Seguro Viagem

Assistência médica viagem: saiba como funciona esse serviço

Talvez um dos grandes benefícios de quem contrata um seguro viagem seja a garantia da assistência médica viagem. Para quem está em outro país, é fundamental ter esta referência a quem recorrer em uma emergência.

COMPARADOR SEGURO VIAGEM

Faça uma cotação sem compromissos e conheça todas as opções disponíveis e preços de seguro para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

A maioria dos planos oferece uma assistência médica em viagem. Ela inclui acompanhamento inicial em português, atendimento sem custo extra em hospitais conveniados e até o reembolso do valor gasto em medicamentos.

Bom demais para ser verdade? Sim. E, de fato, é assim que funciona na prática. Para saber tudo sobre a assistência médica viagem, siga na leitura e confira:

  • Por quê é importante contar com esta cobertura em outros países;
  • Como acionar este serviço;
  • Como é realizado o atendimento de emergência;
  • Onde encontrar seguros viagem com a melhor assistência médica em viagem.

Por quê a assistência médica viagem é importante

Há pelo menos quatro motivos principais para contratar um seguro viagem e ter este serviço garantido quando você estiver a quilômetros de casa.

O atendimento nem sempre é garantido a estrangeiros

Via de regra, se há uma emergência com um turista brasileiro em outro país, não lhe será negado atendimento. No entanto, pode ser que o não seja eficiente o bastante em uma emergência ou que seja dificultado o acesso a estrangeiros, até mesmo devido a obstáculos na comunicação. Pode ainda custar muito caro ser atendido em um sistema de saúde pública no exterior.

Há exceções, é claro. Países com acordos bilaterais com o Brasil garantem o atendimento médico idêntico aos cidadãos locais, como Cabo Verde, Portugal e Itália. Para ter este direito garantido, no entanto, é preciso que o brasileiro tenha um Certificado de Direito à Assistência Médica, mas é preciso cumprir alguns requisitos e solicitá-lo com antecedência. Veja se o CDAM substitui seguro viagem neste artigo.

Altos custos dos procedimentos médicos

Os custos com saúde costumam ser altos em outros países, especialmente se a conversão for do real para dólares ou euros. Ainda que o viajante brasileiro seja recebido em um hospital público em outro país, nem sempre isso significa que os serviços sejam gratuitos. Consultas podem até custar pouco, mas internações, cirurgias, exames e outros procedimentos podem alcançar quantias astronômicas.

Até mesmo o Ministério das Relações Exteriores, em um artigo sobre saúde do viajante, fala da importância de contratar um seguro e garantir a assistência médica viagem. Faça  a cotação do seu seguro no nosso comparador de seguro viagem e conheça os preços.

Pesquisamos no site Euro Dicas os custos de serviços de saúde na Europa e em outros países que são destinos frequentes de brasileiros. Os valores médios mais altos são dos Estados Unidos:

Diária em um hospital:

  • Estados Unidos: USD 5.220;
  • Nova Zelândia: USD 2.142;
  • Austrália: USD 765;
  • Espanha: USD 424.

Apendicectomia (apêndice):

  • Estados Unidos: USD 15.930;
  • Reino Unido: USD 8.009;
  • Suíça: USD 6.040;
  • Austrália: USD 3.314.

Planos de saúde brasileiros podem não ter validade no exterior

Sempre é recomendável confirmar se o plano de saúde que o viajante já utiliza no Brasil pode ser acionado no destino, seja em outro estado ou no exterior. Alguns até oferecem uma extensão da cobertura para atendimento internacional, mediante o pagamento de um valor adicional.

Mas ressaltamos que, mesmo assim, é quase certo que o plano não irá cobrir custos relativos ao traslado médico, traslado de corpo em caso de falecimento do segurado ou indenizações, seja por morte ou invalidez.

Faça uma cotação de Seguro de Viagem. Garantimos o melhor preço

Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro de viagem.

Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para o seu próximo destino.

FAZER COTAÇÃO »

Alguns viajantes requerem assistência médica viagem especial

Você já se perguntou por quê existem tantos planos diferentes de seguro viagem? Porque cada cliente pode ter uma necessidade específica, que varia de acordo com o momento da vida, o destino de viagem e outras variáveis.

Idosos, por exemplo, requerem valores mais altos de reembolso e coberturas mais amplas, que atendam inclusive a emergências decorrentes de condições ou doenças preexistentes. Saiba tudo sobre o seguro viagem para idosos aqui.

O mesmo raciocínio se aplica a gestantes, e é preciso estar atento ao período limite da gravidez atendido pelo plano. Quem vai incluir a prática de esportes no roteiro de viagem certamente deve conferir este item na apólice e atentar para o auxílio farmácia e o  reembolso de fisioterapia.

Como o seguro pode auxiliar com a assistência médica viagem

A assistência médica em viagem pode ser acionada assim que ocorrer a emergência. A  maioria das empresas oferece atendimento em português, o que faz toda a diferença. Entenda aqui o que é sinistro seguro viagem.

O canal de comunicação mais confiável e rápido é o telefone da central de atendimento da seguradora. É preciso que o viajante ou outra pessoa responsável entre em contato, informe o número do voucher do seguro, o local onde se encontra e o que aconteceu.

A seguradora normalmente indica uma destas três orientações:

Informa ao viajante a clínica ou o hospital conveniado mais próximo

O segurado pode se dirigir até lá, e a própria seguradora faz o contato com a equipe de atendimento sobre a chegada do paciente. Isso facilita a assistência médica viagem. Todos os procedimentos, como consultas e exames, serão realizados sem que exigir nenhum pagamento adicional.

O Fábio, do blog Dicas Nova York, fez um mochilão para o leste Europeu e teve um princípio de pneumonia na Áustria. Ele contou como entrou em contato com a seguradora e a atendente explicou o procedimento por telefone. Foi orientado a ir até uma clínica particular indicada por eles, o médico o examinou e receitou medicamentos. A consulta mais o valor dos medicamentos custou 900 euros – quase todo o valor que tinha previsto para o seu mochilão.

Garante reembolso do atendimento de livre escolha

Há emergências em que não é possível entrar em contato com a seguradora. Por exemplo, se o viajante estiver incomunicável ou em estado grave.

Neste caso, será encaminhado ao atendimento mais próximo não conveniado, por prestadores de serviços à livre escolha – desde que legalmente habilitados. Em até 24 horas, deve entrar em contato com o seguro viagem para avisar a ocorrência e seguir as orientações. O viajante precisará pagar tudo do próprio bolso, guardar todos os comprovantes e solicitar o reembolso à seguradora. O valor é limitado àquele contratado para a respectiva cobertura.

Para quem vai à Europa, recomendam-se os planos com reembolso de despesas médicas e hospitalares (DMH) mínimo de 35 mil euros, para uma assistência médica viagem básica. Nos Estados Unidos, onde são exorbitantes os valores de atendimentos de saúde, vale contratar um seguro viagem com DMH de pelo menos 50 mil dólares.

Para saber mais sobre os valores recomendados e melhores planos, consulte nossos artigos sobre o Seguro Viagem Europa e Seguro Viagem Estados Unidos.

Ou a seguradora envia um médico ao hotel

É prudente entender todos os termos da apólice e verificar se há benefícios como este. Alguns seguros permitem que a assistência médica viagem seja realizada no próprio hotel, caso o segurado esteja impossibilitado de ir até um hospital.

Gabe Britto, do blog Insider Praga, relatou sua experiência, quando sua esposa ficou doente em uma viagem. A seguradora fez perguntas para entender a situação e enviou um médico ao local em poucas horas. Foram realizados exames clínicos, prescritos medicamentos e o tratamento ainda seguiu por mais uma semana. Tudo com a assistência médica viagem do seguro. Saiba tudo sobre o seguro viagem para Praga aqui.

Onde encontrar um seguro com assistência médica viagem

A resolução da Susep (Superintendência de Seguros Privados) definiu, em 2014, que a cobertura de despesas médicas e hospitalares em viagens ao Brasil e ao exterior é obrigatória. Portanto, todos os seguros viagem devem oferecer a assistência médica viagem.

Mas é preciso contratar um plano de uma empresa confiável, para garantir ao máximo a eficiência e qualidade do atendimento.

Nossa dica é utilizar o nosso comparador de seguros, uma plataforma desenvolvida pela Equipe Seguro Viagem Pro. Basta digitar as informações básicas de sua viagem para gerar uma lista com vários planos de empresas renomadas, iniciando pelo melhor custo-benefício.

Outra alternativa inteligente é fazer a cotação no Portal Seguros Promo, site comparador no qual confiamos e recomendamos aos nossos leitores. Com apenas R$10 por dia de viagem, você já contrata um seguro para a Europa. Vale muito a pena investir na sua tranquilidade.

Desconto para os nossos leitores

Os leitores Seguro Viagem Pro podem utilizar o nosso cupom de desconto SVP5 para pagar 5% menos no seu seguro, tanto no nosso comparador de seguros quanto no portal Seguros Promo. Só não vale abrir mão da assistência médica viagem!

Luciana Andrade

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo