CoberturasSeguro Viagem

9 erros ao contratar seguro viagem que você não deve cometer

Se você chegou aqui, certamente está pesquisando ou já buscou um seguro viagem – e aí já está um grande acerto! Afinal, viajar protegido, seja para destinos nacionais ou internacionais, é imprescindível. Mas, para fazer a melhor escolha, é preciso conhecer os principais erros ao contratar seguro viagem, aqueles mais básicos, para evitá-los.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

Como você vai ver a seguir, existem vários detalhes para prestar atenção. Vamos simplificar sua vida e listar os 9 principais, com todas as dicas para você não cair em nenhuma situação inesperada. Não perca!

Quais os maiores erros ao contratar seguro viagem?

Na verdade, não são exatamente erros, mas digamos que sejam pontos de atenção que você precisa analisar bem antes de fechar sua compra. Veja quais as principais informações para prestar atenção.

1. Achar que nada vai dar errado

Este é um dos pensamentos mais comuns entre a maioria das pessoas que dispensa o seguro viagem ou contrata um plano com a cobertura muito baixa. “Ah, imagine se vou precisar ir a um hospital, nada de ruim poderá acontecer em uma cidade tão tranquila”.

Contudo, as emergências acontecem quando ninguém espera e é impossível prever um acidente grave, uma intoxicação alimentar, algo que leve a uma internação ou cirurgia repentina e outros tantos imprevistos que podem atrapalhar – e muito – seus planos. É preciso considerar esse tipo de situação e contratar um seguro viagem com a melhor proteção possível.

2. Não ler a apólice

Ou, pior, deixar para ler com pressa, apenas quando a situação de emergência ocorre. A gente analisa dezenas de apólices de seguro todos os dias e sabe que esta não é a tarefa mais fácil, especialmente para quem não está acostumado a documentos extensos. Mas este é um dos maiores erros ao contratar seguro viagem. É muito importante a leitura atenta de todas as condições, para confirmar:

  • Cada item incluído na cobertura;
  • Quando acionar o seguro e o que é preciso;
  • Se o reembolso seguro viagem funciona;
  • Como você pode aproveitar o melhor dos benefícios contratados.

Uma ótima dica é, antes de viajar, deixar assinaladas com marca-texto ou post-its as informações mais importantes do contrato. Isso pode agilizar bastante a consulta em situações urgentes.

3. Não verificar a cobertura

Os grandes erros ao contratar seguro viagem estão escondidos nas entrelinhas e este é um deles. É fundamental verificar o valor máximo previsto de reembolso ou prêmio pago em cada item coberto, para ver se atende as suas expectativas e necessidades.

Além de checar o que o seguro cobre, veja também o que ele não cobre. Isso mesmo. Há normalmente nas apólices uma seção chamada riscos excluídos do seguro viagem, com uma lista de situações em que você não poderá contar com a ajuda do seguro. Entre elas, geralmente constam participação em manifestações, catástrofes naturais e situações em que o próprio segurado se colocou em perigo.

erros seguro viagem

4. Não checar as referências da seguradora

Hoje existem dezenas de empresas que oferecem esta proteção, e um dos erros ao contratar seguro viagem é esquecer de avaliar sua credibilidade no mercado e entre os clientes que utilizaram o serviço. No entanto, só uma empresa confiável é capaz de oferecer, em uma emergência, o melhor suporte possível.

Há, portanto, alguns caminhos que você pode seguir para se certificar de que está contratando um plano de uma empresa realmente confiável. Estes são alguns indicativos que sempre consideramos:

  • Verifique a reputação da seguradora no Reclame Aqui;
  • Procure as avaliações completas das empresas feitas pela Equipe Seguro Viagem Pro no campo de busca do nosso site;
  • Consulte se a empresa é autorizada pela Susep (Superintendência de Seguros Privados);
  • Observe como a empresa se comporta nas redes sociais, como Facebook e Instagram, quanto à agilidade nas respostas e relacionamento com os clientes.

5. Não verificar as condições de atendimento

Mais do que ler os itens cobertos, também é necessário entender as condições de atendimento que precisam ser cumpridas e o que ele considera sinistro seguro viagem, para que a cobertura seja oferecida. Entre os mais frequentes erros ao contratar seguro viagem está na falta de atenção com os requisitos impostos.

Em muitos casos, a empresa simplesmente pode se negar a oferecer o reembolso ou a assistência se o cliente descumprir as regras básicas. Cada item possui limites e definições que devem ser cumpridos. Por exemplo: o que o seguro considera como acidente pessoal? A partir de quanto tempo o atraso de mala é considerado?

Se você não concorda com as condições, é preciso então procurar outros seguros e verificar o que atende você da melhor forma. É fundamental conhecer seus direitos e deveres como cliente.

6. Não comparar seguros

Comentamos acima que existem dezenas de seguradoras operando atualmente no mercado. Imagine então que cada uma delas oferece pelo menos cinco planos de proteção de viagem. Ou seja, temos centenas à nossa disposição. Isso é ótimo, mas é preciso comparar vários deles para não cair em um dos piores erros ao contratar seguro viagem.

Valores de cobertura

As coberturas variam muito de um plano para outro. Só de despesas médicas, você encontra desde 6 mil dólares até 250 mil dólares de reembolso. É uma diferença e tanto, que pode garantir um excelente atendimento ou uma imensa dor de cabeça com dívidas, por ter escolhido uma cobertura insuficiente.

Itens da apólice

Além dos valores que oscilam de plano para plano, há ainda uma grande variação entre os itens cobertos. Muitos seguros de boa qualidade não oferecem coberturas básicas e importantes, como seguro viagem para esportes, indenização em caso de cancelamento de viagem ou até mesmo traslado médico.

Dica

Uma dica valiosa para você ganhar tempo é utilizar o nosso comparador de seguros viagem, que permite colocar lado a lado até 4 planos. Assim, você consegue visualizar o que cada um oferece e chegar a uma conclusão. Conheça neste artigo as vantagens de usar um comparador de seguro viagem.

7. Não pesquisar preços

Você não tem ideia do quanto os valores de seguros viagem podem variar. Os mais baratos ficam em R$9 ou R$10 por dia de viagem, enquanto os mais caros podem custar R$80 ou R$120 por dia. Entre planos com o mesmo nível de cobertura, os preços também podem ser muito diferentes. E mais: eles mudam de acordo com a modalidade de compra, seja presencial, diretamente no site das seguradoras ou nos comparadores de seguros.

Pela nossa experiência, já vimos que na prática compensa muito mais utilizar ferramentas como nosso comparador de seguros viagemSeguros Promo, que agregam várias empresas e seus diversos planos em um mesmo lugar. Você economiza tempo, já que não é preciso consultar os sites de todas as empresas, e garante os melhores preços – mesmo considerando os sites das próprias seguradoras.

busca seguro viagem erros

8. Não fornecer as informações necessárias para a emissão da apólice

Omitir informações ou mentir nunca é uma boa ideia. Muita gente não inclui aquele país que faz fronteira com o destino principal e que incluiu no roteiro, deixa de marcar a opção quando o seguro pergunta se vai esquiar na neve, não conta para o seguro que tem uma doença preexistente ou que precisa de um seguro viagem gestante. Recomendamos que você, definitivamente, não siga por este caminho.

A quebra de confiança pode sair muito caro e, pior, colocar em risco a sua vida e de outros viajantes. As seguradoras são extremamente experientes e, durante uma emergência, a primeira coisa que eles conferem é se o fato ocorrido está coberto e devidamente informado no questionário de levantamento de informações. Se não estiver, não há nenhum auxílio ou cobertura. O cliente será informado e terá que arcar com o prejuízo ou o abandono em uma situação complicada, em outro país.

9. Não se informar sobre a obrigatoriedade de seguro viagem no destino

Vários destinos muito frequentes entre viajante brasileiros exigem o seguro viagem. Talvez o melhor exemplo sejam os 26 países europeus pertencentes ao Tratado de Schengen. Este acordo define que o viajante precisa ter um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros para garantir atendimento médico e repatriações. Nem sempre os agentes de imigração verificam este documento na entrada, mas se ele for solicitado e o viajante não o tiver, pode haver consequências. A mais grave, sem dúvida, é a deportação.

Há ainda algumas políticas diferenciadas em determinados países, como os que solicitam coberturas específicas, como um seguro viagem intercâmbio, ou que oferecem um seguro saúde obrigatório no próprio no aeroporto de entrada (cuidado, pois nem sempre estes planos cobrem imprevistos de viagem, mas apenas alguns cuidados básicos de saúde em emergências).

Portanto, são muitos países e as regras são muito específicas. Deste modo, indicamos que você pesquise sobre cada situação para não ser pego de surpresa. Veja a lista completa de países onde o seguro viagem é obrigatório.

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Recomendação Seguro Viagem Pro

Agora que você já conhece os erros mais comuns na compra de um seguro viagem, está preparado para buscar por uma proteção que além de atender suas necessidades, cumpra todos os pontos de atenção.

Independente da duração da viagem e se você vai ficar apenas no Brasil ou no exterior, a recomendação vale para todo mundo, mas especialmente quem pode exigir cuidados de saúde mais específicos. É o caso de gestantes, idosos, pessoas com doenças preexistentes, quem vai praticar esportes.

Como cotar seguro viagem?

Se existe alguma seguradora da sua confiança, você pode cotar o seguro viagem diretamente no site. Porém, recomendamos sempre que você também faça uma pesquisa nos sites comparadores. Para facilitar sua busca, desenvolvemos um comparador de seguros viagem, em parceria com o Seguros Promo, que também indicamos. Em ambos é gerada uma lista de planos para vários perfis de viajantes e ideais para seu destino.

Basta apenas inserir o continente ou o destino da viagem, as datas de ida e volta, dados básicos como nome, e-mail e telefone. Com isso, estes sites entregam uma lista personalizada e ainda podem oferecer toda a assistência necessária para você tirar dúvidas, não tem erro.

Ganhe desconto no seguro viagem

Viajar tranquilo não tem preço. Mas, além de barato, ainda pode ter desconto exclusivo. Quem utiliza nosso comparador de seguros viagem ou o Seguros Promo pode inserir o cupom SVP5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro. Para reduzir o valor final em mais 5%, totalizando 10% de desconto, basta realizar o pagamento com boleto bancário.

Esta é mais uma dica ótima que deixamos neste artigo, para você não cometer mais nenhum dos erros ao contratar seguro viagem. Aproveite!

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Luciana Andrade

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo