CoberturasSeguro Viagem

Conheça 5 viajantes que precisaram acionar o seguro viagem

Ao fazer o planejamento de uma viagem, muitas pessoas se questionam da necessidade de contratar um seguro, mas se analisar com cuidado, vai perceber que questionamento é um erro. Neste artigo, apresentamos relatos de viajantes que precisaram acionar seguro viagem para te provar que imprevistos acontecem com qualquer pessoa e nas mais variadas situações.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para sua viagem. Em parceria com o Seguros Promo, garantia do melhor preço.

Experiência de viajantes que precisaram acionar o seguro viagem

Escorregar, ter intoxicação alimentar, pegar Covid, ter a mala danificada, enfrentar uma dor de dente, ter a mala extraviada ou danificada são apenas alguns exemplos do que pode acontecer durante uma viagem.

Conversei com alguns viajantes que me contaram alguns imprevistos que tiveram que enfrentar no exterior e também trouxe a minha experiência ao ter que acionar seguro viagem.

Covid-19 no Uruguai

Em janeiro de 2022, a Tathi Almeida, de Pernambuco, estava em Montevidéu quando começou a desenvolver os sintomas leves de Covid-19. Como havia contratado o seguro viagem Uruguai pela Porto Seguro, logo acionou a seguradora e recebeu as orientações para ser atendida em um centro médico próximo à Universidade de Montevidéu, nas redondezas de onde estava hospedada.

Selfie de mulher
A maioria das seguradoras oferece planos com cobertura para Covid-19

Segundo ela, a seguradora ofereceu um atendimento rápido por telefone, mas ao chegar no centro médico, sentiu a recepcionista um pouco confusa. Então, Tathi logo colocou o próprio atendente da Porto Seguro para conversar com a recepcionista e resolver a situação. Já o atendimento médico, Almeida diz que foi muito bem atendida pela profissional de saúde.

Para confirmar a Covid-19, foi solicitado um teste antígeno, o qual a própria Porto Seguro se responsabilizou pelo pagamento. Após o resultado positivo, a viajante foi medicada e precisou ficar em isolamento, mas mesmo após esse período, o sintoma de tosse persistia e a incomodava. Tathi voltou a acionar seguro viagem e, mais uma vez, teve um atendimento de excelência.

“Cotei vários seguros na internet, pesquisei, mas segui a dica do meu professor e colegas, todos fechamos com a Porto Seguro, melhor custo-benefício. Indico ao mundo inteiro!”, aconselha.

Problema dentário e dor no pé e joelho na Áustria

A Áustria o cenário perfeito de um conto de fadas, mas nem tudo são flores. A viajante paranaense Maria Salete Brandão, estava no país europeu no final de 2021 quando teve alguns imprevistos.

No primeiro, a viajante apresentou um problema no dente e precisou ir ao um dentista. Então, ligou para o seu corretor de seguros e pediu para acionar o seguro viagem. No mesmo dia, a seguradora contactou a Maria Salete para prestar o atendimento necessário e encaminhá-la para uma clínica para que pudesse ter assistência odontológica que, segundo ela, foi de excelente qualidade.

Turista na Áustria precisou acionar seguro viagem
Contar com ajudar de um consultor para contratar e acionar seguro viagem pode ser interessante para alguns viajantes.

Já a segunda vez que precisou acionar seguro viagem, a viajante estava se queixando de muitas dores no pé e joelho. A seguradora deu opções de hospitais para ela escolher e agendou a consulta.

“Como optei por um hospital que não tinha convênio com a seguradora, me deram a opção de pagar e pedir o reembolso ou faturar e mandar a conta para eles – que foi o que fiz. De No hospital também fui muito bem atendida, realizei exames e raio-X”, conta sobre o atendimento da Porto Seguro.

Mala atrasada em Madrid

A Luísa Salviano, uma amiga do mestrado, me contou recentemente sua experiência com a seguradora GTA após ter sua bagagem extraviada. Ao chegar na Itália, descobriu que a bagagem havia ficado em Madrid.

“Precisei acionar seguro viagem e a GTA disse que entraria em contato com a companhia aérea, e que eu teria reembolso daquilo que fosse necessário comprar enquanto (e se) a bagagem não chegasse”, conta.

A Luísa precisou comprar roupas e itens de higiene pessoal para conseguir se manter durante 4 dias. A bagagem chegou, mas a seguradora disse que só iria reembolsar mediante apresentação dos comprovantes de pagamento das compras e que deveria enviá-las por correio, como é o procedimento haitual.

Porém, como o tempo da viagem era de 2 meses, não foi possível enviar os comprovantes. “A GTA me atendeu e me orientou bem, mas infelizmente era inviável passar por esse procedimento burocrático após todo estresse causado”.

Braço quebrado em Portugal

Quem nunca escorregou e caiu de mau jeito? Em uma dessas, pode acabar fraturando algum membro, como aconteceu com paulista Margot Ferreira Huschak, em outubro de 2019 durante uma viagem por Portugal, a sua primeira viagem internacional após 8 anos.

“Seriam apenas 18 dias, mas precisávamos que desse tudo muito certo, para aproveitar ao máximo, mas a vida tem o seu jeito próprio de mostrar que o ‘dar tudo certo’ pode ter diferentes significados.”, conta.

A Margot é um exemplo de que seguro viagem é sempre importante. Independente da obrigatoriedade do destino, ela nunca viaja sem garantir a sua proteção. Afinal é mesmo isso, nunca sabemos quando realmente vamos precisar dele.

Faltando 3 dias para embarcar de volta para o Brasil, ela resolveu fazer uma trilha pelo alto das falésias da Costa Vicentina, quando encaixou os pés em algumas raízes, escorregou de mau jeito e acabou torcendo o punho esquerdo.

Se levantou e logo amarrou um lenço para tentar imobilizar o punho até o caminho de volta. Na pousada em Vila Nova de Milfontes, no Alentejo, colocou um gelo e resolveu acionar o seguro viagem Porto Seguro e a atenderam rapidamente.

Turista precisou acionar seguro viagem em Portugal
Após escorregar e machucar o punho, Margot não pensou duas vezes em acionar seguro viagem.

Quem conhece Portugal sabe que algumas cidades são muito pequenas e com uma infraestrutura menor ainda, o que acabou não permitindo um atendimento emergencial. A seguradora deu a opção de deslocar para Faro ou Lisboa e como já estava próximo à data de retornar para o Brasil, optou pelo atendimento médico na capital portuguesa.

A base de gelo e analgésico, a Margot ainda voltou dirigindo por 180 km até deixar as bagagens na casa de amigos. Só após entregar o carro alugado que se dirigiu ao hospital Lusíadas, indicado pela seguradora.

“Depois de umas 2 horas de espera, como outras emergências do Brasil, fui atendida por uma equipe bem simpática e eficiente, que cuidaram de retirar a minha aliança sem cortar, fazer raio-X, me avaliar, e finalmente engessar o meu braço, já que o diagnóstico era efetivamente de fratura.”

Apesar de Margot nunca viajar sem contratar o seguro viagem, essa experiência provou que por mais que tenhamos cuidado e planejamento, existem coisas que estão fora do nosso alcance. “Seguro Viagem é a certeza de que ‘tudo pode dar certo’ no final”, conclui.

Intoxicação alimentar no México

O México foi o país que decidi fazer o meu primeiro mochilão da vida e completamente sozinha em 2017. Foram 30 dias viajando da Cidade do México até Cancún, onde iria pegar o voo de volta para o Brasil. Claro que fiz o meu seguro viagem México.

Na última semana de viagem, cheguei em Tulum para desfrutar dos cenotes e praias de água cristalina, mas logo na minha primeira refeição na cidade em uma cafeteria super legal e descolada, tratei logo de pegar uma intoxicação alimentar.

Eu havia programado 6 dias em Tulum, mas durante 3 dias eu fui da cama para o banheiro, do banheiro para a cama. No primeiro dia, eu praticamente dormi abraçada com a privada. No segundo dia, já não tinha força nem para sair cama, foi então que resolvi acionar seguro viagem da antiga Travel Ace, hoje, conhecida como Universal Assistance.

Lago Montebello no estado de Chiapas, no México

Intoxicação alimentar é um dos motivos mais comuns que levam viajantes a acionar seguro viagem.Confesso que na altura, eu tive bastante dificuldade de entrar em contato com o atendimento. Então, liguei para a minha mãe e pedi que ela tentasse o contato com a seguradora diretamente do Brasil. Menos de 1h depois, eles me contactaram por WhastApp para realizar o meu atendimento.

Como eu estava praticamente vivendo no banheiro, sair do hostel seria uma tarefa bem difícil. Então, a seguradora enviou um médico para me atender no próprio quarto do hotel. Chegando, o médico mediu a minha temperatura e pressão, verificou olhos, boca, apertou o meu estômago, perguntou sobre os meus sintomas e por fim, me deu o diagnóstico de intoxicação alimentar e desidratação.

Depois me passou a receita de alguns remédios e isotônicos. Uma menina que estava dividindo o quarto comigo, foi na farmácia comprar e com a nota fiscal, solicitei o reembolso do auxílio farmácia.

Apesar da dificuldade no contato inicial com a seguradora, eu fui muito bem atendida pela atendente e pelo médico que tentou arranhar um portunhol para me atender da melhor maneira possível. No meu quarto dia na cidade, estava pronta para curtir os poucos dias que me restaram na cidade.

Como acionar o seguro viagem?

Para acionar o seguro viagem, você deve entrar em contato com a seguradora pela qual fez a contratação da sua proteção. De maneira geral, na apólice do seguro, costuma ter todos os canais de contato para o atendimento no exterior ou no Brasil, caso seja um seguro viagem nacional. Salve os números no seu celular ou carregue um papelzinho na carteira onde constam os telefones de contato.

Apesar do atendimento padrão por telefone, há seguradoras que realizam o atendimento via WhatsApp, e-mail ou pelo próprio aplicativo mobile. Por isso, leia a apólice de seguro viagem com atenção para encontrar as formas de comunicação para o caso de precisar contactá-la.

Cuidados na hora de contratar o seguro viagem

Como você viu nas experiências dos viajantes, o bom atendimento prestado pela seguradora contratada é um primordial quando o imprevisto resolve bater na sua porta durante a viagem. Antes de contratar é importante que saiba quais as melhores seguradoras de seguro viagem. Leia sobre elas, procure as avaliações dos clientes nas redes sociais e portais de reclamações como o Reclame Aqui.

Além da seguradora, verifique se o destino apresenta alguma obrigatoriedade do seguro viagem e quais as exigências de cobertura. Por exemplo, o seguro viagem Europa além de obrigatório, deve apresentar cobertura médica e hospitalar (DMH) de no mínimo 30 mil euros. Após a pandemia, o seguro viagem Chile passou de recomendável para obrigatório e faz a exigência de uma DMH para Covid-19 e traslado de corpo.

Se atente também se o seguro cobre a sua necessidade específica, se houver. Por exemplo, se é idoso, precisa se atentar para a idade limite do plano. Se estiver grávida, precisa contratar um seguro viagem gestante. E por aí vai!

Faça agora a cotação do Seguro Viagem

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Recomendação Seguro Viagem Pro

Acho que as experiências dos viajantes ao acionar seguro viagem não deixam dúvidas do quanto ele é importante. Como disse a viajante Margot, a vida tem o seu jeito de mostra que nem tudo dá certo.

Então, independente do destino e da obrigatoriedade, tenha sempre no seu planejamento, a contratação de um seguro viagem. Nem todos os países oferecem atendimento público para turistas e nem todos os países o público significa gratuito como estamos acostumados no Brasil. E dependendo do país, qualquer atendimento médico, seja ele o mais simples possível, pode custar bem caro, um exemplo disso, é os Estados Unidos.

Se não deseja ser pego de surpresa pelo contratempo e mais ainda com uma conta em Dólar, Euro, Libra ou outras moedas, não deixe o seguro viagem em segundo plano.

Ganhe desconto no seguro viagem

Você pode utilizar o nosso comparador de seguro viagem em parceria com o Seguros Promo para realizar uma cotação. Caso encontre a proteção desejada, pode ganhar até 10% de desconto na compra do seu seguro viagem. Basta utilizar o nosso cupom SVP5 para garantir 5% e optar pelo pagamento via Pix ou boleto bancário para garantir mais 5%.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Dicas para sua viagem:
  • Quer internet no celular em todos os lugares?

    Com o chip internacional da America Chip, você se mantém conectado em todos os momentos da viagem, com internet ilimitada e cobertura em mais de 200 países.

  • Ainda não reservou os passeios para seu destino?

    Na Get Your Guide você reserva todos os passeios com antecedência. Compra ingressos, contrata tours e experiências locais sem se preocupar.

Compartilhe

Lívia Tostes

Lívia Tostes é jornalista e vive em Portugal desde 2018. A sua maior motivação é conhecer novas culturas através de viagens. Atualmente, 17 países e 47 cidades fazem parte do seu diário de viajante. Durante as aventuras de explorar o mundo, já precisou acionar o seguro viagem muitas vezes e das quais teve boas e más experiências. Contudo, uma coisa é certa para ela: mesmo tendo uma má experiência, é o seguro viagem que lhe oferece o suporte necessário para a resolução de imprevistos quando se está longe de casa. Independente do destino, ela nunca viaja sem ele.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo