América do Sul

Seguro viagem Chile e Argentina: saiba como contratar o seu

Uma dúvida bem comum para aqueles que planejam visitar Chile e Argentina numa única vez é como escolher um seguro viagem que seja ideal para os dois países. Nesse artigo vamos mostrar como contratar um seguro viagem Chile e Argentina.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

Seguro viagem Chile e Argentina é obrigatório?

Não. Com exceção do Equador e da Venezuela, não é obrigatório contratar um seguro viagem para visitar os países da América do Sul. Entretanto, é altamente recomendável contratar um, principalmente, se o destino incluir dois países com belezas tão contrastantes, como o Chile e a Argentina.

Qual a importância de contratar um Seguro Viagem Chile e Argentina?

Claro que ninguém quer sofrer um acidente ou ter alguma enfermidade durante uma viagem. Mas tanto o Chile quanto a Argentina possuem roteiros que vão desde práticas de esportes no gelo a grandes desertos. Com tanta diversidade, listamos os principais motivos para incluir um seguro viagem no seu planejamento:

1. Esportes no gelo

Quem nunca sonhou em ver a neve que atire a primeira pedra. Dois dos destinos mais acessíveis para os brasileiros são o Valle Nevado, no Chile, e Bariloche, na Argentina. Em ambos os lugares é possível se aventurar no ski ou no snowboard. E você sendo um iniciante ou um grande atleta nos esportes, saiba que ninguém está livre de escorregar no gelo e/ou realizar uma manobra desastrosa.

Acidentes que envolvam alguma fratura são bem mais comum do que se imagina nesses locais. Além disso, dependendo do acidente, você terá que ser levado de helicóptero para o hospital. E como consequência, essa conta pode sair bem cara para o bolso de um turista que não tenha contratado um seguro viagem Chile e Argentina com a inclusão da prática de esportes de neve. Por isso recomendamos também a leitura do nosso artigo sobre seguro viagem para esquiar.

2. Altitude

Regiões com altitudes acima de 2.400 metros podem causar alguns efeitos desagradáveis para qualquer viajante. Isso acontece porque a medida que a altitude aumenta, o oxigênio diminui, e consequentemente sentimos os efeitos.

Os sintomas mais comuns causados pela altitude são: dificuldades de respiração, dor de cabeça, náusea e enjoo. Além do mais, algumas pessoas podem chegar a ter um edema pulmonar.

A Patagônia está localizada no extremo sul da Argentina e Chile, onde a altitude pode chegar até 3.000 metros. A região conta com paisagens de tirar o fôlego, que parecem verdadeiras pinturas. São lagos, geleiras, montanhas e vulcões, que atraem turistas que buscam uma experiência mais próxima à natureza selvagem.

Além da altitude, o clima da Patagônia é bem complicado. As temperaturas podem cair ou subir vinte graus em questão de horas. Sol, chuva forte, ventos e neve podem aparecer em um único dia. Portanto, pegar um resfriado com esse tempo tão instável é bem comum.

Outras regiões com altitudes bastante elevadas são o Deserto do Atacama, no Chile, e o Salar de Jujuy (deserto de sal), na Argentina. Nesses locais, a altitude pode chegar a quase 5.000 metros. Além dos dois destinos, o roteiro dos desertos na América do Sul inclui ainda o Salar de Uyuni, na Bolívia.

É impossível saber se você vai passar mal com a altitude. Mas diante dos possíveis sintomas que são sentidos, contratar um seguro viagem Chile e Argentina é importantíssimo.

Saiba também se precisa de seguro viagem para Buenos Aires.

3. Desidratação e cuidados com o sol

Seja no inverno ou no verão, ao visitar o deserto chileno e argentino é bom estar preparado para o sol. O uso de protetor solar, chapéu, camisas de manga comprida e calças são itens obrigatórios ao fazer a mala. É bem comum que turistas sofram uma insolação e queimaduras de sol durante os passeios.

Já nas capitais, o clima é bem parecido com o Brasil. As temperaturas costumam chegar até 30 graus durante o verão. Mas mesmo estando habituados com esse clima, é normal que esqueçamos de beber água ao caminhar pelas ruas, visitar museus e monumentos históricos. Andar com uma garrafinha de água na mochila pode evitar uma desidratação.

É claro que não queremos passar por nenhum problema, mas viajar com um seguro viagem pode te prevenir de possíveis adversidades. Por isso, não perca tempo e clique aqui para fazer uma cotação.

bairro argentina

Conheça também o seguro viagem para Argentina e Uruguai.

Quanto custa um seguro viagem Chile e Argentina?

O valor do seguro vai depender do destino da viagem, quantos dias e do perfil do viajante. Dependendo da seguradora que optar, você terá que selecionar a opção Seguro Viagem América do Sul, que abrange o Chile e a Argentina ao mesmo tempo.

Fizemos uma simulação para uma viagem de 10 dias para o mês de fevereiro de 2019 no Portal Seguros Promo. É possível contratar um seguro viagem Chile e Argentina por R$10,70 por dia de viagem. Um valor relativamente barato para quem quer viajar com tranquilidade e longe de imprevistos financeiros, afinal, contratar um seguro viagem pode evitar pagamentos exorbitantes em casos de contratempos.

Confira as melhores opções:

Travel Ace – TA 40 Especial Internacional

  •  USD 40.000 para despesas médicas e hospitalares;
  •  USD 1.200 complementar para seguro bagagem;
  •  Custo até 70 anos: R$ 107,03 (R$10,70 por dia).

Esse plano não inclui cobertura para a prática de esportes e aventura. Saiba mais sobre a Travel Ace Assistance.

Assist Trip – AT 40 Inter

  •  USD 40.000 para despesas médicas e hospitalares;
  •  USD 10.000 para cobertura médica na prática de esportes;
  •  USD 1.500 suplementar para seguro bagagem;
  •  Custo até 76 anos: R$ 108,90 (R$ 10,89 por dia).

Conheça mais sobre a Assist Trip.

Affinity – Affinity 35

  •  USD 34.000 para despesas médicas e hospitalares;
  •  USD 3.500 para cobertura médica na prática de esportes;
  • USD 10.000 para cobertura médica de gestante até 32 semanas e 45 anos;
  •  USD 1.200 complementar para seguro bagagem;
  • Custo até 81 anos: R$ 162,80 (R$ 16,28 por dia).

Leia sobre sobre a Affinity e veja nossa avaliação dessa seguradora.

Qual deles contratar?

Aquele que couber no seu bolso e oferecer a cobertura mais ampla. Dentre as opções acima, nós indicamos o AT40, pois, além de cobrir esportes radicais, tem um excelente preço e boa avaliação dos seus clientes.

Conheça também o Seguro Viagem Santiago e saiba qual é o melhor seguro viagem para Argentina.

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Onde contratar?

Sugerimos utilizar um site comparador para contratar seu seguro viagem Chile e Argentina. A nossa indicação é o Portal Seguros Promo. Nele é possível fazer simulações e ainda comparar diferentes coberturas de planos e seguradoras.

Se você quiser cotar em outros comparadores, confiamos também no Compara Online e no Real Seguro Viagem.

Dica: Lembre-se que você precisa ter em mente qual o tipo de viagem irá fazer. Se pensa em fazer algum esporte, seja no gelo ou em terra, é necessário que o seguro tenha cobertura para a prática de esportes e aventura.

Saiba também qual é o melhor seguro viagem Uruguai: onde contratar e quanto custa.

Oferecemos Desconto

O portal Seguros Promo oferece 5% de desconto para quem realiza o pagamento via boleto bancário. E nós da Seguro Viagem Pro oferecemos 5% de desconto utilizando o código SVP5. Portanto, você consegue até 10% de desconto na compra do seu seguro viagem Chile e Argentina. O que está esperando para arrumar as malas?

Você também pode ler o artigo completo sobre como conseguir desconto Seguro Viagem.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Lívia Tostes

Lívia Tostes é jornalista e vive em Portugal, onde cursa o Mestrado em Comunicação Política pela Universidade do Porto. É apaixonada por gastronomia, fotografia e cinema - especialmente o cinema brasileiro. Viajar sozinha para conhecer novas culturas é seu hobby favorito.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo