CoberturasSeguro Viagem

Seguro viagem para portadores de necessidades especiais existe?

Os destinos de viagem e passeios estão cada vez mais adaptados e acessíveis a todos. Rampas, elevadores, caminhos sinalizados com piso tátil e outros recursos permitem a quem possui mobilidade física reduzida ou outras tipos de necessidade uma experiência igualmente incrível. Para aproveitar cada momento com tranquilidade, o seguro viagem para portadores de necessidades especiais é indispensável.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

A definição de portador de necessidades especiais (PNE) é ampla. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), se refere às pessoas com algum tipo de impedimento, deficiência, dificuldade ou incapacidade de realizar determinada ação sem o auxílio de algo/alguém facilitador. Pode ser uma particularidade na visão, na audição, na compreensão, nos movimentos, entre outros.

Este público merece uma proteção igualmente especial, então vamos conhecer tudo sobre o seguro viagem para portadores de necessidades especiais: quanto custa, qual a cobertura, como contratar e outras informações importantes!

Como funciona o seguro viagem para portadores de necessidades especiais?

É um seguro viagem como qualquer outro, portanto, oferece vários tipos de assistência à saúde e também uma série de auxílios em casos de problemas práticos durante a viagem. Ele pode funcionar reembolsando atendimentos realizados ou garante a prestação de serviços sem custos adicionais, pela rede credenciada da seguradora no país da viagem. Saiba exatamente o que é seguro viagem e todas as coberturas.

Vale destacar que a Norma NBR-14273 fala sobre a acessibilidade da pessoa portadora de deficiência no transporte aéreo. Em resumo, todos os passageiros com deficiência ou mobilidade reduzida têm direito a contar com facilidades gratuitas nos aeroportos e nas aeronaves. Entre elas, a assistência no embarque e desembarque, ajuda para armazenar a bagagem, disponibilidade de cadeira de rodas e outros serviços. Essa garantia de assistência é ainda mais completa quando somada ao seguro, que estende a proteção por toda a viagem.

Motivos para contratar o seguro viagem

São muitas as vantagens de fazer um seguro viagem para portadores de necessidades especiais. A principal delas, sem dúvida, é a garantia de encaminhamento ao médico, clínica ou hospital mais próximo em caso de emergência /urgência. Desde que a situação que deu origem ao evento esteja incluída na apólice, claro.

Se o viajante se sentir mal depois de ter provado um alimento, tiver alergia ou dor de dente, pegar uma gripe, sofrer uma queda ou mesmo um ataque cardíaco, o seguro é o principal ponto de apoio. Afinal, ninguém viaja com referência de médico ou consultório. Durante uma emergência, basta o viajante ou alguém próximo acionar o seguro viagem. Dependendo do plano e da empresa, eles até enviam um médico ao hotel, o que pode facilitar muito para um viajante com necessidades especiais.

Outra razão para não dispensar o seguro viagem para portadores de necessidades especiais é no caso de imprevistos no aeroporto. Mala extraviada, bagagem em atraso, cancelamento de viagem outras situações geram despesas e estresse – e todas podem ser amenizadas para quem tem um bom seguro.

seguro viagem portadores de necessidades especiais

O que avaliar na cobertura do seguro viagem?

Especialmente os itens ligados aos cuidados de saúde, que são os mais abrangentes e vamos listar a seguir. Preste atenção, ainda, nas condições em que cada serviço pode ser acionado e também nos valores de reembolso oferecidos. Eles precisam ser compatíveis com os custos do sistema de saúde do destino da viagem e realistas para garantir a segurança.

Priorize os seguintes itens:

  • Assistência médica, hospitalar em urgências e emergências, acima de 50 mil dólares;
  • Assistência odontológica;
  • Auxílio farmácia com reembolso;
  • Traslado médico entre a área da ocorrência e o hospital mais próximo;
  • Repatriação sanitária, caso o viajante não consiga retornar para o país de residência devido ao estado grave de saúde;
  • Acompanhante em caso de hospitalização prolongada;
  • Extensão da hospedagem para convalescença em hotel;
  • Cancelamento de viagem;
  • Extravio de bagagem;
  • Indenização por morte acidental.

Fique atento: todos os planos, incluindo o seguro viagem para portadores de necessidades especiais, prevê uma série de riscos excluídos em que o viajante não tem direito à cobertura.

Isso ocorre principalmente em contextos em que ele mesmo se colocou em perigo, de forma proposital – como a viagem intencional a uma zona em guerra ou em meio a uma catástrofe climática e outros casos. Ou então em atendimentos eletivos, que não sejam emergenciais, inclusive fisioterapia, exames de rotina, colocação de próteses.

Quanto custa o seguro viagem para portadores de necessidades especiais

Custa exatamente o mesmo valor que para qualquer outro passageiro. As seguradoras não costumam cobrar um valor diferenciado para quem tem mobilidade física reduzida ou outras características. Deste modo, a partir de R$9 por dia de viagem já é possível contratar a cobertura para a maioria dos destinos.

Condições obrigatórias para o público

Embora não seja uma obrigatoriedade, é interessante informar o seguro viagem durante o atendimento, caso seja acionado, sobre doenças crônicas ou preexistentes, gestação ou alguma particularidade em relação a necessidades especiais.

Assim, a seguradora consegue prestar o atendimento mais adequado e personalizado para cada pessoa durante uma urgência ou emergência.

Entenda o que é DMH, uma das principais cobertura do seguro, relativa às despesas médicas e hospitalares.

Como escolher o melhor plano?

A escolha deve se basear nos tipos de assistências e benefícios, mais do que no valor da apólice. Nem sempre os mais caros serão os melhores para entregar o que você precisa. Portanto, analise se:

  • A seguradora é confiável e tem boa reputação no mercado, em sites como o Reclame Aqui e nas resenhas do Seguro Viagem Pro. Comece pelo nosso ranking do melhor seguro viagem;
  • Os itens de cobertura satisfazem suas possíveis demandas;
  • Os valores de reembolso de cada serviço são suficientes para você;
  • Oferece facilidades como app seguro viagem, que agiliza o atendimento à distância com um especialista;
  • O seguro viagem tem bom custo-benefício e cabe no seu orçamento.

Comparativo de seguros viagem

Simulamos o valor de bons planos de seguro viagem para 7 dias de viagem à Europa, entre 1 e 7 de maio de 2020. Fizemos questão de incluir várias faixas de preço para você ter uma ideia geral, na tabela a seguir.

Cobertura April 30 Europa Basic Assist Card AC 100 Mundo com Franquia + Telemedicina Intermac 60 Prata Affinity 150 Mundo (exceto EUA)
Despesa médica hospitalar (DMH) EUR 30 mil USD 100 mil USD 60 mil USD 150 mil
Cobertura odontológica EUR 30 mil USD 700 USD 1.200 USD 850
Traslado médico EUR 50 mil USD 3 mil USD 60 mil USD 2.500
Convalescença em hotel USD 900 até 10 diárias USD 1 mil até 5 diárias USD 120 por dia até 5 dias
Hospedagem de acompanhante ou familiar USD 400 até 10 diárias USD 600 até 5 diárias USD 120 por dia até 5 dias
Assistência emergencial via aplicativo Sim Sim
Seguro de bagagem extraviada EUR 1 mil USD 1.200 Complementar USD 1 mil Suplementar USD 1.200 Complementar
Valor R$118,02 R$118,58 R$124,39 R$185,64

*Cotação realizada em 28 de janeiro de 2020 utilizando nosso comparador de seguros viagem.

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Recomendação Seguro Viagem Pro

O destaque fica para o atraente custo-benefício do AC 100 da Assist Card, que alia valores suficientes de reembolso, atendimento médico que pode ser viabilizado pelo aplicativo My Assist Card e credibilidade da empresa no mercado. Mas fique atento, o plano tem franquia, ou seja, se você precisar acioná-lo para emergências de saúde terá que pagar 100 dólares a cada atenidmento.

Outra opção com ótimo custo-benefício é o Intermac 60 Prata, que apresenta valores de coberturas que atendem bem a maioria dos viajantes, além de não cobrar o adicional da franquia.

Para encontrar estes e outros bons exemplos de planos, nossa principal recomendação é utilizar o nosso comparador de seguros viagem. É o que fazemos quando precisamos encontrar as melhores alternativas para cada destino, com a facilidade de colocar até 4 planos lado a lado e de poder finalizar a compra com segurança e agilidade.

Desconto no seguro viagem

Que tal encontrar, além do seguro viagem específico para você, uma boa oportunidade de desconto? É o que garantimos aos nossos leitores do Seguro Viagem Pro, que ganham o cupom exclusivo SVP5 para 5% de desconto. O pagamento com boleto bancário dá mais 5%, totalizando uma redução de até 10% no preço final.

Esta vantagem é válida no nosso comparador de seguros viagem e no nosso parceiro Portal Seguros Promo. Não perca!

Dicas para portadores de necessidades especiais viajarem com tranquilidade

Veja outras dicas para quem vai contratar um seguro viagem para portadores de necessidades especiais:

  • Reserve os voos com antecedência e ligue diretamente para a companhia aérea, garantindo que terá o atendimento adequado em todas as etapas, dos acessos à alimentação;
  • Procure chegar com antecedência e conferir que todas as acomodações sejam realizadas;
  • Planeje seu traslado na chegada ao país, entre o aeroporto e o hotel, contratando um transfer antecipadamente;
  • Evite voos de conexão muito próximos, com menos de 90 minutos entre eles, para garantir o tempo suficiente de transferência.
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Luciana Andrade

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo