CoberturasSeguro Viagem

O que o seguro viagem faz em caso de acidente: conheça a cobertura

Para entender o que o seguro viagem faz em caso de acidente, talvez a melhor forma seja contar uma história que pode acontecer com qualquer um de nós durante uma viagem. Acompanhe.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

O que o seguro viagem faz em caso de acidente grave

Ninguém está a salvo de imprevistos, infelizmente. Pensar na possibilidade de um acidente dificilmente está nos planos de quem está saindo de férias. Mas, saber o que fazer em uma situação como essa e contar com uma assistência confiável na hora certa faz toda a diferença – e torna mais provável um final tranquilo para essa situação.

Neste artigo, mostramos o que o seguro viagem faz em caso de acidente grave, desde a forma de acioná-lo até como funcionam os serviços que ele pode oferecer, como:

  • Traslado Médico;
  • Reembolso de despesas médico hospitalares e medicamentos;
  • Acompanhamento de Familiar;
  • Prorrogação de Estadia;
  • Hospedagem de Acompanhante e ou Familiar;
  • Convalescença em Hotel;
  • Retorno de Acompanhante;
  • Despesas Extraordinárias por Permanência Forçada;
  • Passagem Aérea Ida e Volta para Um Familiar.

História de uma viajante que teve um acidente em viagem

A Priscila é uma amiga que compartilhou comigo uma situação que ela passou na Espanha. Ela estava na etapa final da sua Eurotrip, tinha passado por vários lugares incríveis, então estava relaxando e curtindo. Ao mesmo tempo, ficou menos atenta. Estava sozinha e acabou se distraindo, quando sofreu um acidente em Barcelona: foi atingida por um carro em alta velocidade.

Inconsciente, a Priscila foi atendida pelo serviço de socorro e levada a um hospital. Logo que acordou e entendeu a situação, ficou muito preocupada com a conta do hospital, que crescia a cada dia. Quanto custaria aquela internação e a pequena cirurgia que realizaram? Como voltaria ao Brasil e como seriam seus dias em Barcelona, já que precisava de tempo para se recuperar? Ficaria sozinha o tempo inteiro, sem nenhum familiar por perto?

Felizmente, ela tinha seguro viagem. Então, assim que entrou em contato, ficou muito mais tranquila sabendo da assistência médica que ele oferecia.

Saiba o que o seguro viagem faz em caso de acidente

Como acionar o seguro viagem

A Priscila estava inconsciente no momento em que foi atendida, então só foi possível entrar em contato com o seguro viagem depois de ter sido atendida.Por isso, ela precisou pagar o valor cobrado pelo hospital, referente à internação e aos demais procedimentos. Mas depois solicitou o reembolso das despesas médicas hospitalares à seguradora.

Por isso, três pontos são importantes:

  1. Sempre que contratar um seguro viagem, analise se o valor correspondente a cada tipo de despesa é compatível com a realidade do país que irá visitar;
  2. O ideal é se entrar em contato com a seguradora para ser encaminhado ao atendimento na rede autorizada. Assim, não precisará efetuar nenhum pagamento. Este contato prévio permite que a empresa coordene a assistência ao viajante e realize os pagamentos necessários;
  3. A Priscila tomou o cuidado de guardar todos os comprovantes, recibos, laudos, exames e documentos que atestem todos os procedimentos realizados. Eles são essenciais para o pedido de reembolso à seguradora. E assim, ela conseguiu todo o reembolso devido.

o que o seguro viagem faz em caso de acidentes

Coberturas e o que o seguro viagem faz em caso de acidente

Em viagens ao exterior, é ainda mais importante contratar um seguro viagem e, sobretudo, saber o que o seguro viagem faz em caso de acidente.

Em países da Europa e nos Estados Unidos, por exemplo, existe o atendimento emergencial a turistas, mas na maioria dos casos é cobrado um alto valor. Principalmente se envolver procedimentos complexos, exames, internação e cirurgias.

Um bom seguro viagem garante este tipo de cobertura e outras assistências. Veja as principais.

Traslado Médico

O seguro viagem da Priscila cobriu também as despesas com a remoção dela até o hospital mais próximo em condições de atendê-la. Este é um dos serviços importantes, quando nos perguntamos sobre o que o seguro viagem faz em caso de acidente.

O traslado médico também pode ser requisitado caso haja necessidade de o viajante ser transferido a um hospital com uma estrutura mais completa para atender sua ocorrência médica. Ou a transferência pode ser indicada pela seguradora, para que o viajante continue a ser atendido em um hospital conveniado.

Algumas seguradoras se destacam neste serviço, como a Travel Ace. Ela possui até avião próprio, que pode ser acionado em alguns casos.

Despesas farmacêuticas

Além da cobertura para o atendimento médico, os gastos com os remédios receitados para a Priscila também foram ressarcidos pela seguradora. Mais uma vez, é fundamental guardar os comprovantes de pagamento para solicitar o reembolso das despesas relacionadas ao auxílio farmácia.

Acompanhamento e passagem aérea ida e volta para um familiar

A Priscila estava viajando sozinha, mas o acidente mudou seus planos e ela precisou ficar hospitalizada mais de sete dias. Neste momento, ela precisava do apoio de alguém próximo. Felizmente, a cobertura do seu seguro viagem incluía o acompanhamento de um familiar até o limite de 10 dias, pois havia uma determinação médica. Este benefício também é possível para quem viaja com dependentes, maiores ou menores de idade.

Como a Priscila ficou hospitalizada por um período superior a 48 horas, teve direito a um bilhete de passagem aérea de ida e volta em classe econômica para um acompanhante indicado – no caso, sua mãe. A mãe da Priscila conseguiu ir à Espanha e ficar com ela. As despesas cobriam as diárias em hotel e os custos de alimentação, assim como a aquisição das passagens aéreas em classe econômica.

Importante destacar que a pessoa indicada como acompanhante deverá, obrigatoriamente, morar no Brasil.

Convalescença em hotel e prorrogação de estadia

Caso fosse necessário, a Priscila poderia ter reembolsadas as despesas em diárias de hotel e alimentação, por determinação médica. O plano dela concedia o limite de 10 dias, mas depende do que está na apólice de cada seguro.

Vários garantem este direito, caso o viajante sofra algum acidente pessoal ou enfermidade súbita e aguda, ficando impossibilitado para prosseguir viagem ou retornar para casa.

Em algumas apólices, existe o item Despesas Extraordinárias por Permanência Forçada, que também garante benefícios neste sentido, quando os motivos estão listados na apólice da seguradora.

Regresso sanitário

O que o seguro viagem faz em caso de acidente, quando o viajante não esteja em condições de retornar como passageiro regular para casa? É o que chamamos de Regresso Sanitário. Trata-se da indenização das despesas com o traslado de regresso do segurado. Foi desta forma que a Priscila pode retornar com maior conforto e tranquilidade para o Brasil. Assim que o retorno é concluído, a cobertura do seguro viagem se encerra.

Retorno de acompanhante

Se a Priscila estivesse viajando com um ou mais acompanhantes e sofresse este acidente? O seguro também cobriria a o traslado tardio deles, de volta ao local de origem da viagem. Seja ocasionado pelo regresso sanitário do segurado ou mesmo por seu falecimento ocorrido durante o período de viagem.

Como comprovar as despesas

Agora que você sabe o que o seguro viagem faz em caso de acidente, vale conhecer as principais formas de solicitar reembolso. A gente comentou no início dessa história a necessidade de guardar todos os comprovantes de cada etapa do atendimento. Veja os procedimentos após a prestação do serviço.

Prazo para solicitar

Até trinta dias úteis após o término da vigência do seguro viagem, é preciso entrar em contato com a seguradora e se informar sobre toda a documentação exigida para o pedido de reembolso. Essa precaução foi ainda mais necessária no caso da Priscila, que no atendimento emergencial não conseguiu ir a um hospital da rede autorizada pela seguradora por estar desacordada.

Documentação necessária

Ela varia de acordo com os tipos de serviços utilizados, mas costumam incluir os itens abaixo. Vale sempre lembrar que a seguradora costuma solicitar o envio dos comprovantes originais, então indicamos que o segurado guarde consigo todas as cópias.

  • Aviso de sinistro preenchido. O documento fornecido pela seguradora é a comunicação formal do fato ocorrido;
  • Passaporte com os carimbos de entrada e saída do país ou os bilhetes aéreos originais, para comprovar a estadia;
  • Relatórios com a clara indicação de diagnóstico, histórico clínico, formulário de admissão em caso de internação, todas as informações detalhadas dos atendimentos prestados;
  • Notas fiscais e recibos originais dos gastos realizados no hospital fora da rede autorizada;
  • Receitas médicas carimbadas e assinadas pelo médico;
  • Notas fiscais dos medicamentos. O tipo e a quantidade dos remédios comprados precisam corresponder ao que foi indicado pelo médico.

Pagamento

O reembolso costuma ser realizado no prazo de trinta dias pela seguradora, após a confirmação de recebimento de toda a documentação. O segurado deve informar o número da agência e da conta bancária na qual deseja receber o valor correspondente.

Aproveite e leia também esse artigo sobre o que significa cada termo da apólice do seguro viagem.

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Como encontrar o melhor seguro viagem

Para contratar um seguro viagem ideal para o seu próximo destino e contar com uma cobertura médica confiável, comece a pesquisa utilizando nossa você pode utilizar o nosso comparador de seguro viagem. Em parceria com o portal Seguros Promo, esta ferramenta garante os menores preços aos nossos leitores em planos completos das principais seguradoras do mercado.

Confira um exemplo de um plano econômico e bastante completo:

Affinity 60

  • Custo: R$12,85 por dia para uma viagem a Europa
  • Despesa Médica Hospitalar: USD 60 mil;
  • Cobertura Médica para Prática de Esportes: USD 6 mil;
  • Cobertura Médica para Gestante: Dentro da DMH (até 32 semanas e 40 anos);
  • Fisioterapia: USD 600;
  • Traslado Médico: USD 1.200;
  • Hospedagem de Acompanhante e ou Familiar;
  • Convalescença em Hotel;
  • Retorno de Acompanhante;
  • Passagem Aérea Ida e Volta para Um Familiar;
  • Envio de Acompanhante.

Oferecemos desconto

Economize até 10% no valor do seu seguro. Ao realizar a compra por meio do nosso comparador de seguros, adicione o cupom de desconto SVP5 (que te dá 5% de desconto) à etapa final do pagamento. Se ele for realizado com boleto bancário, você ganha mais 5% de desconto. Essa condição também é válida no Seguros Promo, então aproveite.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Luciana Andrade

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo