CoberturasSeguro Viagem

Vale a pena contratar o seguro viagem para grupos? Entenda

Viajar é uma delícia, com as companhias que mais amamos então, nem se fala, é o pacote completo da alegria! Mas antes de fazer as malas, garanta que todos estarão protegidos durante a estadia fora de casa. No checklist da viagem, um item certamente pode gerar dúvida: vale a pena comprar o seguro viagem para grupos ou é melhor cada um contratar o seu? Entenda como funciona esse tipo de seguro e se vale a pena optar por ele.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

Como funciona o seguro viagem para grupos?

Os seguros viagem para grupo funcionam como a proteção individual e oferece coberturas básicas muito similares. A principal diferença entre eles está no número de pessoas cobertas pela proteção.

De acordo com a Resolução 315/2014, da Susep, órgão responsável pelo setor, ao menos um desses itens deve constar em um seguro viagem:

  • Despesas médicas e hospitalares;
  • Traslado médico;
  • Traslado de corpo;
  • Regresso sanitário;
  • Indenização por morte em viagem e invalidez.

Em geral, todos esses itens estão presentes tanto em seguros individuais como em grupo. A maior diferença entre um plano individual e um coletivo, com grupo mínimo de 10 ou 15 pessoas, está em alguns benefícios extras ou descontos que são oferecidos pela seguradora.

Uma vantagem interessante é que frequentemente as seguradoras fazem uma tarifa única para o grupo inteiro embora cada membro do grupo possa pagar a sua parte individualmente.

Motivos para contratar seguro viagem para grupos

Viajar em grupo pode ser ainda mais complexo do que viajar sozinho, confira abaixo alguns dos principais motivos para se proteger em conjunto.

1. O seguro é obrigatório para uma série de destinos

Muitos países, como os 26 signatários do Tratado de Schengen, exigem que os turistas possuam seguro viagem com cobertura de 30 mil dólares para ingressarem e permanecerem no território.

Essa exigência não acontece só nos países da Europa, outros destinos como Cuba também cobram do viajante um seguro viagem.

Verifique se o destino que o grupo escolheu também faz essa exigência formal de um plano. No entanto, ainda que o país que irá receber o grupo não faça essa cobrança, recomendamos que contrate um plano antes de embarcar, imprevistos podem estragar a sua viagem e, por um baixo custo diário, você pode garantir uma boa proteção.

2. Problemas com a bagagem

Se o destino do grupo implicar a troca de aeronaves, deve ficar especialmente atento para o aumento do risco de dano, atraso ou extravio. Se já existe risco desses incidentes viajando sozinho, com um grupo onde o número de bagagens despachadas aumenta a probabilidade é ainda maior de ocorrer algum problema.

A responsabilidade do transporte adequado da sua bagagem é da companhia aérea, mas ter um seguro viagem que cubra bagagens nessas horas pode fazer toda a diferença tanto em termos de burocracia como de indenização.

3. Risco de intoxicações alimentares

Uma das alegrias de qualquer viagem é experimentar novas comidas e novos temperos. Já pensou se alguém do grupo não se der bem com a nova iguaria que provou?

Nas viagens é relativamente frequente acontecer casos de intoxicações alimentares, seja por alimentos com temperos diferentes, não adequadamente condicionados, seja por beber água contaminada ou ingerir frutas e legumes que não foram bem lavados.

4. Risco de algum problema de saúde

Não são só as infecções alimentares que tiram o sono dos viajantes. As diferenças de clima e temperatura podem despertar alergias ou causar infecções respiratórias. Gripes e resfriados também costumam aparecer quando estamos em contextos muito diferentes ao que estamos habituados.

Uma série de destinos não possuem um sistema de saúde público que oferece de modo gratuito atendimento para os turistas.

5. Praticar esportes aumenta o risco

Um dos objetivos dessa viagem em conjunto é se divertir praticando algum esporte específico? Nesse caso, fique especialmente atento porque nem todos os seguros de viagem cobrem danos recorrentes de prática esportiva amadora. Nessas situações é necessário contratar um plano específico com cobertura para esportes.

Trilha seguro viagem para grupos

O que avaliar na cobertura do seguro para grupos?

Agora que você já sabe a importância de viajar protegido, preparamos um pequeno guia com os itens mais importantes de um seguro viagem para ter em mente.

Cobertura recomendada para despesas médicas e hospitalares

Sabe qual é o primeiro item que deve olhar quando estiver pesquisando um seguro viagem? É a cobertura de despesas médicas e hospitalares, também conhecida como DMH. Esse valor, que consta na apólice, é o limite que o segurado poderá utilizar quando estiver em viagem. Dentro desse item estão abrangidas:

  • Consultas emergenciais e de urgência;
  • Exames médicos solicitados para diagnóstico adequado;
  • Eventual internação hospitalar.

Quanto mais alta for a cobertura de DMH, melhor. Todo seguro viagem oferece cobertura de despesas médicas e hospitalares, a única questão que varia é o valor e as condições, que mudam de acordo com os critérios de cada seguradora.

Vale destacar que esse valor só poderá ser utilizado em casos de acidentes ou doenças geradas durante a viagem – não é possível acionar o seguro para cobrir consultas médicas de rotina, por exemplo. Algumas doenças crônicas – tipo hipertensão ou diabetes – apesar de não serem eventos despertados na viagem também estão cobertos e garantidos por lei.

Cobertura para Covid

Hoje em dia já é possível encontrar no mercado uma série de planos de grupo com cobertura para Covid 19.

Esses planos especiais costumam ser mais caros, mas são muito importantes porque garantem proteção nessas situações específicas. Ainda mais viajando em grupo, esse é um investimento extra que se justifica.

Esteja atento porque na apólice deverá constar o valor de cobertura das despesas médicas e hospitalares em contexto de Covid 19. Esse montante é diferente das despesas médicas e hospitalares gerais – frequentemente é mais baixo, por isso confira na apólice quais são os seus limites – quanto mais elevados, melhor.

Traslados e repatriamentos

Os translados e repatriamentos são outros dois itens que deve observar com atenção quando estiver contratando um seguro viagem.

O translado médico é uma cobertura básica de todo seguro viagem, é ele que garante que o segurado chegue até a clínica ou hospital mais próximo e que recebe a devida assistência necessária durante o trajeto.

O translado de corpo é outro tipo de transporte, ele acontece quando o segurado morre durante a viagem. Nessas situações, a seguradora fica responsável por todos os trâmites burocráticos e custos associados, dentro do limite que consta na apólice, para levar o corpo para o local de origem.

Já o repatriamento sanitário, por sua vez, ocorre em situações muito específicas. Essa cobertura do seguro viagem garante que o segurado possa regressar para o seu local de origem com todas as condições médicas necessárias, ainda que ele precise de condições especiais para o transporte. Em situações de acidentes ou doenças súbitas, esse trajeto precisará de ser equipado de forma diferenciada, muitas vezes demandando a presença de uma UTI móvel no avião com vigilância médica constante.

Existência de necessidades especiais entre os viajantes

Em viagens de grupo, principalmente quando envolve família, é possível que existam vários perfis de viajantes, de crianças a idosos, passando por gestantes. Dessa forma, é preciso observar bem a escolha do plano para avaliar se atende a todos os viajantes.

Por exemplo, muitos seguros limitam a idade de cobertura, outros não atendem gestantes ou limitam a idade gestacional. Assim, quanto mais heterogêneo for o grupo, maiores os cuidados a ter na contratação.

Nesses casos, é importante avaliar se o seguro para o grupo é mesmo a melhor opção. Isso porque os planos mais completos são mais caros e nem sempre uma viajante sem necessidades especiais de atenção à saúde vai precisar de um plano com as mesmas coberturas que alguém com maior probabilidade de recorrer ao atendimento médico.

Quanto custa seguro viagem para grupos?

A resposta para essa pergunta é depende, os valores dos seguros viagem variam de acordo com o destino, o número de segurados, a idade de cada um, o tempo que passará fora e o tipo de serviço contratado.

Para ter uma ideia de valores, fizemos uma cotação no comparador do Seguro Viagem Pro no dia 25 de junho de 2021 tendo em conta uma viagem com destino à América Central com duração de 10 dias.

A simulação é feita apresentando valores de seguros individuais. Depois de escolher o seu plano, na hora de concluir a compra clique em “Adicionar Segurados” e adicione as informações dos outros membros do grupo. Você precisará do nome completo, data de nascimento e CPF de cada um daqueles que será incluído no seguro.

CoberturasCoris 30 Basic + Covid 19AC 35 Mundo Covid-19Affinity 60 Latam Promocional Covid-19 Platinum30GTA 75 Latamax Covid-19 Premium30
Despesas médicas e hospitalares (DMH)USD 30 milUSD 35 milUSD 60 milUSD 75 mil
DMH por CovidUSD 10 miUSD 30 mil (dentro da DMH)USD 30 milUSD 30 mil
Cobertura para gestantesUSD 30 milDentro da DMH – até 28 semanasnãoDentro da DMH – até 28 semanas
Regresso sanitárioUSD 50 milUSD 30 milUSD 30 milUSD 40 mil
Translado de corpoUSD 50 milUSD 10 milUSD 20 milUSD 40 mil
Translado médicoUSD 50 milUSD 3 milUSD 1.200USD 20 mil
Seguro de bagagem extraviadaUSD 1 milUSD 1.200 (complementar)USD 800 (suplementar)USD 1.200 (complementar)
ValoresR$ 203,32R$ 393,76R$ 598,67R$ 1.605,32

Qual o melhor seguro viagem para grupos?

Essa resposta não é simples, ela pode variar muito de acordo com o perfil do grupo, o destino da viagem e o que pretendem realizar durante os dias fora.

Uma viagem de grupo com um público de perfil etário mais elevado terá contornos diferentes de uma viagem de grupo de jovens, por exemplo. Da mesma forma para um grupo heterogêneo, no qual será preciso avaliar o perfil de cada integrante do grupo.

A nossa dica aqui é descobrir qual é o perfil do grupo onde está inserido e procurar planos ajustados as necessidades reais do coletivo.

Contratar seguro viagem individual ou em grupo?

Muitas seguradoras oferecem condições especiais para o seguro viagem para grupo. Algumas empresas oferecem seguros familiares, por exemplo, onde o titular paga 100% da tarifa e os familiares de primeiro grau (filhos, irmãos, pais e cônjuges) pagam apenas 30% da tarifa cobrada pelo titular. Em outras situações as crianças podem obter seguros viagem gratuitos.

Há alguns outros casos nos quais o seguro viagem para grupos contam com serviços adicionais, descontos ou facilidade de pagamento. Se todos os viajantes tiverem o mesmo perfil, ou perfil semelhante, provavelmente valerá a pena contratar um seguro viagem coletivo na mesma compra.

Por outro lado, se o grupo for muito heterogêneo e tiver necessidades diferentes, mais vale partir para o seguro individual. Se no grupo tiver gestantes, idosos ou pessoas que desejam praticar esportes radicais, mais vale apostar em planos diferenciados que melhor atendam o perfil de cada um.

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Recomendação Seguro Viagem Pro

Se você nos acompanhou até aqui deve ter concluído o quão importante é ter um seguro viagem quando está fora de casa. Por um baixo custo diário, ele te protege de uma série de situações que podem tirar o seu sono. Ainda mais viajando em grupo, esse tipo de suporte e assistência pode representar realmente um diferencial nas suas férias.

Na hora de contratar um seguro viagem de grupo esteja atento ao perfil dos viajantes que irão embarcar. Todos possuem as mesmas necessidades? Alguém precisa de cuidados especiais ou seria bom estar mais protegido? Qual é o objetivo da viagem? Esse primeiro diagnóstico deve ser feito de modo a facilitar a pesquisa, assim quando for cotar a proteção já sabe o que procura.

Independente do estilo de viagem do grupo, o primeiro item a observar na contratação é o valor de cobertura das despesas médicas e hospitalares. Esse valor é individual e quanto mais elevado, melhor.

Também destacamos a importância de observar o valor da cobertura das despesas médicas e hospitalares em casos de Covid 19. Observe também quais são os valores atribuídos em casos de translados médicos, repatriamentos sanitários e translados de corpo.

Especialmente se for fazer uma viagem longa e o destino exigir trocas de aeronaves, nossa dica é reparar se o seguro escolhido cobre dano, extravio ou atraso de bagagens.

Onde cotar o seguro viagem para grupos?

A melhor maneira de encontrar o seguro viagem ideal é pesquisando. Algumas seguradoras oferecem planos especiais para grupos, com condições que atendem viajantes de perfis diversos, oferecendo descontos ou pacotes com bom custo-benefício.

Por isso, vale a pena pesquisar algumas seguradoras antes de finalizar a busca. Mas nossa recomendação é recorrer aos comparadores de seguro viagem, neles é possível encontrar várias opções de planos e coberturas de seguradoras variadas.

Além do nosso comparador, também recomendamos o Seguros Promo, com boa variedade de seguradoras, ele apresenta preços bem atrativos.

Também recomendamos a Real Seguro Viagem, o comparador tem planos que atendem diferentes perfis, com bom custo-benefício.

Desconto no seguro viagem

Sabia que contratando a proteção pelo nosso comparador de seguro viagem ou pelo Seguros Promo você pode ganhar até 10% de desconto?

Sim, é verdade! Para aproveitar a oferta, basta escolher a opção pagamento por boleto bancário, que te dá 5% de desconto, e depois incluir o cupom SVP5, que garante mais 5% de desconto. Como os descontos são cumulativos, você contará no final com 10% de desconto. Bacana, né?

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Rebeca Leite

Rebeca é formada em Letras e ama viajar! Nascida no Rio de Janeiro, atualmente mora em Lisboa e trabalha desde 2018 com produção de conteúdos. Para aprimorar os seus conhecimentos fez uma especialização em marketing digital e uma pós-graduação em storytelling. Se quiser saber mais sobre a sua trajetória conheça o perfil de Rebeca no Linkedin.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo