Seguro Viagem

Descubra 5 situações que custam mais que o seguro viagem

Há uma série de situações que custam mais que o seguro viagem e fazem desta proteção um item indispensável para qualquer viajante. Sempre destacamos este ponto aqui no Seguro Viagem Pro, e hoje é o dia de colocar na ponta do lápis o quanto você pode economizar ao fazer um plano com bons valores de reembolso.

COMPARADOR SEGURO VIAGEM

Faça uma cotação sem compromissos e conheça todas as opções disponíveis e preços de seguro para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

É interessante que até mesmo os mais básicos, que não pesam no orçamento da viagem, já garantem o pagamento de despesas altas e bem importantes. Tudo para que suas férias deixem apenas ótimas lembranças – e não um grande prejuízo. Continue a leitura e descubra algumas das situações que custam mais que o seguro viagem!

Principais situações que custam mais que o seguro viagem

Vamos começar com uma conta simples. Um seguro básico pode custar R$9 por dia de viagem. Portanto, se você vai passar 10 dias fora, um plano simples fica por apenas R$90 por pessoa.

Muita gente até pode pensar: “Ah, se não for obrigatório, como um país do Tratado de Schengen, Cuba ou Equador, não preciso contratar um seguro”. É exatamente nesta atitude em que é grande o risco de passar por um imprevisto e não ter como pagar as despesas decorrentes.

Veja então algumas das mais frequentes situações que custam mais que o seguro viagem, para você ter uma ideia do nível de economia.

1. Atendimento médico de emergência no exterior

Por sorte, no Brasil os cidadãos têm direito a um sistema público de saúde totalmente gratuito – que, embora nem sempre seja eficiente, torna os cuidados acessíveis a qualquer pessoa. No entanto, em países da Europa e especialmente nos Estados Unidos, a maior parte dos atendimentos é realizado pelo setor privado, que repassa altíssimos custos para os usuários.

Uma fratura no joelho que requeira uma intervenção cirúrgica com prótese custa nos Estados Unidos cerca de USD 50 mil (quase R$211 mil, na cotação do dia 27 de janeiro de 2020), para você ter uma ideia.

E quem terá este dinheiro disponível em uma emergência? Pouca gente. A conta é bem objetiva: vale muito mais pagar R$156,42 (10 dias de viagem) em um plano que reembolsa até USD 100 mil de despesas médicas e hospitalares do que arcar com uma despesa imensa em dólares, concorda? Um dos planos que oferece este valor é o Assist Card 100 Mundo com Franquia e que ainda é um seguro viagem com Telemedicina.

Saiba mais sobre o que é DMH, a famosa sigla que se refere às despesas médicas e hospitalares cobertas no seu seguro viagem.

2. Emergência odontológica no exterior

Outro bom exemplo de situações que custam mais que o seguro viagem está na assistência odontológica de urgência ou emergência, que costuma ser caríssima fora do Brasil.

Quem viaja para Londres e precisar de um dentista vai ter que desembolsar entre £22,70 (R$124,99) e £269.30 (R$1.492), dependendo da complexidade do caso.

Agora, se contratar um plano com ótimo custo-benefício, como o Assist Card 50 com Franquia e Telemedicina, terá o reembolso de despesas odontológicas de até USD 500 (£383), suficiente na maior parte dos imprevistos. E o plano custa apenas R$99,22 por 10 dias de viagem.

3. Reembolso de medicamentos receitados

Após um atendimento emergencial, não é raro que o médico receite alguns medicamentos para complementar os cuidados. E até nisso o seguro viagem pode ajudar, uma vez que a maioria reembolsa a compra de remédios até o limite estipulado na apólice no  item auxílio farmácia.

Coloque-se na seguinte situação: você está em Paris e a conta dá 30€ na farmácia. O valor do plano Affinity 60 Mundo (R$133,32 para 10 dias de viagem) é menor que o cobrado pelos remédios, inclui uma série de benefícios e devolve até USD 800 gastos em farmácia. Bem mais inteligente, não?

Faça uma cotação de Seguro de Viagem. Garantimos o melhor preço

Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro de viagem.

Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para o seu próximo destino.

FAZER COTAÇÃO »

4. Traslados

Traslado de corpo, repatriação sanitária e traslado médico são vários tipos de transporte que costumam estar incluídos em todos os planos. Estas são algumas das principais situações que custam mais que o seguro viagem. Bem mais.

Uma simples evacuação médica na América do Norte pode custar USD 25 mil, enquanto na Europa o valor é ainda maior, alcançando USD 50 mil.

Um plano como o Intermac 60 Prata sai por R$194,04 (10 dias de viagem à Europa), valor infinitamente menor do que qualquer traslado. Este plano específico garante até USD 40 mil para traslado de corpo e regresso sanitário, além de USD 60 mil se for necessário um traslado médico. É uma imensa economia!

5. Mala extraviada

Não poderíamos deixar de destacar, entre as variadas situações que custam mais que o seguro viagem, o seguro em caso de mala extraviada. Quando vale seu conteúdo? Veja uma estimativa:

  • 10 blusas simples – R$400;
  • 2 calças – R$300;
  • 1 saia – R$80;
  • 1 short – R$60;
  • 1 par de chinelos – R$30;
  • 1 par de sapatos – R$150;
  • Necessaire com cosméticos – R$200.

Fazendo a soma, o conteúdo vale pelo menos R$1.220. O plano Travel Ace 40 Especial Internacional (R$109,45 por 10 dias de viagem à Europa) paga uma indenização complementar de até USD 1.200 (R$5.111), que cobre com folga o conteúdo perdido.

situações que custam mais que o seguro de viagem

Recomendação Seguro Viagem Pro

Estes foram apenas alguns dos muitos exemplos de situações que custam mais que o seguro viagem. Ainda haveria muitas outras, envolvendo extensão de hospedagem em caso de necessidade médica, auxílio jurídico ou até mesmo indenizações por morte e invalidez.

No entanto, pensando além do dinheiro e dos prejuízos, a principal preocupação deve ser viajar com proteção e a garantia de que receberá a melhor assistência possível em caso de emergência. Este é o principal propósito de um seguro viagem e deste nosso artigo.

A equipe Seguro Viagem Pro também recomenda uma ferramenta bastante prática para você encontrar as melhores opções de planos para o seu destino e seu orçamento: o nosso comparador de seguro viagem. Ele lista os principais planos de acordo com o custo-benefício, permite comparar até 4 por vez e você ainda faz o processo completo da compra com a maior facilidade.

A gente conta como encontrar promoções de seguro viagem, confira!

Como cotar seguro viagem?

Seja nos sites das seguradoras ou no nosso comparador de seguros viagem – que é a melhor opção -, é bastante simples fazer uma cotação de seguro viagem.

  1. Insira os principais dados da sua viagem, como datas de ida e volta, número de passageiros, dados básicos de contato (as informações solicitadas dependem do site escolhido);
  2. Escolha entre as opções e, se estiver no nosso comparador de seguros, selecione até as 4 mais interessantes para analisar lado a lado;
  3. Priorize o seguro viagem que se encaixa no seu orçamento e, principalmente, o que cobre as suas necessidades específicas, em caso de ser idoso, ter alguma doença preexistente, estar gestante, seguro viagem para esportes ou quem viaja com crianças;
  4. Finalize o processo de compra com o pagamento;
  5. Aguarde o voucher chegar ao seu e-mail e imprima-o para ter sempre à mão na viagem.

Desconto no seguro viagem

Quem compra utilizando o nosso comparador de seguros ou no nosso parceiro, Portal Seguros Promo, tem uma vantagem exclusiva! Insira o código SVP5 para ganhar na hora 5% de desconto. Ao escolher finalizar o pagamento com boleto bancário, você recebe mais 5%, somando 10% de desconto total. Aproveite!

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Luciana Andrade

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo