CoberturasSeguro Viagem

Seguro para viagem de moto: tudo o que você precisa saber

O seguro para viagem de moto é indispensável para quem vai pegar a estrada e curtir as férias, experimentando a sensação de liberdade que só este meio de transporte oferece. Quem gosta de motocicletas, ao mesmo tempo, precisa considerar todas as medidas e atitudes preventivas envolvidas. Entre elas, o seguro para viagem de moto é um dos principais itens do checklist.

COMPARADOR DE SEGURO VIAGEM

Faça agora a cotação e conheça as melhores opções de seguradoras e planos para a sua viagem. Encontre o melhor preço.

Só em São Paulo, os acidentes fatais de moto aumentaram 18% em um ano, segundo esta matéria publicada no portal G1. Motivos não faltam para contratar um bom seguro.

Neste artigo, vamos tirar as principais dúvidas sobre seguro para viagem de moto:

  • Seguro viagem terrestre abrange o seguro para viagem de moto?
  • Qual a diferença entre este seguro e o DPVAT?
  • Ele é obrigatório?
  • Quais os benefícios e coberturas?
  • Se você viajar com um passageiro, ambos precisam comprar?
  • Quanto custa e onde encontrar?

Seguro para viagem de moto está incluído nos seguros viagem terrestres?

Sim, normalmente os seguros viagem terrestres cobrem trajetos de moto, carro e ônibus. Mas vale confirmar na apólice, antes de contratar o seguro, se a cobertura de fato inclui viagens de moto. Algumas seguradoras possuem cláusulas específicas que vetam o transporte individual de passageiros, como em táxis, vans, caronas, motocicletas ou veículos de aluguel.

A diferença do seguro para viagem de moto

No seguro para viagem de moto e viagens terrestres em geral, as apólices não cobrem itens relacionados a voos e bagagens, como no seguro convencional. Os seguros terrestres nacionais só oferecem cobertura a partir de 100 quilômetros de distância da residência do cliente.

Cobertura para o veículo

Nenhum seguro para viagem de moto cobre danos ao veículo. Será mais prudente, certamente, contratar também um seguro específico para a moto ou o carro, se a intenção for realizar um trajeto longo com seu veículo.

Seguro para viagem de moto é obrigatório?

Embora não ofereça assistências relacionadas à bagagem, o seguro para viagem de moto é considerado indispensável. Afinal, as coberturas mais importantes ligadas à saúde são mantidas, como iremos detalhar a seguir. Conheça algumas particularidades para quem vai utilizar este seguro em viagens nacionais e ao exterior.

No Brasil

Em viagens nacionais, o seguro para viagem de moto não é obrigatório, mas altamente recomendado. Lembre-se de que muitos planos de saúde possuem apenas cobertura estadual ou, ainda, para apenas uma região do estado. E nem todos oferecem atendimento em emergência odontológica, reembolso de medicamentos prescritos ou repatriação sanitária, entre outros itens.

No exterior

Alguns países da América Latina e Central, em seu turno, exigem a contratação de um seguro viagem. No Equador, ele é obrigatório, mas não há exigência mínima. Já em Cuba, a cobertura mínima é USD 10 mil para assistência médica. Na Venezuela, o seguro deve cobrir pelo menos USD 40 mil em assistência médica e repatriação médica e funerária. O país ainda obriga a contratação adicional de um seguro no valor de USD 1 mil, específico para roubos, furtos ou extravio de bagagem.

Lembramos também que na América Latina muito países exigem a Carta Verde, leia esse artigo e entenda o que é.

Se a viagem incluir a América do Norte, a nossa recomendação é que seja contratado um plano de pelo menos USD 60 mil, dado o alto custo relacionado à saúde, principalmente, nos Estados Unidos.

Se você está pensando em pegar a estrada na Europa, saiba que para 26 países europeus, o Seguro Viagem Europa é obrigatório para entrar no continente. Por isso, você vai precisar contratar de toda forma, mas assim garante maior segurança para pilotar pelas excelentes estradas europeias.

O seguro para viagem de moto normalmente cobre apenas o trecho dentro do Brasil. Então, se for uma viagem com múltiplos destinos – incluindo cidades do Brasil e do exterior -, é necessário confirmar se as coberturas que valem no exterior serão estendidas a eventos ocorridos no território brasileiro. Leia a apólice ou entre em contato com a seguradora.

Inclusive, algumas empresas indicam que o viajante faça dois planos: um seguro para viagem de moto nacional e outro internacional. Faça a cotação do seu seguro viagem para moto no nosso comparador de seguro viagem e conheça os principais planos do mercado. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores, comprove.

O que o seguro para viagem de moto cobre?

Estes são os principais tipos de cobertura oferecidas no seguro para viagem de moto. Porém, o que vale é o que está no seu contrato, então leia sempre com atenção.

  • Assistência médica e odontológica emergencial 24 horas;
  • Remoção hospitalar;
  • Reembolso de remédios prescritos;
  • Reembolso de despesas com fisioterapia;
  • Envio de acompanhante;
  • Assessoria jurídica e, eventualmente, financeira;
  • Adiantamento de fiança;
  • Garantia de viagem de regresso antecipado;
  • Retorno de menores;
  • Cancelamento e interrupção de viagem;
  • Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente;
  • Indenização em caso de falecimento;
  • Traslado do corpo;
  • Perda de documentos e outros assuntos.

Conheça mais coberturas de um seguro viagem rodoviário.

seguro viagem de moto ponte

Piloto e carona precisam do seguro para viagem de moto?

Via de regra, as apólices de seguro viagem são individuais. Cada passageiro precisa fazer o seu próprio seguro e ter seu número único de voucher para solicitar atendimento. Pode ser que a empresa seguradora dê ao piloto e ao garupa o direito à cobertura com um único seguro, mas é preciso confirmar diretamente, caso a caso, com a seguradora contratada.

O DPVAT é uma alternativa ao seguro para viagem de moto?

São dois serviços bem diferentes. O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, ou DPVAT, deve ser feito por todos os brasileiros que possuam um veículo automotivo, como motos e carros. Ele existe desde 1966, quando o Decreto-Lei nº 73 regularizou as operações de seguros, e no ano de 1974 se tornou obrigatório.

Em linhas gerais, o seguro DPVAT reembolsa custos médicos e hospitalares decorrentes de atendimento na rede privada, de pessoas envolvidas em acidentes de carro, moto, ônibus, caminhões e tratores. O DPVAT também libera indenizações aos familiares em casos de morte, invalidez permanente total ou parcial.

Quando comparamos com a média do seguro para viagem de moto, os valores oferecidos pelo DPVAT são bastante inferiores.

DPVAT Seguro viagem rodoviário convencional
Despesas médicas e hospitalares Até R$2.700 Em média R$10 mil
Invalidez permanente Até R$13.500 Em média R$50 mil
Morte   Até R$13.500 Em média R$50 mil

Qual o seguro que mais vale a pena: DPVAT ou seguro viagem rodoviário?

Mesmo em viagens dentro do Brasil, a indicação é fazer um seguro para viagem de moto. Considerando tanto os valores de reembolso mais altos, como a assistência mais abrangente e a agilidade se for preciso acionar.

Outro ponto importante é que os prazos para receber os reembolsos do DPVAT costumam ser mais longos. Além disso, ele só vale no Brasil. Então, contar apenas com o DPVAT não é uma boa opção.

Onde encontrar e quanto custa o seguro para viagem de moto?

Assist Trip

Uma opção completa com ótimo custo-benefício é a Assist Trip, com seu plano AT 10 Brasil para viagens terrestres nacionais. Ele oferece R$10 mil de reembolso de despesas médicas e hospitalares, regresso sanitário, traslado de corpo, retorno de acompanhante, seguro de invalidez permanente por acidente e por morte acidental, no valor de R$50 mil. Tudo isso por apenas R$6 por dia de viagem, em média. Veja nossa avaliação da Assist Trip neste artigo.

Itaú Seguros

O seguro viagem oferecido pelo Itaú cobre viagens de avião, navio, carro, moto, trem, ônibus ou qualquer outro meio de transporte. Inclui atendimento 24 horas em português e serviços como assistência médica, localização de bagagem, pagamento de despesas farmacêuticas. No site, eles informam que valores e outras informações podem ser obtidos nas agências bancárias.

Porto Seguro

A Porto Seguro (site oficial) só cobre viagens terrestres de moto pelo Brasil. Seus planos oferecem reembolso de despesas médicas, odontológicas, indenização por invalidez, traslado médico e de corpo, passagem para regresso antecipado, acompanhamento de menor e outros benefícios. O Plano Brasil Terra, para 10 dias de viagem, custa R$35,37. Já o plano Brasil Ouro para o mesmo período fica por R$70,13.

Ainda na dúvida sobre qual o melhor seguro viagem de moto? Confira o conteúdo especial sobre o tema e descubra.

Faça agora a cotação do Seguro Viagem.

Em parceria com o Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro viagem. Cote e encontre as melhores opções de planos e seguradoras para sua viagem.

COTAR AGORA »

Faça sua cotação e ganhe desconto

Além do plano AT 10 Brasil, encontramos com nosso comparador de seguros várias outras alternativas de seguro para viagem de moto. Todos os planos listados nos resultados cobrem viagens aéreas, terrestres ou pelo mar. O único requisito é que deslocamento até o destino seja de pelo menos 100 quilômetros da residência do segurado.

Outra opção é cotar no portal Seguros Promo. Tanto com ele quanto com nosso comparador, o cupom SVP5 é válido. Com ele, você garante um desconto de 5% sobre o valor final. Se o pagamento for realizado com boleto bancário, o desconto total fica em 10%. Aproveite.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Seguro Viagem Pro.
Compartilhe

Luciana Andrade

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo