Seguro Viagem

Morte acidental em viagem é coberta pelo seguro? Veja como funciona

Neste artigo, vamos reunir tudo o que você precisa saber sobre a cobertura do seguro no caso de morte acidental em viagem. Claro que este é um tema difícil de ser tratado, pois é um desfecho que jamais esperamos.

COMPARADOR SEGURO VIAGEM

Faça uma cotação sem compromissos e conheça todas as opções disponíveis e preços de seguro para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

No entanto, sabemos da importância de conhecer os detalhes da apólice para que o viajante fique bem informado e garanta seus direitos. Aqui você ficará sabendo sobre o que inclui a cobertura de morte acidental em viagem. E se todo plano disponibiliza este serviço, quais casos não estão garantidos pelo seguro viagem e outras informações.

Todos os seguros cobrem morte acidental em viagem?

Sim. A SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) definiu na Resolução 315, em 2014, as regras e os critérios para a operação de seguros viagem no Brasil. O documento detalha as coberturas básicas e adicionais que devem ser oferecidas.

  • Despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas em viagem nacional;
  • Despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas em viagem ao exterior;
  • Traslado de corpo;
  • Regresso sanitário;
  • Traslado Médico;
  • Morte em viagem;
  • Morte acidental em viagem;
  • Invalidez permanente total ou parcial.

A resolução destaca que o seguro viagem precisa oferecer pelo menos um destes itens básicos. Entre os quais está incluída a morte acidental em viagem e a morte em viagem (em caso de falecimento do segurado por causas naturais ou acidentais, durante o período de viagem). Na maioria dos planos que conhecemos, toda esta lista está contemplada pelas apólices.

O que significa a cláusula de morte acidental em viagem

A indenização por morte acidental em viagem é o pagamento do capital segurado ao(s) beneficiário(s) indicado(s) na apólice. Ele é feito de uma única vez ou sob a forma de renda, dentro dos valores estipulados no contrato, no caso de falecimento do segurado. Desde que a morte, vale ressaltar, seja ocasionada por acidente pessoal ocorrido durante o período de viagem.

Se o segurado tiver menos de 14 anos, a indenização será destinada, exclusivamente, ao reembolso das despesas com o funeral. Elas deverão ser comprovadas com apresentação das notas fiscais originais.

Quais riscos não estão cobertos pelo seguro em caso de morte acidental em viagem?

Nem sempre o seguro vai pagar a indenização correspondente a morte acidental em viagem. Por isso, é necessário estar ciente dos riscos excluídos detalhados nas condições gerais da apólice.

Eles costumam estar relacionados a ideia de que o viajante se colocou voluntariamente em situações de perigo. Ao entender que o viajante conhecia o risco à integridade física (acidente ou de morte), a seguradora invalida o pagamento da indenização. Entre estas situações normalmente excluídas das apólices estão:

  • Uso de material nuclear, contaminação radioativa ou exposição a radiações;
  • Intoxicações causadas por produtos químicos, drogas ou medicamentos, salvo quando prescritos por médicos em decorrência de acidente coberto;
  • Uso de drogas, álcool ou medicamentos sem ordem médica;
  • Atos contrários à lei, inclusive a direção de veículos automotores sem habilitação ou sem a utilização de equipamentos de segurança obrigatórios por lei, como capacetes e cintos de segurança;
  • Atos ou operações de guerra, guerra química ou bacteriológica, revolução, atos terroristas e outras perturbações da ordem pública;
  • Danos sofridos em consequência de tremores de terra, furações, inundações, ciclones, maremotos e erupções vulcânicas;
  • Automutilações ou tentativa de suicídio.

Como funciona a cobertura em caso de morte acidental em viagem?

É preciso que os beneficiários entrem em contato com a seguradora, que vai prestar todos os esclarecimentos em caso de morte acidental em viagem.

Quem são os beneficiários?

São pessoas designadas livremente pelo segurado na Proposta de Adesão e podem ser substituídos em qualquer momento, por meio de uma solicitação formal. Caso não exista uma indicação de beneficiário, o capital segurado será pago metade ao cônjuge não separado judicialmente e o restante aos herdeiros do segurado. É obedecida a ordem hereditária.

Na falta das pessoas indicadas, filhos e cônjuge, serão consideradas beneficiários as pessoas que provarem que a morte do segurado os privou dos meios necessários à subsistência. Se por acaso os beneficiários forem menores de idade, a indenização será paga via assistência ou representação de quem tenha o direito.

Documentação exigida

Além do formulário do Aviso de Sinistro do seguro, preenchido pelo beneficiário, as seguradoras costumam exigir os seguintes documentos em caso de morte acidental em viagem:

  • Cópia dos documentos do segurado: RG, CPF, comprovante de endereço com prazo máximo de 90 dias;
  • Cópia dos documentos do(s) beneficiário(s): cônjuge ou companheiro(a) apresentam uma cópia autenticada da certidão de casamento ou de união estável, RG, CPF, comprovante de endereço. Filhos apresentam certidão de nascimento ou RG e CPF, junto com o comprovante de endereço. Pais e irmãos atestam o parentesco com carteira de identidade e CPF, junto com o comprovante de endereço;
  • Termo de autorização para crédito em conta corrente original de todos os beneficiários;
  • Original ou cópia autenticada do relatório do médico responsável. Deve ser datado e assinado e com a indicação do CRM ou equivalente no exterior, junto com os laudos e exames que atestem a lesão que provocou a morte do segurado ou cópia do laudo de necropsia, se houver;
  • Cópia do boletim de ocorrência policial, se houver;
  • Cópia da carteira nacional de habilitação do segurado, em caso de acidente com veículo que estivesse sendo dirigido pelo mesmo;
  • Cópia do laudo do exame toxicológico e de teor alcoólico, quando realizado;
  • Cópia do laudo de exame cadavérico (emitido pelo Instituto Médico Legal);
  • Cópia da Certidão de Óbito do Segurado.

Quanto custa a cobertura incluindo morte acidental em viagem

Pesquisamos preços para uma viagem à Ásia no Portal Seguros Promo, com duração de dez dias, para uma pessoa. Com cerca de R$10 a R$20 por dia, você já viaja protegido. Confira alguns resultados e o valor da cobertura:

Travel Ace – TA 40 Especial – Internacional

  • Valor: R$106,40;
  • Seguro por morte acidental: USD20 mil.

Conheça a seguradora Travel Ace neste artigo especial sobre ela.

Faça uma cotação de Seguro de Viagem. Garantimos o melhor preço

Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro de viagem.

Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para o seu próximo destino.

FAZER COTAÇÃO »

Affinity 15

  • Valor: R$122,90;
  • Seguro por morte acidental: R$25 mil.

Veja nossa avaliação da seguradora Affinity neste artigo.

Assist Card – AC 35 INTER

  • Valor: R$127,40;
  • Seguro por morte acidental: USD20 mil.

Veja se vale a pena contratar seguros na Assist Card aqui.

GTA 60 EUROMAX

  • Valor: R$202,90;
  • Seguro por morte acidental: R$50 mil.

Descubra se compensa pagar mais caro pelo plano da GTA neste artigo de avaliação da seguradora.

Como contratar um seguro viagem

Aqui no Seguro Viagem Pro, não nos cansamos de recomendar a aquisição de um seguro viagem para qualquer destino – incluindo o Brasil. Não apenas pensando em acontecimentos de alta gravidade, como o risco de morte acidental em viagem, mas em situações corriqueiras em que o seguro pote ajudar.

Extravio de bagagem, emergências médicas e odontológicas, reembolso de despesas com farmácia, cancelamento de voo e muitos outros imprevistos estão presentes nas apólices dos seguros que normalmente indicamos.

Para chegar a estes planos com excelente relação custo beneficio, utilizamos duas ferramentas. O site comparador Seguros Promo é muito simples de utilizar e entrega uma lista completa com vários planos de diversas empresas. Outro recurso que tem auxiliado vários viajantes é o comparador do Seguro Viagem Pro, que simula de acordo com o período e o destino da viagem as melhores opções.

E uma dica: utilizando nestes sites o cupom SVP5, você ganha desconto de 5% ao final da compra. Aproveite!

Luciana Andrade

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo