CoberturasSeguro Viagem

Seguro viagem receptivo: entenda como funciona e as exigências

Muitos países exigem a contratação do seguro viagem e o Brasil não está fora dessa lista. Para os estrangeiros que visitam o país ou até mesmo para brasileiros faz-se necessário a contratação do seguro viagem receptivo.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

No artigo, vou explicar como ele funciona, se é obrigatório, quem precisa contratar, quanto custa e muito mais. Vamos lá!

O que é o seguro viagem receptivo

O Incoming Insurance, como também é conhecido, é um seguro viagem específico para estrangeiros que visitam o Brasil a turismo, bem como para brasileiros que vivem no exterior e visitam o país durante um curto período de tempo, seja para tirar umas férias ou visitar a família. Assim como acontece com as outras categorias de seguro viagem, ele garante a proteção necessária para os viajantes.

Porém, não confunda o seguro viagem receptivo com o seguro viagem Brasil ou seguro viagem nacional, que tem como foco os brasileiros que vivem e viajam dentro do próprio país.

Como funciona o seguro viagem receptivo?

O seguro viagem receptivo funciona da mesma forma que o seguro viagem para outros países, ou seja, oferece aos viajantes diversas coberturas para possíveis eventualidades que possam acontecer durante a viagem, tais como:

  • Despesas médicas e hospitalares (DMH);
  • Extravio de bagagem ou danos na bagagem;
  • Assistência jurídica;
  • Traslado médico;
  • Perda ou roubo de documentos;
  • Repatriação de corpo;
  • Entre outras.

O seguro viagem receptivo é obrigatório?

Sim. Apesar de a obrigatoriedade do seguro viagem receptivo ter sido aprovada na Câmara dos Deputados em 2016, ele só passou a ser exigido rigorosamente pelos agentes da imigração, a partir de 29 de julho de 2020 como uma das medidas de controle sanitário decorrentes da pandemia da Covid-19, conforme foi publicado no Diário da União.

“O passageiro estrangeiro em viagem de visita ao País para estada de curta duração, de até noventa dias, deverá apresentar à empresa transportadora, antes do embarque, comprovante de aquisição de seguro saúde válido no Brasil e com cobertura para todo o período da viagem, sob pena de impedimento de entrada em território nacional pela autoridade migratória por provocação da autoridade sanitária.”

Quem precisa contratar?

Todos os estrangeiros que visitam o Brasil a turismo que vem ao país por um período de até 90 dias precisam contratar o seguro viagem receptivo. Também é recomendado para brasileiros residentes no exterior

Dessa forma, qualquer eventual problema com urgência médica, devem contactar a seguradora para serem encaminhados para o atendimento em hospitais e clínicas privadas, desafogando o Sistema Único de Saúde (SUS). Dependendo da cidade que estiver e do plano contratado, a seguradora pode ainda, enviar um médico para atendimento diretamente no hotel.

Qual a cobertura obrigatória?

Na Portaria publicada no Diário da União em que torna obrigatório o seguro viagem como medida de controle sanitário durante a pandemia não especifica um valor mínimo para a cobertura médica e hospitalar. No entanto, de acordo com o texto da Lei 5.542/13, a cobertura do seguro viagem receptivo deve ser ao menos de 90 mil reais.

Para quem possui doenças preexistentes, está em gestação ou faz prática esportes radicais, a equipe do Seguro Viagem Pro recomenda uma cobertura mais alta, pois, caso aconteça algum acidente mais grave em que o atendimento seja mais alto que o valor estipulado pelo seguro viagem, o viajante terá que arcar com os custos do próprio bolso.

Além disso, o estrangeiro que viajar para o Brasil deve se prevenir tomando a vacina contra Febre Amarela. Se a viagem incluir os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, vale ainda, tomar a vacina contra a Malária, pois são as principais regiões endêmicas da doença.

Quanto custa o seguro viagem receptivo?

O valor do seguro viagem receptivo varia de acordo com o plano e seguradora contratada. Realizamos duas cotações no dia 29 de março de 2021 para 10 dias de viagem.

Seguro viagem receptivo no Seguros Promo

Em cotação realizada no Seguros Promo encontramos 9 opções de planos, sendo a maior parte da Affinity, mas também encontramos da GTA. A seguir apresentamos os que apresentam melhor custo-benefício.

CoberturaReceptivo GTA BronzeReceptivo Affinity Basic 72 Covid-19 Silver28Receptivo Affinity Plus 168Receptivo GTA 480 Full
Despesas Médicas e Hospitalares (DMH)R$ 57.600R$ 72 milR$ 168 milR$ 480 mil
DMH por CovidNãoR$ 28 milNãoNão
Despesas odontológicasR$ 2.400R$ 2.880R$ 3.360R$ 3.840
Regresso sanitárioR$ 48 milR$ 72 milR$ 168 milR$ 288 mil
Interrupção de viagemR$ 2.400R$ 2.880R$ 4.320R$ 5.760
Seguro de bagagem extraviadaR$ 2.160 (complementar)R$ 4.800 (suplementar)R$ 5.760 (suplementar)R$ 5.760 (complementar)
ValorR$ 285,79R$ 270,23R$ 340,91 R$ 850,71

Real Seguros

Realizamo uma cotação na Real Seguros nas mesmas condições. Encontramos 13 opções de planos das seguradoras Assist Card, Travel Ace e Intermac. Confira os planos com melhor custo-benefício.

CoberturaIntermac Receptivo Brasil 35 Covid 19 Top 30Intermac Receptivo  Brasil 35TA Receptivo 20 – Travel AceAC 35 Receptivo – Assist Card
Despesas Médicas e Hospitalares (DMH)R$ 35 milR$ 35 milUSD 20 milUSD 35 mil
DMH por CovidR$ 30 milNãoNãoNão
Despesas odontológicasR$ 400R$ 400USD 250USD 500
Regresso sanitárioR$ 35 milR$ 35 milUSD 20 milUSD 30 mil
Seguro de bagagem extraviadaR$ 1 milR$ 1 mil (suplementar)USD 8001.200 (complementar)
ValorR$75,68R$38,40R$102,66R$451,73

Como comprar seguro viagem receptivo para estrangeiros no Brasil?

Você pode comprar o seu seguro viagem receptivo através do nosso comparador em parceria com o Seguros Promo ou outros comparadores. Para isso, basta indicar como destino o Brasil e o comparador apresenta as melhores opções. No Compara Online a cotação também deve ser feita para o Brasil e nos resultados selecionar apenas as opções receptivo.

A Real Seguros também é uma boa opção para realizar a cotação. Nela você deve indicar o receptivo como destino, assim, só aparecem os planos de quem tem como destino de viagem o Brasil, sendo um residente no exterior. O mesmo acontece no Assistente de Viagem, basta indicar a opção Brasil receptivo (visitantes).

Você também pode comprar diretamente no site das seguradoras. Porém, os comparadores de seguro viagem costumam ter preços melhores. Devido à quantidade de planos encontrados disponíveis, há maior competitividade e, consequentemente, reflete nos preços tornando-os mais baixos para atrair o cliente.

Seguro viagem receptivo Covid-19

É melhor comprar o seguro viagem receptivo com empresa brasileira ou estrangeira?

Acredito que não faça diferença, uma vez que as seguradoras estão presentes em território nacional e internacional.

No entanto, dependendo da origem do turista estrangeiro ou do país em que o brasileiro vive no exterior, pode ser melhor comprar o seguro viagem receptivo com uma empresa brasileira. Isso, porque o Real anda bem desvalorizado frente a outras moedas como  o Dólar e o Euro. Sendo assim, acaba sendo mais vantajoso, financeiramente falando, comprar com uma empresa brasileira e pagar em Real.

Importância do seguro para os turistas estrangeiros

Ao programar uma viagem, espera-se que ela aconteça da melhor maneira possível. Porém, imprevistos podem acontecer com qualquer tipo de viajante, seja um “marinheiro de muitas viagens” ou aquele que está viajando pela primeira ou viaja ocasionalmente.

Os dois imprevistos mais comuns de acontecer são bagagens extraviadas e emergências médicas. Já pensou chegar no aeroporto de destino e ter a surpresa de saber que sua mala simplesmente não chegou com você? Pois é! Isso é extremamente comum e acontece centenas de vezes diariamente nos aeroportos do mundo. Com o seguro viagem, você terá uma cobertura para comprar roupas e produtos de higiene até a companhia aérea localizar a sua bagagem e enviá-la para você.

Outro problema frequente são as intoxicações alimentares. Imagina só turistas europeus comendo um acarajé na Bahia com muito molho de dendê e pimenta? Tenho certeza que muitos deles acabam passando mal uma vez que os temperos e condimentos fogem completamente do que estão acostumados a comer. A intoxicação alimentar é bem comum entre os viajantes que resolvem experimentar a gastronomia local.

Com o seguro viagem receptivo, caso um turista estrangeiro tenha alguma emergência médica, ao invés de ir a um posto de saúde do SUS, que em muitos locais pode ser precário ou estar lotado, ele poderá acionar a seguradora e obter atendimento médico rapidamente no sistema privado.

A importância do seguro para os turistas estrangeiros é de estar protegido caso aconteça qualquer tipo de imprevisto, independente do país de destino. Garantindo que o mesmo possa curtir a viagem de forma bem mais tranquila e segura.

Cobertura para Covid no seguro viagem receptivo

Infelizmente o Brasil, em março de 2021, é um dos países nos quais a pandemia de Covid-19 está fora de controle. Por isso, contar com a cobertura no seguro viagem é mais que essencial, é uma questão de conseguir ou não atendimento no país. Por isso, se o viajante estrangeiro ainda não foi vacina, contratar um seguro viagem com cobertura para a Covid-19 é indispensável.

Várias seguradoras disponibilizam coberturas para a doença, nossa recomendação é que ela seja a máxima possível, isso porque, em casos graves os atendimentos no Brasil que precisam de internação podem facilmente ultrapassar os 100 mil reais.

Recomendação Seguro Viagem Pro

O Brasil aprovou a lei de obrigatoriedade do seguro viagem em 2016 e que por conta da pandemia, a imigração passou a ficar mais rigorosa com a apresentação do seguro viagem receptivo para estrangeiros ao entrar no país. Por isso, a recomendação é sempre contratar a proteção em viagens ao país. Mesmo que você seja brasileiro residente no exterior, não deixe de contratar um seguro, ele pode evitar longas filas no sistema público de saúde.

Atente-se aos valores de cobertura médica e hospitalares de cada um dos planos ao realizar sua cotação. Como pode ver nas tabelas acima, muitos planos de seguro viagem receptivo oferecem uma cobertura para despesas médicas e hospitalares com um valor mais baixo do que o exigido pela lei – R$ 90 mil.

Dentre os planos cotados acima, recomendamos os planos da Intermac Assistance ou Affinity que oferecem a cobertura para a Covid-19. Ambos oferecem um bom custo-benefício. Além disso, ambas as seguradoras são bem avaliadas nos portais de reclamações e estão no nosso ranking de melhores seguradoras de seguro viagem.

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Desconto no seguro viagem

Oferecemos 5% de desconto para a compra do seguro viagem receptivo através do nosso comparador de seguros ou pelo Portal Seguros Promo. Basta digitar o código SVP5 na hora da compra. Se optar pelo pagamento via boleto bancário, garante mais 5%, totalizando 10% de desconto na sua compra.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Lívia Tostes

Lívia Tostes é jornalista e vive em Portugal, onde cursa o Mestrado em Comunicação Política pela Universidade do Porto. É apaixonada por gastronomia, fotografia e cinema - especialmente o cinema brasileiro. Viajar sozinha para conhecer novas culturas é seu hobby favorito.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo