Seguro Viagem

Entenda o que o seguro viagem cobre e o que não está incluído

Antes de viajar, existem várias providências a serem tomadas. Escolher o destino, comprar as passagens, planejar o roteiro, fazer as malas e outras tarefas. Entre tantos preparativos, no entanto, muita gente deixa para a última hora a contratação e a leitura da apólice, para saber o que o seguro viagem cobre de fato. Bastam alguns minutos para checar o contrato, que vão fazer toda a diferença caso você precise acionar a seguradora em uma situação de emergência.

COMPARADOR SEGURO VIAGEM

Faça uma cotação sem compromissos e conheça todas as opções disponíveis e preços de seguro para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

Neste artigo, você vai entender melhor a importância de conhecer seus direitos básicos de consumidor, assim como os itens incluídos e excluídos na maioria dos seguros de viagem. Confira.

O que o seguro viagem cobre de fato?

Para que a venda de um seguro viagem seja autorizada, é preciso cumprir algumas exigências. Quem regulamenta o setor é a Superintendência de Seguros Privados (Susep). Em 2014, o órgão emitiu a Portaria 315, que dispõe sobre regras e critérios deste produto.

O primeiro ponto é a própria definição do que é um seguro viagem. Ao ser contratado pelo viajante, ele tem como objetivo garantir aos segurados e beneficiários a assistência necessária de forma rápida. Ele pode ser acionado caso aconteça alguma situação de risco prevista na cobertura durante uma viagem a lazer, estudos ou negócios. Daí a importância de conhecer exatamente o que o seguro viagem cobre.

Em alguns casos, o auxílio prestado pode ser financeiro, garantindo que o viajante não precise arcar com gastos extras. A quantia é limitada ao valor contratado na apólice e pode ser paga tanto na forma de reembolso ao cliente quanto como pagamento direto a algum serviço que o segurado tenha utilizado, como uma consulta médica.

Itens obrigatórios no seguro viagem

Anteriormente, os itens obrigatórios incluíam apenas duas situações: invalidez por acidente e morte. Ou seja, não eram coberturas que atendiam diretamente os consumidores que precisavam contratar o serviço. Com a mudança na Susep, em 2014, aprovada pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), as apólices de seguro passam a cobrir mais serviços obrigatórios.

Portanto, para que um seguro viagem seja autorizado ele precisa oferecer pelo menos as coberturas básicas:

  • Despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas em viagem nacional ou internacional: consultas, exames simples e complexos, procedimentos hospitalares, internações em caso de acidente ou enfermidade súbita na viagem;
  • Traslado de corpo até o local de moradia do viajante, em caso de falecimento decorrente de doença ou acidente;
  • Regresso sanitário ao país de origem após a alta médica;
  • Traslado médico ou remoção em caso de emergência até o local de atendimento médico;
  • Morte em viagem;
  • Morte acidental em viagem;
  • Invalidez permanente total ou parcial por acidente em viagem.

É importante lembrar que esses itens são considerados como parte da cobertura básica em grande parte das seguradoras. Quando analisamos o que o seguro viagem cobre na maioria dos planos, constatamos que praticamente todos oferecem estes benefícios. O que é uma boa notícia, sem dúvida.

As regras valem para seguro internacional e nacional?

Não. O que o seguro viagem cobre em território nacionais consiste apenas em despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas decorrentes de acidente pessoal ou enfermidade súbita. Boa parte das seguradoras estipula que o viajante precisa estar a mais de 100 quilômetros de distância de seu domicílio, para que se caracterize uma viagem e possa ativar a cobertura.

Isso acontece porque muitos planos de saúde acabam tendo cobertura nacional e o consumidor pode usá-lo sem a necessidade de contratar outro serviço à parte. Saiba mais sobre seguro viagem nacional neste artigo.

O que o seguro viagem cobre como itens adicionais

A portaria da Susep também lista algumas proteções extras, consideradas facultativas para as seguradoras. No entanto, felizmente, grande parte dos planos que conhecemos também oferece estes itens, que são:

  • Extravio de bagagem, roubo, furto e bagagem danificada;
  • Cancelamento de viagem;
  • Regresso antecipado;
  • Funeral em caso de falecimento do segurado durante a viagem.

Outras coberturas extras

Nos últimos anos, a concorrência entre as seguradoras ficou mais intensa e as empresas começaram a tornar as proteções mais robustas, estendendo os serviços e comodidades. Hoje, portanto, o que o seguro viagem cobre vai muito além dos itens básicos estipulados pela Susep. Dependendo da empresa e do plano contratado, os seguros podem incluir:

Assistências médicas

  • Assistência médica por enfermidade preexistente que se manifeste durante a viagem;
  • Cobertura médica para a prática de esportes;
  • Cobertura médica para gestante;
  • Cobertura para idosos;
  • Organização de traslado para consulta;
  • Assistência emergencial via aplicativo no celular;
  • Fisioterapia.

Alguns itens podem ser prioritários, como o seguro viagem gestante, o seguro viagem para esportes radicais ou o seguro viagem para idosos. Atenção antes de contratar o plano, analisando as coberturas gerais, estas mais específicas e o preço que faça sentido no seu orçamento.

Auxílios em caso de emergência médica

  • Regresso de menor ou idoso desacompanhado, caso o adulto que o acompanhe na viagem seja hospitalizado;
  • Retorno do acompanhante;
  • Passagem aérea de ida e volta para um familiar caso o viajante que esteja sozinho seja hospitalizado;
  • Hospedagem de acompanhante ou familiar;
  • Convalescença em hotel;
  • Despesas extraordinárias por permanência forçada.

Assistências diante de imprevistos na viagem

  • Gastos por atraso de voo;
  • Assistência jurídica por acidente de trânsito;
  • Cancelamento de viagem total ou plus reason;
  • Interrupção de viagem;
  • Auxílio em caso de perda de documentos e cartão de crédito;
  • Concierge;
  • Reposição de passaporte;
  • Proteção à residência do viajante enquanto está ausente;
  • Seguro para animais de estimação.

Esses e outros serviços extras certamente são muito bem-vindos para dar ainda mais tranquilidade durante o período de viagem fora do país. Mas lembre que quanto mais itens, mais caro pode ficar o seu seguro viagem. Então, na maior parte das vezes, fica a seu critério incluir ou não na sua apólice.

Faça uma cotação de Seguro de Viagem. Garantimos o melhor preço

Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro de viagem.

Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para o seu próximo destino.

FAZER COTAÇÃO »

cobertura seguro viagem

Tire todas as suas dúvidas no nosso guia completo sobre o que é seguro viagem.

O que o seguro viagem normalmente não cobre

Um dos tópicos mais importantes quando vamos checar o que o seguro viagem cobre de verdade é o dos riscos excluídos. Todas as apólices trazem esta observação, então é importante conferir se alguma restrição poderá ter algum impacto na sua viagem. Os principais itens que não são cobertos envolvem as situações abaixo.

Exposição a riscos

  • Acidentes que tiverem sido causados pela não utilização de equipamentos de segurança;
  • Viagens em aeronaves ou embarcações sem autorização, assim como pilotos não habilitados;
  • Acidentes com veículo automotor conduzido por alguém sem habilitação;
  • Epidemias, endemias e pandemias declaradas pelo órgão de saúde ou governamental competente;
  • Erupções vulcânicas, inundações, alagamentos, vendavais, furacões, ciclones, tornados e granizo ou outro desastre natural;
  • Suicídio e mutilação voluntária ou premeditada;
  • Exposição a radiação nuclear ou ionizante, bem como o uso de material nuclear para quaisquer fins e explosões provocadas ou não;
  • Perdas e danos causados direta ou indiretamente por atos terroristas;
  • Atos ligados a perturbações de ordem pública: guerras, invasões, operações militares, revoluções, rebeliões, tumultos em geral.

Tratamentos médicos não emergenciais

  • Tratamentos clínicos eletivos ou de rotina;
  • Viagens com o objetivo de realizar exames e tratamentos médicos;
  • Tratamentos e procedimentos, assim como suas consequências, ligados a obesidade mórbida, doenças congênitas, fertilização, esterilização e mudança de sexo;
  • Doações ou transplantes de órgãos e tecidos;
  • Procedimentos não reconhecidos no código brasileiro de ética médica;
  • Hérnia e suas consequências, exceto se decorrer de acidente pessoal.

Onde encontrar a cobertura do seguro viagem

Quando realizamos a cotação utilizando o nosso comparador de seguros viagem ou no site Seguros Promo, eles geram uma lista de planos de acordo com as informações da viagem fornecidas. Nos resultados, é possível clicar em um plano e verificar a apólice completa.

O diferencial destas duas ferramentas é que você consegue selecionar de dois a quatro planos para compará-los ao mesmo tempo, como na imagem abaixo. Repare, na coluna à esquerda, todos os itens cobertos estão detalhados, com seus respectivos valores de reembolso. Clicando sobre o nome de cada um, você encontra uma explicação detalhada.

o que os seguros viagem cobrem

Outra vantagem destes comparadores, além de simplificarem a visualização de o que o seguro viagem cobre, é indicar aqueles com o melhor custo-benefício para o seu destino.

Recomendação Seguro Viagem Pro

  • Leia atentamente sua apólice de seguro de viagem antes e após a contratação. Destaque os itens mais importantes para você, o valor máximo de reembolso de cada um deles e se há alguma restrição na cobertura. Neste artigo, esclarecemos o que significa cada cláusula da apólice de seguro viagem;
  • Anote os telefones de emergência para acionar o seguro, e-mail e endereços de contato da empresa. Também faça cópias e guarde-as em locais diferentes na bagagem, para não ter qualquer problema caso precise utilizá-lo;
  • Guarde absolutamente todos os comprovantes de despesas que possam ser reembolsadas pelo seguro. Faça uma cópia e guarde com você, caso a empresa conteste a ocorrência;
  • Tire todas as dúvidas possíveis com seu corretor ou agente de viagem para entender um pouco mais sobre o que o seguro cobre. Além disso, procure saber como funciona o seguro viagem internacional em diferentes partes do mundo. Se tiver qualquer dúvida, pode acompanhar os nossos artigos sobre o tema.

Não deixe de ler as principais diferenças entre o seguro viagem e seguro saúde internacional.

Dica para comprar o seguro viagem com desconto

Agora que você já sabe o que o seguro viagem cobre é hora de escolher a opção que melhor atende suas necessidades. Ao escolher nosso comparador de seguros viagem ou o portal Seguros Promo, você encontra todas as informações detalhadas e ainda ganha desconto na compra.

Basta utilizar o cupom de desconto SVP5, exclusivo para os nossos leitores, e ganhar 5% de desconto na sua compra. Para somar mais 5% e totalizar 10% de desconto, opte pelo pagamento à vista com boleto bancário. Aproveite!

Andrea Côrtes

Andrea é jornalista que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Já se aventurou pelo Brasil, Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e trabalha em tempo integral com produção de conteúdo sobre morar na Europa, seguros de viagem e dicas de turismo.

Luciana Andrade

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo