CoberturasSeguro Viagem

Quanto custa um seguro viagem internacional: veja o preço médio

Seguro viagem internacional é um item que não pode faltar na sua viagem para o exterior. Em alguns países, ele é obrigatório – e não tem como fugir, tem que contratar a apólice mesmo. Já em outros, ele não é obrigatório, mas é fortemente recomendado. Como tem um preço acessível e confere muita segurança à viagem, não há razão para não contratá-lo. Vamos te explicar tudo neste artigo e te mostrar quanto custa um seguro viagem internacional. Confira.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

Quanto custa o seguro viagem internacional? Exemplos de custo

Vamos te mostrar com exemplos que o seguro viagem internacional é um produto bastante acessível. Por menos de R$ 10 ao dia, você garante cobertura para todas as suas viagens internacionais.

E, como dissemos, o seguro deve ser sempre adquirido para evitar surpresas financeiras desagradáveis com os elevados custos médicos do exterior.

Para começar, vamos te explicar que três itens são fundamentais para definir o valor do seguro viagem:

  • Os benefícios opcionais que ele oferece (alguns itens do seguro são determinados por lei, como cobertura de despesas médica hospitalares; já outros, são opcionais à seguradora, como cobertura para gestante e para a prática de esportes);
  • O valor da cobertura para despesas médicas hospitalares (DMH): quanto mais alto este valor, mais caro o plano;
  • E idade do viajante – o valor do plano geralmente tem um valor diferente para a terceira idade (mas cada seguradora determina qual a data para a mudança de valor).

Valores de um seguro viagem internacional

Fomos ao comparador do Seguro Viagem Pro no dia 29 de agosto de 2020 e simulamos uma compra de plano para dez dias de viagem (1 a 10 de outubro de 2020) com destino Internacional, para saber quanto custa um seguro viagem internacional.

Abaixo, apresentamos opções mais econômicas (que apresentam o melhor custo-benefício e uma boa cobertura de DMH) e mais completas (de planos com cobertura de DMH superior a 60 mil dólares).

Planos econômicos

Plano TA 35 Euro Mundo ITA 40 Smart AC 35 Mundo Affinity 60 Mundo
Despesa Médica Hospitalar (DMH) EUR 35 mil USD 40 mil USD 35 mil USD 60 mil
Cobertura para a prática de esportes Dentro DMH – consultar USD 3,5 mil USD 30 mil USD 6 mil
Cobertura para gestante Dentro DMH até 34 semanas e 40 anos Não USD 30 mil até 28 semanas Não
Cobertura odontológica EUR 250 USD 200 USD 500 USD 800
Regresso sanitário EUR 15 mil USD 10 mil USD 30 mil USD 50 mil
Valor R$ 105,22 R$ 137,61 R$ 139,80 R$ 182,25

Planos completos

Plano TA 100 Mundo AC 150 Mundo TA 300 Mundo GTA 67 Euromax
Despesa Médica Hospitalar (DMH) USD 100 mil USD 150 mil USD 300 mil USD 67 mil
Cobertura para a prática de esportes Dentro DMH – consultar Dentro DMH por evento (USD 30 mil) Dentro DMH – consultar Não
Cobertura para gestante Dentro DMH até 34 semanas e 40 anos Dentro DMH (por evento) até 28 semanas Dentro DMH até 34 semanas e 40 anos Dentro DMH até 28 semanas
Cobertura odontológica USD 500 USD 700 USD 800 USD 800
Regresso sanitário USD 50 mil USD 60 mil USD 50 mil USD 40 mil
Valor R$ 244,63 R$ 264,58 R$ 698,93 R$ 233,12

Recomendação Seguro Viagem Pro

Dentre os planos econômicos apresentados, destaque para o TA 35 Mundo, da Travel Ace Assistance. Ele tem o melhor preço para uma boa cobertura de DMH que atende praticamente a todos os destinos. Ainda incluir cobertura para gestantes e também para praticantes de esportes de aventura.

Entre os planos mais completos, dois planos chamam a atenção: o TA 100 Mundo, da Travel Ace, e do AC 150, da Assist Card. Veja que, comparativamente com o GTA 67, da Global Travel Assistance, eles praticamente dobram a cobertura de DMH por R$ 10 ou R$ 30 a mais no valor do plano, respectivamente. E também atendem a todos os tipos de público.

Como escolher o melhor seguro viagem internacional pelo melhor preço?

A seguir, vamos te dar um passo-a-passo de como escolher o melhor seguro viagem internacional pelo melhor preço. Estas dicas vão facilitar a sua busca e te mostrar que, neste tipo de compra, o melhor parâmetro para a sua decisão será sempre a comparação.

Avaliando as opções que o mercado oferece, você consegue visualizar de maneira bastante clara quais os benefícios e quais os custos que mais atendem às suas necessidades. Vamos lá!

Primeira dica: comparar seguros

A primeira dica é que você deve comparar as opções oferecidas. De cara, vamos te dizer que o melhor lugar para isso são os comparadores de seguro viagem.

Nós sempre utilizamos o comparador do Seguro Viagem Pro, que é uma parceria com o portal Seguros Promo. Mas existem outras boas opções como Real Seguro Viagem e Compara Online.

Em todos os comparadores, você consegue visualizar ofertas de várias seguradoras e planos diversos. Pode selecionar os que mais te agradam e fazer uma comparação item por item de cada um deles.

Os comparadores vendem os seguros viagem a preços mais atrativos do que as próprias seguradoras – e estamos falando exatamente dos mesmos produtos. Isto acontece porque os comparadores comercializam uma enorme quantidade de planos todos os dias, o que os permite dar descontos especiais ao seu público.

Segunda dica: defina a cobertura de DMH

Uma sigla muito importante para quem escolhe seguro viagem é a cobertura de DMH, que é o quanto a seguradora irá pagar no total pelas despesas médicas hospitalares.

Tenha em mente, sempre, que quanto maior a cobertura para despesas médicas hospitalares, melhor para você. Isto porque você terá mais segurança de que, aconteça o que acontecer durante a viagem, todo o tratamento estará coberto pela seguradora.

Por exemplo, se você contratar um plano com DMH de 30 mil euros e seu tratamento decorrente de um acidente durante a viagem ficar em 50 mil euros, saiba que a diferença terá que ser paga por você. Portanto, não economize no item DMH.

E, como mostraremos mais adiante, muitas vezes a diferença de preço de um plano com DMH de 30 mil euros para um com DMH de 60 mil euros é bastante baixa – alguns poucos reais que pagam a tranquilidade a mais adquirida.

Terceira dica: defina a cobertura de DMH de acordo com o destino

A questão da definição da cobertura DMH necessária para a sua viagem deve estar de acordo com o destino em questão.

Para alguns destinos, a cobertura de DMH é exigida por lei. É o caso da Europa, onde os países signatários do Tratado de Schengen exigem DMH de pelo menos 30 mil euros. Sem a apólice com DMH neste valor, você pode ser obrigado a retornar ao Brasil se as autoridades alfandegárias assim determinarem. E não vale correr o risco, não é mesmo?

Os países do Tratado e Schengen que exigem DMH de 30 mil euros são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Liechtenstein, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.

Também Cuba exige seguro viagem e determina a cobertura de DMH. É preciso ter uma apólice com cobertura mínima de USD 10 mil. Para o Equador, é preciso ter um seguro, mas não é especificado o valor da cobertura de DMH. E, para a Venezuela, é preciso ter cobertura mínima de DMH de USD 40 mil.

Para todos os demais países, o valor do DMH deve ser definido levando-se em conta os custos do atendimento médico do destino da viagem. Se o país tiver medicina cara, a cobertura DMH deve ser mais alta e vice-versa.

Indicações de cobertura de DMH

Resumidamente, países europeus em geral devem ter cobertura mínima de DMH de 30 mil euros. Estados Unidos, 40 mil dólares. Para Ásia, 40 mil dólares. América Latina e América Central, a partir de 15 mil dólares. Para viagens nacionais, 10 mil dólares de DMH são suficientes.

Quarta dica: defina a cobertura de DMH de acordo com o perfil do viajante

Outro ponto que deve ser levado em conta na definição do DMH é o seu perfil de viajante.

Viajantes com necessidades especiais

Gestantes, idosos, portadores de doenças preexistentes e praticantes de esportes de aventura devem sempre contratar um plano com DMH um pouco acima do mínimo recomendado para cada destino, como falamos acima.

Regra geral, a partir de 60 mil dólares (ou o equivalente em outra moeda) já passa a ser um bom plano para estes públicos. Isto porque são viajantes que podem precisar de atendimento médico mais vezes e de tratamentos mais caros.

Mas, atenção: o atendimento a gestante, idoso, portador de doença preexistente e praticante de esporte de aventura deve constar na apólice. Alguns planos excluem estes públicos.

Para as gestantes, além de alguns planos não oferecerem atendimento relacionado à gravidez, outros limitam o atendimento às semanas de gestação – esteja atenta a este ponto.

Para os idosos, alguns planos limitam o atendimento por faixa etária – então, certifique-se de que sua idade está contemplada pelo plano.

Para os praticantes de esportes de aventura, é preciso, além de buscar planos com cobertura para a prática de esportes, também buscar a cobertura para o esporte que será praticado, especificamente. Alguns planos cobrem esqui, por exemplo, mas não cobrem escalada.

Então, a recomendação é ler a descrição do plano e a apólice com muito cuidado. As seguradoras sempre se atêm ao que determina a apólice na hora de pagar pelo tratamento ou pelo reembolso dos custos médicos.

quanto custa um seguro viagem internacional praia

O que interfere no valor do seguro de viagem internacional?

Alguns fatores podem interferir em quanto custa um seguro de viagem internacional. Entendê-los vai fazer com que você avalie a melhor opção de cobertura e a variação dos preços. São eles:

1. Destino

Geralmente, turistas não têm acesso ao sistema público de saúde durante uma viagem ao exterior. Já o preço do sistema privado pode variar bastante entre os países. Alguns mais caros, outros mais baratos. Em consequência, o valor da contratação do seguro de viagem internacional pode aumentar ou diminuir. Além disso, se sua viagem terá vários destinos diferentes, o preço pode aumentar também.

2. Dias de viagem

Além do destino, a quantidade de dias também vai interferir em quanto custa um seguro de viagem internacional. É claro que se você fizer uma viagem de 10 dias, vai sair mais barato do que uma de 20 dias, pois o custo do seguro é por dia.

Uma dica que podemos dar aqui é contratar o seguro de viagem internacional para 1 dia a mais após a data de retorno. Assim, caso tenha algum atraso no voo ou tenha sua bagagem extraviada no retorno para a casa, você ainda estará assegurado.

3. Seguradora

Existem várias seguradoras que oferecem o seguro de viagem internacional, mas nem todas prestam um serviço de qualidade, principalmente quando o assunto é a assistência técnica caso você precise acionar o seguro viagem. Portanto, outro fator que vai interferir no custo da contratação do seguro de viagem internacional é a seguradora escolhida.

A dica para analisar esse fator é realizar uma pesquisa sobre a seguradora que pensa em contratar. Numa busca pelos portais de reclamações, como o Reclame Aqui e o Trustpilot, por exemplo, é possível visualizar os comentários dos usuários.

Veja nosso ranking dos melhores seguros de viagem.

4. Perfil do viajante

Um fator importante e que deve ser destacado é o perfil do viajante. Existem aqueles que gostam de praticar esportes radicais, aqueles que já possuem um doença preexistente (diabetes, DSTs, asma, bronquite, doenças cardiovasculares, etc.), gestantes e idosos.

Quanto custa um seguro de viagem internacional vai depender do seu perfil como viajante. Por isso, convém fazer uma auto-avaliação antes de fazer a contratação do serviço.

5. Perfil da viagem

Já falamos do perfil do viajante, mas outra coisa que vale analisar é o perfil da sua viagem.

Por exemplo, você pode não ser um amante de esportes radicais, mas se vai viajar para algum destino de neve, provavelmente vai querer conhecer alguma estação de esqui e snowboard. E em consequência terá que contratar um seguro de viagem internacional que tenha cobertura médica e hospitalar para a prática de esportes.

Uma viagem a negócios para os Estados Unidos tem riscos bem menores do que um safári na África, por exemplo.

É por isso, que o perfil da viagem também pode ser um fator que vai tornar o seguro de viagem internacional mais caro ou mais barato.

mulher balanco viagem internacional

O que é o seguro viagem internacional?

O seguro viagem internacional é uma apólice que você contrata para ter cobertura médica e odontológica no exterior. Ele deve ser contratado pelo período todo da viagem – do dia do embarque ao dia do desembarque.

Com ele, você garante que terá atendimento médico aonde quer que se encontre e que todos os custos serão cobertos pela seguradora.

E se eu viajar sem seguro viagem internacional?

Se optar por viajar sem seguro viagem internacional, você deve estar ciente de que corre o risco de, caso alguma emergência ou acidente ocorra durante a viagem, você terá que arcar com os custos do atendimento médico – e muitas vezes em dólar ou euro, o que pode significar um rombo bastante expressivo no orçamento.

Você pode até argumentar que, em alguns países, existe saúde pública. Sim, mas em muitos dos principais destinos turísticos dos brasileiros, o atendimento público até existe, mas ele é cobrado do turista. É o caso dos Estados Unidos e da maioria dos países da Europa. Então, o baixo custo do seguro viagem paga a tranquilidade adquirida.

Além disso, dependendo do plano que você escolher, o seguro viagem pode trazer ainda uma série de benefícios que tornam a viagem mais segura e mais tranquila.

Benefícios de contratar um seguro viagem internacional

Como, por exemplo, assistência em português 24 horas por dia, durante toda a semana; assistência jurídica durante a viagem; serviço de traslado médico (caso você precise de transporte especial até o hospital mais próximo, em caso de acidente ou emergência); seguro para atraso de voo e para extravio de bagagem; seguro para invalidez permanente por acidente; e seguro por morte acidental.

Mas antes de contratar o seu seguro viagem internacional, vale ficar atento às dicas para fazer a melhor escolha.

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Onde cotar e comprar seguro viagem?

Agora que você já sabe quanto custa um seguro viagem internacional, nossa recomendação é que uma escolha consciente exige pesquisa e comparação entre os produtos oferecidos pelo mercado. Então, o melhor caminho é utilizar os comparadores de seguro viagem, como dissemos. Nós usamos os comparadores do Seguro Viagem Pro e do Seguros Promo.

Se você optar por fazer sua compra no comparador do Seguro Viagem Pro, você ainda pode ganhar 10% de desconto.

Para garantir a promoção, você deve utilizar o cupom SVP5 na página de compra (que garante 5% de desconto) e optar pelo pagamento via boleto bancário (que garante mais 5%). Como os descontos são cumulativos, você paga 10% menos no valor do seu seguro. Aproveite!

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Cláudia Zucare

Cláudia Zucare Boscoli trabalha como jornalista há 20 anos, tendo se formado na Cásper Líbero, com extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), especialização em Marketing Digital pela FGV e pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP. Já trabalhou para IstoÉ Online, O Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo e Editora Abril, entre outros veículos. Adora viajar, conhecer novas culturas e contar o que descobriu.

Lívia Tostes

Lívia Tostes é jornalista e vive em Portugal, onde cursa o Mestrado em Comunicação Política pela Universidade do Porto. É apaixonada por gastronomia, fotografia e cinema - especialmente o cinema brasileiro. Viajar sozinha para conhecer novas culturas é seu hobby favorito.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo