, de acordo com a seguradora Assist Med. Para viajar para lá, é altamente recomendado garantir um seguro viagem Estados Unidos.

Uma consulta médica no exterior custa em média 200 dólares e uma ressonância magnética cerca de 1.199 dólares, segundo a Kayser Family Foundation. Os países onde o custo de emergência com saúde é mais caro são, nessa ordem: Estados Unidos, Cingapura, Egito, Turquia, Grécia e Inglaterra.

Outro ponto importante é que alguns países não oferecem atendimento médico público e os que oferecem, costumam cobrar os turistas que são atendidos.

Como você pode perceber, o valor de um atendimento médico privado de emergência nunca é barato. Portanto, vale a pena investir em um seguro viagem internacional.

Quanto custa um seguro viagem internacional?

O valor de seguro viagem internacional pode variar devido a alguns fatores, como:

  • O país ou países de destino;
  • A idade do viajante, sendo para idosos (e também gestantes) os valores cobrados costumam ser mais altos;
  • O perfil do viajante, para quem vai fazer turismo de aventura (como esportes radicais, montanhismo, acampar, etc) os valores também são outros;
  • Duração da viagem, já que o valor é contratado por dia.

Exemplos para diferentes destinos

Escolhemos alguns dos destinos mais procurados para avaliar a diferença de preço entre eles. Fizemos uma simulação de uma viagem de 10 dias para 3 destinos diferentes e selecionamos planos com cobertura adequadas para um viajante padrão ao destino, ou seja, alguém que não tem necessidades especiais de atenção com a saúde e não vai praticar esportes de aventura.

A cotação foi realizada no dia 16 de novembro de 2020 no comparador do Seguro Viagem Pro.

Seguro viagem América do Sul

Categoria Seguradora Plano Cobertura DMH Valor
Básico Travel Ace TA 15 Mundo USD 15 mil R$ 105,96
Completo Assist Card AC 60 Mundo USD 60 mil R$ 187,16

Seguro viagem Europa

Categoria Seguradora Plano Cobertura DMH Valor
Básico Travel Ace TA 50 Mundo USD 50 mil R$ 165,69
Completo Affinity Affinity 150 Europa USD 150 mil R$ 222,14

Seguro viagem América do Norte

Categoria Seguradora Plano Cobertura DMH Valor
Básico ITA ITA 60 Smart USD 60 mil R$ 257,55
Completo Intermac Intermac 150 Ouro USD 150 mil R$ 294,89

Onde fazer a cotação do seguro?

Para fazer a cotação do seguro viagem internacional, sugerimos que você utilize um site comparador de seguros. Basta adicionar as suas informações de viagem e ele mostrará diferentes seguradoras que oferecem o serviço. Depois, você deve comparar quais delas melhor se adequam à sua necessidade e ao seu bolso.

Sabemos como pode ser difícil encontrar um seguro viagem que atenda o que você precisa, por isso, desenvolvemos o comparador do Seguro Viagem Pro, uma parceria com o Seguros Promo. Em ambos é possível fazer pesquisas intuitivas e encontrar resultados satisfatórios com planos adequados para cada tipo de viagem.

Também recomendamos outros comparadores, como a Real Seguro Viagem, Compara Online e o Assistente de Viagem.

O que um seguro viagem internacional cobre?

Depende do plano contratado. Entretanto, as principais coberturas de um Seguro Viagem Internacional são:

Emergências de saúde

A cobertura para emergências e urgências médicas são imprescindíveis para qualquer viajante, afinal, nunca se sabe quando um mal-estar pode surgir ou, ainda, um acidente no meio das férias.

A seguir listamos algumas das coberturas que devem constar na apólice de seguro viagem, confira:

  • Atendimento médico e odontológico de emergência 24h;
  • Despesas com medicamentos;
  • Hospedagem após alta hospitalar;
  • Repatriação médica (caso o segurado precise retornar ao Brasil devido a um acidente ou doença);
  • Repatriação funerária (em caso de falecimento);
  • Assistência ao funeral;
  • Indenização por falecimento;
  • Indenização em caso de invalidez total ou permanente.

Emergências relativas a voos e bagagens

Outro item imprescindível se refere a proteção durante os deslocamentos, seja do segurado ou de seus pertences. Idealmente a proteção deve abrangir:

  • Seguro em caso de interrupção ou cancelamento da viagem;
  • Marcação de passagem de regresso;
  • Localização de bagagem extraviada;
  • Indenização por perda ou extravio de bagagem.

Emergências extras

Não só de itens necessários se faz um seguro viagem, algumas coberturas extras podem facilitar a vida do viajante em caso de imprevistos. Entre eles:

  • Despesas jurídicas;
  • Pagamento de fiança;
  • Orientação em caso de perda ou furto de documentos e cartões.

E o que o seguro viagem internacional NÃO cobre?

Novamente, depende da seguradora e do plano contratado, no geral, toda apólice apresenta um item denominado riscos excluídos, que são situações nas quais o seguro não oferece cobertura. Normalmente, os seguintes casos não fazem parte das coberturas regulares:

  • Roubo ou furto – caso você seja vítima desse tipo de crime durante a viagem, não será reembolsado pela seguradora;
  • Imprevistos resultantes de fenômenos da natureza como terremotos, maremotos, inundações, erupções vulcânicas, queda de meteoritos, etc;
  • Imprevistos em países em situação de guerra;
  • Despesas médicas com remédios ou sessões que não tenham sido prescritas pelo médico que atendeu você durante a viagem;
  • Custos com tratamento de doenças epidêmicas, pandêmicas ou endêmicas, como é o caso do coronavírus;
  • Tratamentos psiquiátricos e psicológicos (exceto em seguro viagem para estudantes);
  • Continuação de tratamento médico após o período da viagem.

Entenda como a cobertura para coronavirus se enquadra no seguro viagem internacional e as limitações da proteção.

seguro viagem internacional Ásia

Quais as regras para a utilização do seguro durante a viagem?

As regras variam de seguradora para seguradora. Mas, de uma forma geral, existem algumas práticas que são comuns ao contratar esse tipo de seguro:

1. Se for possível, acione a seguradora ANTES de recorrer ao atendimento de emergência

Todas as seguradoras recomendam essa prática. Assim, eles podem fazer o atendimento em português, indicar o local conveniado para onde se dirigir (ou onde o médico deve ir atendê-lo), os centros médicos/odontológicos com melhores preços (para não estourar o valor do seu seguro), etc.

Se você não conseguir ligar antes, ligue o mais breve possível. Caso só consiga acionar a seguradora depois de ser atendido, você terá que arcar com as despesas e depois solicitar o reembolso do seguro viagem, o que pode ser mais burocrático.

Mas lembre-se: mesmo que você só acione a seguradora depois de recorrer ao atendimento emergencial e mesmo que seja em um local não conveniado, você tem o direito a receber de volta o valor até os limites contratados em seu seguro.

Todavia, não deixe de avisar e tenha atenção ao prazo dado pelo seguro no contrato. Existem cláusulas que podem anular o valor do seguro por falta de notificação no prazo correto.

2. Atenção aos recibos, laudos e documentos

A maior parte dos seguros de viagem internacional funcionam com base em reembolso do valor gasto com imprevistos. Por isso, não se esqueça de garantir os seus recibos e guardá-los muito bem. Não saia do hospital ou clínica sem os recibos, laudos e documentos.

Caso tenha outros gastos extras referentes ao seguro, também guarde as notas. Por exemplo, se você tiver que pagar para entrar em contato com a seguradora, guarde os recibos telefônicos. Eles são essenciais para o seu reembolso completo.

3. Tenha em mãos o contrato e os números de telefone do seguro

Ao arrumar suas malas, coloque na pasta de documentos a apólice do seguro de viagem. Ela pode ser requisitado na imigração, ao entrar no país ou, então, ser necessária em caso de emergência. Não coloque a apólice na mala que vai ser despachada, pois, se ela for extraviada, você pode ficar sem o contato com a sua seguradora.

Você deve ter os números de telefone para entrar em contato com a seguradora no celular e na carteira para comprovar ao centro médico/odontológico que você é um segurado pelo plano contratado. Também é possível acionar alguns seguradoras pelo app do seguro viagem.

Lembre-se de deixar esses contatos com pessoas no Brasil e também com as pessoas que estão viajando com você.

4. Se o gasto emergencial for superior à cobertura do seu plano, você terá que arcar com o valor excedido

Se você contratou um plano de 30 mil dólares e os custos com sua emergência superarem esse valor, a seguradora só tem obrigação de cobrir o valor contratada. O restante vai ter que sair do seu bolso.

Portanto, se você vai viajar para países onde os custos de saúde de emergência são altos, vale a pena pensar em um seguro viagem internacional mais generoso, com cobertura para despesas médicas e hospitalares a partir de 60 mil dólares.

5. Solicite o reembolso assim que chegar ao Brasil

Existe um prazo para pedir o reembolso em caso de utilização do seguro viagem internacional. Tenha atenção também a esse prazo. O processo pode ser longo e burocrático, por isso assim que chegar ao Brasil entre em contato com a seguradora responsável, preencha os formulários e dê entrada em seu pedido de reembolso o mais breve possível.

Qual o melhor seguro viagem internacional?

O melhor seguro viagem é aquele que atende à sua necessidade.

É claro que um seguro viagem com um valor de cobertura alta, que garanta indenização por bagagens e cancelamentos de voo, que tenha atendimento em português, entre outros benefícios, deixa o segurado muito mais tranquilo.

Entretanto, o melhor seguro viagem é aquele que cabe no seu bolso e se adequa ao seu estilo de viagem. De nada adianta contratar um seguro caro, com opções para esportes radicais, se você vai ficar o dia todo visitando museus e restaurantes.

A recomendação Seguro Viagem Pro é: pesquise.

Procure as seguradoras mais confiáveis, compare os valores e as coberturas e consulte os órgãos de reclamação e proteção ao consumidor, como o Reclame Aqui e o site da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados).

Seguro viagem do banco ou cartão de crédito

Ao pesquisar sobre seguro viagem internacional, sugerimos também que você consulte as opções de seguro viagem do banco para conferir se eles oferecem uma boa proteção para sua viagem.

Outra opção é o seguro viagem do cartão de crédito que você utiliza, a maioria das bandeiras oferece a proteção, especialmente em cartões Gold ou Platinum. Mas tenha atenção a essas ofertas, verifique sempre o contrato do seguro viagem cartão de crédito. Confirme, também, se a bandeira emite o Certificado Schengen, obrigatório para os países parte do Tratado de Schengen.

Seguro viagem para públicos específicos

Existem seguros específicos para cada modalidade, que abrangem as particularidades de diferentes grupos – e também possuem valores diferenciados.

Seguro viagem internacional para idosos

As seguradoras estão de olho na terceira idade como público para os seguros de viagem. Com a melhoria da saúde dos idosos e o dinheiro da aposentadoria, muitos deles têm aproveitado para viajar – ainda bem!

O seguro viagem internacional para idosos é muito importante em viagens nessa fase da vida, por isso, existem planos específicos para essa faixa etária. Alguns deles contam com limites mais largos para o uso de medicamentos e até sessões de fisioterapia.

É preciso estar atento aos valores. Algumas seguradoras aplicam taxas extras para passageiros idosos, na maior parte delas, para clientes acima de 70 ano, ou possuem um plano diferenciado. A média de preço costuma ser entre 30% e 50% mais caro do que para clientes não idosos.

seguro viagem idosos

Esse valor justifica-se, pois as seguradoras consideram que a probabilidade de utilizar o seguro seja maior. Existem também seguradoras que colocam idade limite para utilização do serviço. A maior parte só presta o serviço para clientes com até 90 anos.

A recomendação para passageiros da terceira idade é de planos com cobertura igual ou maior que 60 mil dólares.

Categoria Seguradora Plano Cobertura DMH Valor
Básica Assist Card AC 60 Europa + Telemedicina USD 60 mil R$ 177,10
R$ 310,51 – maiores de 69 até os 85 anos.
Completa Intermac 300 Diamante  USD 300 mil R$ 471,70
R$ 707,54 – maiores de 75 até 85 anos.

A cotação foi realizada no nosso comparador para uma viagem de 10 dias para a Europa, no período de 1 a 10 de fevereiro de 2021.

Seguro viagem internacional para gestantes

As gestantes também devem viajar com seguro viagem internacional, mas é preciso pesquisar e verificar as particularidades do contrato. Algumas seguradoras não oferecem seguro viagem gestante, outras possuem limites das semanas de gestação, etc.

Fatores que é preciso ter atenção:

  • Idade da gestante: a maioria das seguradoras só oferece seguros a gestantes com até 40 anos;
  • Semanas de gestação: cada seguradora tem uma política. Algumas oferecem seguro para mulheres até 34ª semana e que tenham autorização por escrito do médico responsável para viajar (como é o caso da Travel Ace e da Affinity), outras até a 32ª semana (como a GTA e a Vital Card), outras até a 28ª semana (como a Mondial Assistance e a Assist Card). Por isso, confira isso no contrato;
  • Eventuais problemas da gravidez: confira se a seguradora cobre ou não estes imprevistos;
  • Em caso de parto de emergência: é importante assegurar esse benefício caso esteja mais próximo da data de dar à luz, pois em alguns países um parto pode custar muito caro. Nos Estados Unidos, por exemplo, um parto pode custar perto de 50 mil dólares.

Os valores do seguro viagem internacional para gestantes, em algumas seguradoras, costumam ser mais elevados do que para pacientes não gestantes.

A recomendação é sempre contratar coberturas acima de 60 mil dólares e que especifique as condições para gestantes. Veja duas boas opções do portal Seguros Promo:

Cobertura Seguradora Plano Cobertura DMH Cobertura médica para gestante Valor
Básica April 60 USA Basic USD 60 mil USD 60 mil – até 45 anos e 32 semanas R$ 416,84
Completa Assist Card AC 150 Am. Norte USD 150 mil Dentro da DMH – até 28 semanas R$ 539,18

A cotação foi realizada no nosso comparador para uma viagem de 10 dias para os Estados Unidos, no período de 1 a 10 de fevereiro de 2021.

Seguro viagem para doença preexistente

Se for o seu caso e você precise de um seguro viagem com cobertura para doença preexistente, é essencial se certificar que a segurado atente suas necessidades. Por isso, apesar de ser obrigatório atender a doenças preexistentes, o ideal é entrar em contato com a seguradora e verificar a cobertura de doenças específicas.

Cobertura Seguradora Plano Cobertura DMH Valor
Básica Assist Seguro Assist Seguro 20 USD 20 mil R$ 216,67
Completa Intermac 60 Prata USD 60 mil R$ 224,12

A cotação foi realizada no nosso comparador para uma viagem de 10 dias para a América do Sul, no período de 1 a 10 de fevereiro de 2021.

Seguro viagem internacional para estudantes

O seguro viagem para estudantes é um conforto que os pais podem garantir para o estudante durante o período de intercâmbio. Mesmo que o país não exija o seguro – já que muitos países recebem os estudantes estrangeiros na rede pública de saúde – a segurança e o conforto de saber que o filho está segurado no país de estudo e também quando estiver viajando vale o investimento no seguro.

Os planos costumam ser específicos para as necessidades de jovens estudantes. Além disso, incluem atendimento psicológico e psiquiátrico, o que normalmente não está incluído em seguros para turistas.

Cobertura Plano Exclusivo para estudantes Cobertura DMH Valor
Básica Assist Seguro 60 Estudante Sim USD 60 mil R$ 8.200,45
Completa GTA 100 Student Full USA e Canadá Sim USD 100 mil R$ 3.298,91

A cotação foi realizada no nosso comparador para uma viagem de 6 meses para a América do Norte no período de fevereiro até julho de 2021.

Seguro viagem para prática de esportes

Neste caso, escolha planos que ofereçam a cobertura adicional para emergências em situações de práticas esportivas. Isso porque, apesar de estar coberto para acidentes, quando ele envolve a prática de esportes a cobertura é outra e não é aceita a geral.

Além disso, verifique na apólice da seguradora se o esporte que você vai praticar está coberto, é muito importante conferir este detalhe.

Cobertura Plano Cobertura DMH Cobertura médica para prática de esportes Valor
Básica April 60 Inter Basic USD 60 mil USD 60 mil R$ 438,06
Completa TA 120 Mundo USD 120 mil Dentro da DMH R$ 470,13

A cotação foi realizada no nosso comparador para uma viagem de 10 dias para a Ásia, no período de 1 a 10 de fevereiro de 2021.

Seguro viagem internacional para quem vai se mudar do Brasil

Existem seguros de viagem que oferecem esse serviço, entretanto, não é a opção mais vantajosa. O ideal é contratar o seguro viagem internacional para o período de adaptação, ou seja, pelo menos o primeiro mês no país. Pois, além de segurar quanto a questões de saúde, também garante a proteção das suas malas, fundamentais para o início de uma vida nova fora do país.

Após se instalar no país o melhor é contratar um plano de saúde no país de destino ou um seguro de saúde internacional.

O seguro viagem internacional pode funcionar como um seguro de vida?

Não. Os seguros de viagem internacional não funcionam como um seguro de vida. A maioria dos planos oferece indenização às famílias em caso de falecimento ou invalidez permanente do segurado por danos ocorridos no período da viagem.

Essa indenização só é aplicada quando o falecimento ocorre por causas naturais ou acidentais no período de viagem. Temos um artigo completo sobre o tema de seguro de vida para viagem, entenda tudo aqui.

seguro para viajar para o exterior

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Recomendação Seguro Viagem Pro

A recomendação número 1 é: nunca viaje sem um seguro viagem. Ele é essencial para garantir os cuidados básicos em caso de emergência em qualquer lugar do mundo, sem causar um rombo no seu orçamento. A proteção vai muito além da arcar com os custos de atendimento, ela oferece suporte e garantias essenciais para uma viagem tranquila.

Recomendação número 2: leia atentamente a apólice do seguro viagem. Nela constam todos os itens cobertos e não cobertos, assim como as orientações e recomendações na hora de acionar o seguro durante uma emergência. Por isso, é a melhor forma de se preparar para eventualmente acionar o seguro viagem.

Recomendação número 3: entenda o que você precisa no seguro viagem. Se você nunca contratou uma proteção dessas, leia muito antes de contratar e entenda quais são suas necessidades. Aqui no Seguro Viagem Pro esclarecemos todas as questões referentes ao seguro viagem, quais as condições devem ser observadas de acordo com suas necessidades. Por isso, entenda suas necessidades antes de escolher.

Recomendação número 4: pesquise as exigências e recomendações para o seu destino. Já explicamos que alguns países exigem o seguro, mas o que não exigem, qual cobertura contratar? Confira as recomendações antes de escolher e sempre leve em consideração as condições de saúde e preços de atendimento no seu destino.

Recomendação final: pesquise. Comprar o primeiro plano que você encontra pode ser um erro, isso porque pode encontrar o mesmo plano mais barato, outras opções com melhor custo-benefício, etc. Por isso, antes de tomar uma decisão consulte os comparadores que apresentamos e verifique a melhor escolha.

Ganhe desconto no seguro viagem internacional

Agora que você já sabe tudo sobre seguro viagem internacional, está pronto para contratar o seu. Utilize o nosso comparador de seguro viagem, ou faça diretamente a cotação no Seguros Promo. E ganhe até 10% de desconto.

Basta realizar a compra e, antes do pagamento, inserir o cupom SVP5, na hora você abate 5% do valor do plano. Para dobrar o desconto basta pagar no boleto bancário que oferece mais 5% de redução. Como eles são acumulativos, você economiza 10% na proteção e viaja tranquilo.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é jornalista e trabalha com Conteúdo em Marketing Digital em Portugal, onde vive há 5 anos. Apaixonada por viagens, hoje dedica o seu trabalho a dar dicas e orientações a outros viajantes sobre roteiros e seguros de viagens pelo mundo.

Denise Mustafa

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal e viajou bastante por aí. Agora, vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.

Carolina Sanches

Carolina é mineira e vive no Porto, em Portugal, desde 2018. Conheceu a cidade em 2013, quando realizou um intercâmbio acadêmico, se apaixonou e voltou para estudar e aproveitar o que o país tem de melhor; a qualidade de vida. Ama organizar roteiros de viagens detalhados e compartilha um pouco das experiências de viagem no @ourvieworld. Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto e graduada em Jornalismo pela Puc-Minas, se especializou em Marketing Digital, área na qual atua há 6 anos. Visite o perfil da Carolina no Linkedin.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo