Seguro Viagem

Seguro Viagem Receptivo: como funciona o seguro para estrangeiros

Quando um brasileiro vai viajar para o exterior, sobretudo para países da Europa, é obrigatório que ele contrate um seguro viagem para garantir não só sua própria proteção mas, sobretudo, que ele não se tornará um peso para o serviço de saúde daquele país. Com os estrangeiros que visitam nosso país não poderia ser diferente. Por isso, para garantir que essas pessoas tenham proteção enquanto estão em terras brasileiras foi criado outro tipo de seguro. Menos comentado do que o seguro de viagem para brasileiros, o seguro viagem receptivo é uma boa ideia para os viajantes vindos de outro país. Mas, você sabe como ele funciona? Entende suas diferenças com o seguro feito por brasileiros?

COMPARADOR SEGURO VIAGEM

Faça uma cotação sem compromissos e conheça todas as opções disponíveis e preços de seguro para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

Não? Então preste atenção nesse texto. Aqui vamos contar tudo sobre essa modalidade de seguro viagem para estrangeiros.

O que é seguro viagem receptivo?

O seguro viagem receptivo é uma modalidade de seguro viagem criada para atender os estrangeiros residentes de outros países e que vem ao Brasil a turismo.

Da mesma forma que um brasileiro contrata o seguro para que seu atendimento médico e outras despesas esteja garantida quando está fora de seu país, o seguro viagem receptivo fornece essa garantia ao viajante de outros países. Ou seja, ao contratar o seguro viagem receptivo, o estrangeiro tem garantido atendimento médico enquanto estiver no Brasil e houver necessidade dessa assistência.

O seguro cobre também despesas relacionadas à repatriação, caso esta seja necessária.

O seguro viagem receptivo é obrigatório?

Outra dúvida que costuma girar em torno desse seguro é sobre sua obrigatoriedade. Afinal, ele é obrigatório? A resposta para isso é sim.

Até 2015, a contratação de uma apólice que protegesse os estrangeiros era facultativa. Ou seja, o viajante contratava o serviço apenas se quisesse. No entanto, depois de 2016, quando foi aprovado o Projeto de Lei 5542/13, essa medida tornou-se obrigatória.

Atualmente, todos os estrangeiros a passeio no Brasil precisam contratar um seguro viagem receptivo cuja cobertura seja de, no mínimo, R$ 90 mil. Esse valor, bem como a criação da obrigatoriedade do seguro, foi uma resposta ao grande número de estrangeiros que visitaram nosso país entre 2014 e 2016, aproveitando eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

Conheça também o Seguro Viagem Rio Janeiro – o plano perfeito para conhecer a cidade maravilhosa.

A medida foi necessária, justamente, para que os brasileiros pudessem continuar acessando o SUS, sem a sobrecarga de estrangeiros que poderiam precisar de assistência médica.

Como no Brasil o acesso à saúde é gratuito e garantido pela Constituição Federal, todos os que estivessem dentro do país poderiam usufruir do serviço do Sistema Único de Saúde, onerando ainda mais os hospitais e os cofres públicos.

Por isso, fez-se necessária a criação de uma espécie de seguro de viagem, o seguro viagem recíproco, para garantir que os estrangeiros que precisem de ajuda médica possam ser atendidos em hospitais e clínicas conveniadas com o seguro, sem sobrecarregar o SUS.

Além disso, o seguro viagem receptivo tornou-se obrigatório como uma forma de que estrangeiros possam receber ajuda médica especializada, como acontece nos Estados Unidos e na Europa, onde cada pessoa deve pagar por seu médico, caso não tenha plano de saúde.

Seguro viagem receptivo e o Tratado de Schengen

Depois de ler estas explicações, algumas pessoas podem ficar confusas em relação ao Tratado de Schengen, medida que obriga os brasileiros a contratar um seguro para garantir que terão condições de se tratar caso seja necessário.

Faça uma cotação de Seguro de Viagem. Garantimos o melhor preço

Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro de viagem.

Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para o seu próximo destino.

FAZER COTAÇÃO »

O grande questionamento é em relação à equivalência dos dois. Afinal, o seguro viagem receptivo pode ser considerado como uma espécie de Tratado de Schengen?

Nossa resposta para essa pergunta é sim. O seguro viagem receptivo funciona, na prática, da mesma forma que o Seguro Schengen. Os dois seguros são obrigatórios, tanto dos que vão entrar nos países do bloco europeu quando para aqueles que decidem conhecer o Brasil.

A similaridade existe também quando pensamos nos valores que cada turistas deve possuir. Enquanto nos países que fazem parte do Tratado de Schengen, os viajantes devem contratar um seguro de 30 mil euros, no Brasil esse valor gira em torno de R$ 90 mil.

Conheça também o nosso ranking do melhor seguro viagem nacional – destinado a brasileiros que viajam pelo território nacional.

seguro viagem receptivo bahia

Quanto custa um seguro viagem receptivo?

O seguro viagem receptivo tem custo variável: depende do número do dias que o turista vai ficar no Brasil, da seguradora contratada e da cobertura escolhida. Para que se tenha uma ideia dos custos, fizemos cotações na Seguradora GTA, que oferece planos receptivos, veja os planos que encontramos:

Todos os planos são de seguro viagem receptivo de 8 dias para um turista adulto (menos de 70 anos):

GTA Receptivo Prata

  • Assistência médica completa: USD 28 mil;
  • Extravio de bagagem: USD 1 mil;
  • Cancelamento de Viagem: USD 1 mil;
  • Preço: R$153,66

GTA Receptivo Full

  • Assistência médica completa: USD 75 mil;
  • Extravio de bagagem: USD 1.200;
  • Cancelamento de Viagem: USD 1.500;
  • Preço: R$279,14.

Saiba se o GTA Seguro Viagem é bom nesse artigo que escrevemos sobre a seguradora.

Não são muitas as seguradoras brasileiras que oferecem seguro viagem receptivo. A maior parte delas oferece apenas seguros a partir do Brasil. A Affinity e a Travel Ace também deixam que o utilizador cotem seguros a partir de outros países, entretanto, as coberturas são, muitas vezes, inferiores a R$90 mil. Por isso, é preciso ter cuidado e assegurar que o seguro tenha essa cobertura (ou o equivalente em outra moeda).

Os portais comparadores de seguro também são limitados a planos com origem no Brasil. Por isso, vale a pena buscar pelo plano receptivo diretamente no site oficial das seguradoras.

Onde cotar outros tipos de seguro?

Se você não é um turista estrangeiro em turismo pro Brasil, você pode contratar um seguro viagem convencional, existem muitas opções no mercado.

Para ajudar você a encontrar o plano de seguro viagem ideal para você, temos o nosso comparador de seguros. Basta informar os dados de sua viagem e alguns dados pessoais e nós vamos apresentar os planos das melhores seguradoras do mercado – e garantimos o menor preço aos leitores do Seguro Viagem Pro.

Se preferir, nós sugerimos também utilizar diretamente o site do Seguros Promo. É um portal comparador de seguro viagem parceiro do Seguro Viagem Pro, de confiança e que oferece preços acessíveis. Com ele, é possível comparar até 4 planos de seguro viagem simultaneamente e ainda cobrem a oferta da concorrência, caso você encontre melhor preço.

Oferecemos desconto

Se você comprar o seu seguro viagem através do nosso comparador de seguros ou pelo Portal Seguros Promo, pode ganhar até 10% de desconto! Basta pagar com boleto bancário (que já dá 5% de desconto) e depois acrescente o cupom SVP5 que te dará mais 5% de desconto. Aproveite!

Gabriele Ferreira

Paulista apaixonada pela escrita e pelos arranha-céus.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo