Seguro Viagem

Repatriação sanitária: o que é e qual é a cobertura mínima indicada

A maioria das pessoas que adquire um seguro viagem se atenta principalmente aos valores dos planos que são disponibilizados e às suas coberturas relacionadas às despesas médicas e hospitalares. Algumas pessoas selecionam o plano de acordo com a cobertura de bagagem apresentada. Mas dificilmente alguém repara na repatriação sanitária, que é muito importante no seguro viagem.

E o que é repatriação sanitária? Todos os seguros cobrem? Qual é a cobertura mínima indicada para repatriação sanitária? Fizemos este texto para responder às questões relacionadas à cobertura de repatriação sanitária. Confira.

Faça uma cotação de Seguro de Viagem. Garantimos o melhor preço

Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o menor preço do mercado em seguro de viagem.

Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para o seu próximo destino.

FAZER COTAÇÃO »

O que é repatriação sanitária?

Repatriação sanitária é uma das coberturas oferecidas por seguros de viagens, mas que, talvez por falta de conhecimento ou por acharem que nenhum imprevisto mais grave acontecerá em sua viagem, muitas pessoas não reparam nessa cobertura na contratação de seu seguro viagem.

Ela ocorre quando um turista, doente ou acidentado, necessita de uma condição especial, como uma poltrona mais espaçosa no avião ou até mesmo aparelhos respiratórios, para voltar ao seu país de origem para continuar seu tratamento. Essa condição especial é determinada pela equipe médica que atendeu o paciente no hospital.

A repatriação sanitária envolve todas as etapas do transporte, bem como uma estrutura de apoio da forma mais confortável possível e de acordo com as recomendações dos médicos responsáveis pelo seu atendimento.

A repatriação sanitária é diferente de translado sanitário

Translado sanitário é quando uma pessoa se acidentou e precisa ser transportada desde o local do acidente até o hospital mais próximo, em uma ambulância equipada que atenda às necessidades do paciente.

Como acionar seu seguro viagem para repatriação sanitária?

O procedimento é simples. Depois do diagnóstico do médico que realizou o atendimento do paciente no exterior, o segurado deve acionar o seu seguro viagem, por telefone ou outro meio de comunicação disponibilizado, com seu laudo médico e iniciar os trâmites processuais.

O seguro viagem deve receber os documentos médicos, laudos, prontuários resultados de exames e consultas, tudo o que o paciente tiver relacionado ao seu atendimento.

A partir de então, a equipe médica do seguro viagem vai analisar a necessidade de imediata repatriação sanitária e, após aprovados todos os procedimentos e depois que os detalhes médicos também forem discutidos pelas equipes médicas, o transporte adequado será disponibilizado para o paciente.

Também será observado se o paciente necessita de algum aparelho especial que o auxilie na respiração ou alguma máquina específica durante o trajeto.

Todos os seguros cobrem repatriação sanitária?

Sim. É norma da SUSEP que todos os seguros de viagens cubram repatriação sanitária. No entanto, não há um valor mínimo obrigatório.

repatriacao sanitaria voo

Qual é a cobertura mínima indicada de repatriação sanitária?

Todos sabemos a importância de contratar um seguro viagem, independentemente do destino e de sua obrigatoriedade. Mas muitas vezes não consideramos a cobertura de repatriação sanitária na hora de escolhermos o melhor seguro viagem.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Ministério das Relações Exteriores, Associação Brasileira de Cartões de Assistência (ABCA), Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) e Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), o custo com repatriação sanitária nos principais destinos escolhidos pelos brasileiros é de, em média, 25 mil euros nos casos da Europa e de cerca de 30 mil dólares nos casos dos Estados Unidos.

Considerando esse levantamento e a nossa experiência com seguros de viagens, recomendamos que a cobertura mínima de repatriação sanitária para uma viagem internacional seja de pelo menos 30 mil euros, para não ter problemas. Quanto maior, melhor.

A que estar atento na apólice?

Antes de contratar seu seguro viagem, é importante que você analise os planos disponíveis e faça uma comparação, para verificar quais são os benefícios apresentados por cada um e, dessa forma, escolher o plano que ofereça a cobertura que melhor atenta o seu perfil de viajante e o destino escolhido.

Não se esqueça de ler a apólice de seu seguro viagem, que contém todas as coberturas às quais você tem direito, como:

  • Cobertura de despesas médicas e hospitalares. Para a Europa, o mínimo é de 30 mil euros, de acordo com o Tratado de Schengen. Porém outros destinos, como Estados Unidos, por exemplo, não exigem cobertura mínima, mas caso você precise de atendimento médico, paga caro por isso. Então, é importante contratar uma cobertura mais alta;
  • Assistência odontológica e farmacêutica;
  • Repatriações;
  • Translado de corpo;
  • Extravio de bagagem (se o seguro bagagem é complementar ou suplementar) etc.

Saber quais são os benefícios de seu seguro viagem e como acioná-lo é primordial para que você não passe sufoco caso precise de assistência durante o período em que estiver fora.

Atente-se a todas as coberturas contratadas e, caso tenha dúvidas, pergunte aos atendentes, seja por meio do site, de telefone, de e-mail ou pessoalmente, caso a contratação seja em uma agência de viagens, por exemplo.

Onde cotar seguro viagem?

Existem diversas formas para você fazer a cotação do seu seguro viagem. Empresas especializadas em seguros de viagens, sites de agências de turismo e seguradoras vendem seguros de viagens.

Mas para conseguir melhores preços das melhores seguradoras, utilize os sites comparadores de seguro viagem. Por comercializarem muitos planos por dia e terem parceria com diversas seguradoras, essas plataformas oferecem para o usuário planos com excelente custo-benefício, com preços abaixo até mesmo do que os praticados pelas próprias seguradoras.

Nós já testamos os principais sites comparadores de seguro viagem disponíveis online. O Seguros Promo é o que oferece os melhores preços e é de confiança. Se desejar mais opções, também recomendamos o Compara Online e o Real Seguro Viagem.

Repare que o Seguros Promo não possui índice no Portal Reclame Aqui. Isso porque não há reclamações suficientes que gerem um índice na plataforma, mostrando que os clientes deste portal têm poucas queixas em relação ao serviço.

Oferecemos desconto

Você pode pagar menos pelo seu seguro viagem ao comprar no Seguros Promo e inserir o código de desconto SVP5 (para ganhar 5% de redução). Pagando por boleto (que lhe dá mais 5% de desconto), totalizando 10% a menos no valor de seu seguro viagem!

Confira todos os planos disponíveis, leia com atenção a apólice de seu seguro e atente-se, também, ao valor da repatriação sanitária, que é extremamente relevante na hora da contratação de seu seguro viagem. Estando tudo ok, é só aproveitar a viagem!

Carolina Carvalho

Carolina é brasileira com cidadania portuguesa, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Foi atleta profissional de natação, conheceu diversos países por meio das competições e agora continua viajando pelo mundo. Trabalha com a produção e a edição de conteúdos para mídias ligadas ao setor de turismo e ao ramo de seguros de viagens.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo