Dicas de Viagem

Relato de viajantes que tiveram que acionar seguro viagem

Por mais que planejamos uma viagem nos mínimos detalhes, ninguém está livre de sofrer algum tipo de acidente, ter alguma enfermidade ou até mesmo algum mal-estar. E quando esse contratempo resolve aparecer é bom saber que o seguro viagem vai ser sua melhor saída. Para escrever este artigo, fomos em busca de relatos de viajantes que tiveram que acionar seguro viagem e compartilharam suas experiências.

Relatos de viajantes que precisaram acionar seguro viagem: veja como foi a ação das seguradoras

Por mais que planejemos tudo nos mínimos detalhes, imprevistos estão suscetíveis de acontecer com qualquer pessoa. Nós buscamos relatos de viajantes que tiveram que acionar seguro viagem e descreveram suas experiências com o atendimento de diferentes seguradoras.

Faça uma cotação de Seguro de Viagem. Garantimos o melhor preço

Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro de viagem.

Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para o seu próximo destino.

FAZER COTAÇÃO »

Aliás, buscar esse tipo de relato nos blogs de viagem e também nos portais de reclamações é importante para saber em qual seguradora vale a pena contratar o seu seguro viagem.

Experiência com a GTA

Luísa Salviano, uma amiga do mestrado, me contou recentemente sua experiência com a seguradora GTA após ter sua bagagem extraviada. Ao chegar na Itália, descobriu que a bagagem havia ficado em Madrid.

“Precisei acionar seguro viagem e a GTA disse que entraria em contato com a companhia aérea, e que eu teria reembolso daquilo que fosse necessário comprar enquanto (e se) a bagagem não chegasse. Comprei roupas e itens de higiene pessoal para conseguir me virar durante 4 dias. A bagagem chegou, mas a seguradora me disse que só iria reembolsar mediante apresentação dos comprovantes de pagamento das compras e que eu deveria enviá-las por correio. Como o tempo da viagem era de 2 meses, não foi possível enviar os comprovantes. A GTA me atendeu e me orientou bem, mas infelizmente era inviável passar por esse procedimento burocrático após todo estresse causado”.

Veja nossas dicas para planejar sua Eurotrip.

Experiência com a Assist Card

A Luísa Ferreira, do Janelas Abertas, relatou suas experiências com a seguradora Assist Card durante uma viagem para os Estados Unidos e outra para a Inglaterra.

Estados Unidos

“Depois de algumas semanas nos EUA, tive um mal estar estomacal. Como o incômodo demorou a passar, acionei o seguro e fui até a clínica que me indicaram. O atendimento foi rápido e não precisei pagar nada. A médica que me atendeu passou alguns remédios e requisitou uns exames para averiguar a causa do incômodo. Liguei para o plano para marcar os exames e me direcionaram a um laboratório, mas acabei não fazendo, porque os remédios fizeram efeito e eu estava indo de uma cidade pra outra. O pessoal da Assist Card foi bem atencioso e me ligou várias vezes para dar prosseguimento ao caso e, no final, perguntar se estava tudo bem. ”

Inglaterra

“Em Londres, fiquei com garganta inflamada. Para ter certeza disso e para conseguir uma receita de antibiótico, liguei pra Assist Card e pedi para ver um médico. Tive um pouco de dificuldade para marcar uma consulta, mas depois de algumas horas de espera me orientaram a ir numa clínica que fica dentro de uma estação de trem, com fácil acesso de metrô a partir de onde eu estava hospedada. Chegando lá, fui atendida imediatamente e também não precisei pagar nada. O médico me passou antibiótico, que comprei na própria estação, e depois de alguns dias me senti melhor. ”

Saiba como contratar um seguro viagem internacional barato.

Experiência com a Travel Ace

O Thiago Khoury do Rodei, relatou que nunca precisou acionar o seguro viagem da Travel Ace, mas contou a experiência vivenciada pelo seu primo em Bariloche – Argentina.

“Ele precisou acionar o seguro no penúltimo dia de viagem, que foi quando ele descobriu, da melhor forma possível, que a Travel Ace tinha um centro hospitalar próprio em Bariloche, focado em atendimento de turistas em estações de ski. De acordo com ele o atendimento foi totalmente realizado neste hospital, em quarto próprio. ”

Saiba tudo sobre o seguro viagem para Bariloche aqui.

Eu também já precisei acionar seguro viagem da Travel Ace durante minha viagem pelo México. Minha experiência pode ser lida neste artigo sobre o melhor seguro viagem para o México.

relato de viajante que precisou acionar seguro viagem

Experiência com a Word Nomads

Filipe Morato do Alma de Viajante contou sua experiência com a World Nomads. Depois de algumas trocas de e-mail e apresentação de alguns comprovantes e documentos, o blogger afirmou que não troca essa seguradora por nada.

“Estava no Uganda quando soube que o meu sogro tinha sido hospitalizado. Decidi voltar imediatamente a Portugal e comprei um voo de regresso da KLM para o próprio dia, do vizinho Ruanda para Portugal. Era caríssimo, mas na altura nem pensei no dinheiro.

Já em casa, contactei os serviços da World Nomads por e-mail, apresentando a situação e solicitando o reembolso da despesa, já que as despesas extras com eventuais regressos antecipados em virtude de morte ou hospitalização de um familiar próximo estão cobertas pela apólice.

Em suma, da World Nomads só tenho a dizer bem: foram profissionais e exigentes, além de céleres, justos e transparentes, e não inventaram desculpas para não pagar. Continuarão a ter em mim um cliente fiel sempre que precisar de um seguro de viagem. ”

Está convencido que é preciso um seguro viagem? Faça já sua cotação e viaje protegido.

Qual o motivo de contratar um seguro viagem?

Depois de ler os relatos acima, fica claro o quanto é importante, mas vamos listar para reforçar. São vários os motivos para o qual você deve colocar a contratação do seguro viagem como um item prioritário no seu planejamento. Listamos os dois principais:

1. Obrigatoriedade

O seguro viagem é um documento obrigatório para entrar em diversos país. Na Europa, por exemplo, é necessário apresentar seguro ao passar pela imigração. Os países do Espaço Schengen, ainda exigem uma cobertura médica e hospitalar mínima de 30.000€ (30 mil euros). Além deles, a Islândia, Suíça e Noruega, que apesar de não fazem parte desse espaço, compartilham as mesmas regras.

Na América Latina, por exemplo, Cuba, Venezuela e Equador também fazem a exigência do seguro viagem. Em Cuba, a cobertura mínima da DMH deve ser de US$ 10.000 (10 mil dólares). Na Venezuela, US$ 40.000 (40 mil dólares). Já o Equador exige o documento, mas não estipula uma cobertura médica e hospitalar mínima.

Leia também nosso artigo sobre qual seguro viagem escolher.

2. Sistema de saúde no exterior é caro

Se não existir um acordo bilateral entre o Brasil e o país de destino, você não poderá ter acesso ao serviço público de saúde caso aconteça algum imprevisto. Atualmente, o Brasil possui um acordo com a Itália, Portugal e Cabo Verde, onde o Ministério da Saúde emite um seguro saúde chamado PB4 ou IB2. Fique atento, pois esse documento não é um seguro viagem. Entenda se é melhor contratar seguro viagem ou PB4 aqui.

Caso não tenha contratado o seguro viagem, além de utilizar o serviço privado, você terá que desembolsar um bom dinheiro para uma simples consulta emergencial. Pior, se sofrer alguma fratura, precisar de uma internação ou até mesmo uma cirurgia, certamente você voltará da sua viagem com uma dívida alta.

Faça a cotação do seu seguro viagem na nossa calculadora de seguros, garantimos aos leitores do Seguro Viagem Pro os melhores preços nos melhores planos.

Como acionar seguro viagem?

Já ficou convencido de que a contratação do seguro viagem é de extrema importância, certo? Com o seguro, você viaja com tranquilidade e pode evitar maiores dores de cabeça e no bolso.

Ao contratar o serviço, você receberá a apólice do seguro por e-mail e alguns números de telefone para emergência. Ademais, muitas seguradoras disponibilizam aplicativos e até mesmo um atendimento por WhatsApp, o que facilita bastante o contato caso precise acionar seguro viagem. Para complementar, você ainda terá uma assistência técnica e muitas vezes, até o próprio atendimento médico na nossa própria língua.

Portanto, qualquer contratempo – seja médico, bagagem extraviada, perda de documentos, assistência jurídica, auxílio farmacêutico, entre tantos outros imprevistos -, basta acionar seguro viagem e receberá todas as orientações necessárias. E o melhor, não precisará se preocupar com a conta final.

Saiba como escolher o melhor seguro viagem.

Onde contratar o seguro viagem

Nós sempre recomendamos o uso da nossa calculadora de seguros. Nela, você responde a 5 perguntas sobre a sua viagem e dados pessoais e nós do Seguro Viagem Pro ajudamos você a encontrar o plano ideal para o seu destino e para o seu bolso, vale a pena!

Se preferir, você pode também utilizar um site comparador de seguro viagem. Esses tipos de sites possuem parcerias com diversas seguradoras e apresentam ótimos preços. Além disso, são boas opções para visualizar e comparar os diferentes planos e coberturas que eles oferecem. Entre os sites comparadores disponíveis no mercado, o que mais utilizamos e confiamos é o Seguros Promo.

Outra forma de contratar o seguro viagem é diretamente com as seguradoras. Nesse caso, descubra quais são as melhores seguradoras no nosso ranking.

Lívia Tostes

Lívia Tostes é jornalista e vive em Portugal, onde cursa o Mestrado em Comunicação Política pela Universidade do Porto. É apaixonada por gastronomia, fotografia e cinema - especialmente o cinema brasileiro. Viajar sozinha para conhecer novas culturas é seu hobby favorito.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo