América CentralSeguro Viagem

Seguro viagem Costa Rica é obrigatório? Entenda antes de contratar

Conhecida principalmente pelo ecoturismo e turismo de aventura, a Costa Rica tem atrações turísticas que vão de praias paradisíacas a reservas florestais e vulcões – ou seja, muita natureza pra se aventurar. Mas além do espírito aventureiro, para visitar o país tem outro item que não pode faltar na mala: o seguro viagem Costa Rica. Confira tudo que precisa saber para escolher o melhor seguro para uma viagem tranquila ao país.

Seguro viagem Costa Rica é obrigatório?

Não, o seguro viagem Costa Rica não é mais exigido. Até abril de 2022, a Costa Rica exigia seguro médico para viajantes não vacinados contra a Covid-19 e um certificado de vacinação para os que já estivessem vacinados.

Desde então, a exigência foi revogada e não há mais obrigatoriedade de ter um seguro viagem Costa Rica, mas continua sendo altamente recomendável viajar com um – além de ter as vacinas em dia, claro. Assim como recomendamos o seguro viagem América Central para todos os países da região.

De obrigatório mesmo, no entanto, a Costa Rica tem uma lista de apenas 3 itens. São eles: passaporte válido por pelo menos 6 meses, comprovante de passagem de volta e certificado internacional de vacina contra a febre amarela, que é exigido para brasileiros.

Por que contratar seguro de viagem para a Costa Rica?

As razões são várias, primeiramente, o seguro viagem Costa Rica vai te resguardar de despesas inesperadas. Quando falamos disso, nos referimos principalmente à saúde: em caso de acidente, mal-estar e outros problemas de saúde que podem chegar de surpresa, a cobertura para despesas médicas e hospitalares (DMH) do seguro viagem Costa Rica irá arcar com suas necessidades.

Na Costa Rica, afinal, dois fatores precisam ser considerados quando falamos de saúde e bem-estar. O primeiro é que turistas não têm direito à gratuidade do sistema de saúde local, que é oferecido pela Casa Costarricence de Seguro Social (CCSS).

Se você for a um dos hospitais públicos ou postos de saúde do país, portanto, você só pode ser atendido de duas formas: pagando pelo serviço antecipadamente, em caso de um problema pouco urgente, ou pagando posteriormente, em caso de acidentes.

O segundo fator é que, num destino repleto de oportunidades de aventura e atividades de risco com a Costa Rica, melhor prevenir-se do que remediar. Afinal, você não vai querer curtir uma tirolesa na reserva da Floresta Nublada de Monteverde, surfar as grandes ondas da praia de Dominical ou fazer rafting ou rapel sem a segurança de uma assistência médica a qualquer imprevisto.

Levando em consideração que a Costa Rica é um destino com aproximadamente 25% do território destinado a áreas de proteção ambiental – e você provavelmente não vai querer perder o prazer de conhecer algum desses parques –, melhor poder curtir a viagem sem medos ou preocupações desnecessárias, né?

Coberturas recomendadas no seguro viagem Costa Rica

Assim como são muitas as opções de seguros, também são muitas as coberturas que você pode ter no seguro viagem Costa Rica de sua escolha. É por isso que listamos as coberturas que não podem faltar na sua apólice, assim como os valores mínimos recomendados. Confira!

Despesas Médicas e Hospitalares (DMH)

Como comentamos anteriormente, este é o item mais essencial do seu seguro viagem Costa Rica. Sem ele, afinal, você não terá cobertura a custos relacionados a consultas, exames e possíveis emergências.

Para viajantes convencionais, a cobertura mínima deve ser de 30 mil dólares – um valor suficiente para cobrir eventuais despesas.

Já para viajantes que precisam de mais cuidados com a saúde e podem necessitar de atendimentos mais complexos, como idosos e gestantes, o recomendado é que essa cobertura seja de, no mínimo, 50 mil dólares.

Despesas médicas para Covid

Embora pouco mais de 80% da população costarriquenha esteja totalmente vacinada de acordo com o “Our World in Data”, nunca sabemos como uma possível infecção de coronavírus poderá nos afetar.

Portanto, um dos itens mais recomendados para seu seguro viagem Costa Rica é o que diz respeito às despesas médicas para Covid.

Novamente, para viajantes que não precisem de cuidados especiais, uma cobertura mínima de 10 mil dólares já deve bastar. Já para pessoas que fazem parte de algum grupo de risco, o indicado é de uma cobertura de 20 mil dólares ou mais.

Traslados e repatriamento

Como são muitos os passeios e aventuras que você pode viver na Costa Rica, é válido lembrar que muitas das suas atividades no país acontecerão longe dos centros urbanos. Por isso, é extremamente válido contar com a cobertura de traslado médico e regresso sanitário.

O primeiro item garante o transporte do viajante segurado do local solicitado até o serviço médico mais próximo para ser atendido. Para esse item do seguro viagem Costa Rica, o ideal é ter uma cobertura de, no mínimo, 10 mil dólares.

Já para o segundo item, o repatriamento, também conhecido como regresso sanitário, a recomendação é de 30 mil dólares. Esse item vai garantir o transporte do segurado até o destino de origem – no caso o Brasil – caso o voo comercial não seja uma opção.

Por fim, o traslado de corpo, item essencial no seguro viagem, garante o transporte dos restos mortais em caso de morte durante a viagem. Para este item a recomendação também é USD 30 mil.

Cobertura médica para prática de esportes

Viajantes que procuram a Costa Rica costumam estar em busca de aventuras. Para esses perfis, recomendamos fortemente a contratação de um seguro viagem Costa Rica com cobertura para a prática de esportes.

Mas atenção: há seguros nos quais esse tipo de cobertura não está incluída entre as despesas médicas e hospitalares (DMH), então, antes de contratar um plano, confirme se a cobertura em questão está garantida ou se deve ser contratada como um extra.

Turista caminha por uma ponte suspensa no meio da floresta nublada de Monteverde, na Costa Rica
O seguro viagem Costa Rica não é mais obrigatório, mas vale contratar um plano pra poder curtir o destino com tranquilidade

Para ter uma boa cobertura médica para a prática de esportes a recomendação é de que a DMH seja de 30 mil dólares ou mais.

Seguro de bagagem

Saindo de São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília, a maioria dos voos para a Costa Rica inclui uma escala no Panamá. Esse fator torna ainda mais essencial a contratação do seguro bagagem no plano.

Isso porque viagens que incluem conexões e paradas em outros países sempre aumentam os riscos de uma mala ou outra se perder pelo caminho.

Com o seguro bagagem, no entanto, a dor de cabeça diante de uma bagagem extraviada costuma ser menor, já que o próprio seguro entra em contato com a companhia aérea e também indeniza o viajante segurado.

Quanto custa o seguro viagem para Costa Rica?

Agora vamos dar uma conferida nos valores do seguro viagem Costa Rica? Realizamos uma cotação por meio do comparador do Seguro Viagem Pro considerando tanto despesas médicas e hospitalares como cobertura para prática de esportes, além do seguro bagagem.

A cotação realizada em 22 de junho de 2022 com base em uma viagem com duração de 10 dias para a América Central.

CoberturasIta 30 Smart MundoTravel Care 30 Basic +Covid-19Coris 60 VIP +Covid-19Assist SV 60 Latam Covid-19 10
Despesas médicas e hospitalares (DMH)USD 30 milUSD 30 milUSD 60 milUSD 60 mil
DMH por CovidNãoUSD 10 milUSD 30 milUSD 10 mil
Traslado médicoNãoUSD 50 milUSD 60 milUSD 1.200
Regresso sanitárioUSD 5 milUSD 50 milUSD 60 milUSD 60 mil
Cobertura médica para prática de esportesUSD 1.500USD 30 milUSD 60 milUSD 6 mil
Cobertura médica para gestanteNãoUSD 30 milUSD 60 mil até 45 anos e 32 semanasDentro DMH (por evento) até 32 semanas e 40 anos
Seguro de bagagem extraviadaUSD 250 (Complementar)USD 1 milUSD 1 milUSD 1.200 (Complementar)
ValoresR$ 154,21R$ 233,64R$ 377,76R$ 397,74

Qual o melhor seguro viagem Costa Rica?

Definitivamente o melhor seguro viagem Costa Rica é aquele que tem mais a ver com o seu perfil de viajante, então nada de contratar um seguro genérico.

Claro, algumas coberturas são básicas para qualquer viajante. Então, antes de tudo, não se esqueça que seu seguro viagem precisa incluir despesas médicas e hospitalares (DMH), traslado médico, traslado de corpo e regresso sanitário.

Depois, para escolher os outros itens que precisam estar no seu seguro viagem Costa Rica, leve em consideração algumas perguntinhas como:

  • Sou idoso, ou seja, tenho 60 anos ou mais?
  • Estou gestante?
  • Faço parte de algum grupo de risco, ou seja, sou portador de alguma doença crônica, como diabetes, hipertensão ou asma?
  • Vou praticar alguma atividade esportiva mais arriscada, que normalmente está relacionada ao contato direto com a natureza, como surfe e escalada, entre outros exemplos?
  • Vou levar itens de muito valor na minha bagagem?

Essas perguntas vão nortear sua escolha para algumas coberturas que precisam estar incluídas no seu seguro viagem Costa Rica. Por exemplo: se você faz parte de algum grupo de risco, melhor contratar uma cobertura de 50 mil dólares pra cima para despesas médicas e hospitalares (DMH).

Até mesmo o que você pretende levar na mala vai definir o valor mínimo do seguro bagagem que você vai querer contratar. Antes de escolher a proteção confira também o ranking de melhor seguro viagem América Central.

Como comprar o seguro viagem Costa Rica?

Os comparadores de seguro viagem são os melhores aliados de quem vai contratar a proteção. Isso porque, por meio deles, você consegue encontrar planos com diferentes vantagens, filtrar as opções de acordo com suas necessidades e compará-las com facilidade.

Entre os comparadores, recomendamos especialmente o Seguros Promo e a Real Seguro Viagem. Com qualquer um dos comparadores você terá acesso a planos básicos e completos com excelente custo-benefício para uma viagem com toda a proteção que você precisa.

Recomendação Seguro Viagem Pro

Vamos lá! Primeiramente, se você pode ser considerado um viajante convencional – ou seja, não se encaixa em grupos como os de idosos ou gestantes –, o seguro viagem Costa Rica mais indicado pra você é o Travel Care 30 Basic +Covid-19, da Travel Care.

Caso você decida fazer atividades que envolvem riscos considerados altos, como rafting ou tirolesa, saiba que com o plano da Travel Care você também poderá contar com uma cobertura de 30 mil dólares – suficiente pra não se aventurar totalmente desprotegido e curtir a viagem com mais tranquilidade.

Agora, se você faz parte de grupos de risco ou pretende se aventurar ilimitadamente, o plano ideal é o Coris 60 VIP +Covid-19, da Coris. Além da DMH por Covid e o traslado médico possuírem valores robustos, o destaque para o plano da Coris também vale para o seguro bagagem. No caso, a cobertura é de mil dólares livres, ou seja, você recebe o valor independentemente da indenização oferecida pela companhia aérea caso sua mala seja extraviada.

Já no caso da concorrência, o seguro bagagem é complementar, ou seja, a seguradora complementa o valor pago pela companhia aérea até chegar aos 1.200 dólares indicados como cobertura mínima.

Ganhe desconto no seguro viagem

Sabia que, se você contratar o seu seguro viagem Costa Rica por meio do nosso comparador ou do Seguros Promo, você pode garantir até 10% de desconto?

Isso mesmo! Use o nosso cupom SVP5, exclusivo para leitores do Seguro Viagem Pro, e ganhe 5% de desconto na hora da compra. Pagando via Pix ou boleto bancário, ademais, você consegue mais 5% de desconto e já faz as malas sabendo com a proteção mais econômica garantida. Boa viagem!

Dicas para sua viagem:
  • Ainda não contratou o seguro viagem?

    No Seguros Promo você encontra planos de seguro viagem para todos os destinos. São mais de 10 seguradoras disponíveis com os melhores preços.

  • Quer internet no celular em todos os lugares?

    Com o chip internacional da America Chip, você se mantém conectado em todos os momentos da viagem, com internet ilimitada e cobertura em mais de 200 países.

  • Quer viajar sem se preocupar em trocar dinheiro?

    Com o cartão Wise você pode viajar para mais de 80 países e pagar todas as despesas com o melhor câmbio e as menores taxas.

Compartilhe

Renata Losso

Paulistana de mão-cheia, Renata leva o multiculturalismo na bagagem e já morou na Espanha e em Santiago do Chile – onde descobriu que as empanadas chilenas são melhores que as argentinas, sem dúvida. Em São Paulo, estudou Jornalismo e Letras e diariamente conta com uma certeza e um aprendizado: é melhor sempre sair de casa com um caderninho, uma caneta e um livro recém-começado e, definitivamente, nada substitui uma boa experiência de carne e osso, por isso é sempre melhor prevenir-se. Se quiser saber um pouco mais sobre sua trajetória, conheça seu perfil no LinkedIn.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo